sexta-feira, 7 de fevereiro de 2014

A REVOLTA MILITAR - APROVA-SE COM RAPIDEZ EMENDA PARA MILITARES NO SUS, EM TROCA SE EXIGE PRECEPTORIA DE "MAIS MÉDICOS"

MÉDICOS MILITARES SERÃO OBRIGADOS A SEREM PRECEPTORES DE CUBANOS

O Governo Federal finalmente deixou claro o que estava aprontando para os Médicos Militares. Eles agora são sabidamente o "plano B" para o escravista Programa Mais Médicos e serão obrigados a supervisionar os Intercambistas para que a lei possa ser cumprida. Desobedeceu, não tem problema, Cadeia.

Não por acaso no meio desta semana turbulenta semana das relações Brasil e Cuba a Câmara dos Deputados aprova com uma impressionante enorme rapidez, quase à jato, a proposta de alteração constitucional de 2011 - considerada muito nova - que permite ao médico Militar trabalhar no SUS. Atropelando dezenas de outras consideradas de maior relevância.

O ato em si me parece muito justo. Afinal, milhares de colegas Militares trabalham de forma irregular e o SUS precisa de mão-de-obra especializada. Mas aí é que está a força do canalhismo. Leitores, nenhum movimento do PT é por "acaso" (dizem até que a cadeia de Genoíno foi para o Bem da Eleição). E a aprovação da proposta também não. Não foi pelos Militares, muito menos pelo Povo, foi tudo por uma questão política muito bem orquestrada. Só para lembrar. Em agosto de 2013 esta mesma proposta foi votada e acelerada no Senado exatamente por após sido detectado um possível "fracasso do programa Mais Médicos." (leia). 

E o Governo cria o Programa "3M", Mais Médicos Militares. Hoje foi divulgada e confirmada a informação de uma reunião urgente realizada com os médicos das forças armadas no Hospital Central das Aeronáutica no Rio de Janeiro para cumprimento de uma ordem do Gabinete da Presidência da República. Na reunião os colegas teriam sido informados que o programa estaria ameaçado e os intercambistas estariam soltos sem controle nenhum fazendo dezenas de aberrações (Vide CUBANADAS) e mais, nenhuma universidade federal estava querendo assumir a preceptoria dos tais conforme prevê a lei. 

A Saída para resolver a questão é deixar os Militares... Sem saída. Exatamente. Largar a batata quente nas mãos de Médicos Militares que por obrigação de lei e hierarquia não podem dizer não. Ao que tudo indica neste momento está havendo um Rebelião com ameaça de exonerações coletivas e tal. Sim, obviamente sem receber nada a mais por isso. Aguardemos o próximo capítulo.

13 comentários:

ED TOR disse...

O Clube Militar tem que saber sobre isto, os blogs de Militares reformados que amam e respeitam o Brasil precisam se posicionar.
Um partido que que implantar a DITADURA DO PROLETARIADO no nosso País precisa ser confrontado!!!

Ulisses Dean disse...

Marinha, exército e aeronáutica! Socorro! Honrrem o seu papel e defendam o Brasil, os brasileiros! Estamos iminentenente ameaçados a mordaça de um partido!

Jose Maria disse...

Aqueles que poderiam intervir por essa nação estão sob ordens dos mal feitores do pt. É o fim, meus amigos!!!

Pedro Oliveira disse...

8 medicos do referido hospital se voluntariaram. É o fim dos tempos. Bolsa de 4000 livre de impistos + 1 semana de folga

Francisco Cardoso disse...

8 pelegos

Herbert disse...

8 suicidas? Ser preceptor de quem sequer prestou exame de capacidade?

João Hélio Valentim disse...

Caracas, eu estou servindo OBRIGADO! Se me obrigarem a ser preceptor de CUBANO eu vou DESERTAR! ABSURDO TOTAL ISSO!!! Além de escravizarem os Cubanos querem escravizar os brasileiros TB??? Governo fdp

Daniel Kishi disse...

Eu não sou militar, mas entendo que eles devem cumprir ordens!
Eu seria um bom preceptor, avaliaria caso a caso e faria uma extensa discussão. claro que demoraria mais de 1h por paciente para ter um bom atendimento e boa preceptoria

Tania disse...

O troco tem que ser dado nas URNAS.

med15 disse...

Kkkkkkk. Só rindo, ninguém faz nada, a coisa fica sem limites.

Tais Matzembacher disse...

Como? Recomendo a leitura do livro de Samuel P. Huntington - O Soldado e o Estado - e verás que o cenário atual sempre foi um desejo dos "civis".
Agora as Forças Armadas dependem apenas dos brasileiros (eu, você, seus familiares, seus vizinhos etc), por intermédio dos instrumentos "democráticos", para atuar.
É isso aí, a batata quente está nas nossas mãos e precisamos agir, porque não podemos ficar esperando iniciativa alguma das Forças Armadas, além dos limites impostos nas leis.

Antonio Luis disse...

Deixa eu entender, quer dizer que só os PTralhas podem mudar as leis e fazerem o que bem entendem, os milicos não podem fazer isso, foi o que entendi. Se podem alterar até a constituição a seu favor por que não podemos fazer o mesmo para o bem dos brasileiros?

André Ferrari disse...

Goazado que na época dos militares todo mundo reclamava da repressão...