domingo, 20 de agosto de 2017

GABAS DESCUMPRE TAC E PODERÁ SER PRESO POR CONDENAÇÃO EM PAD

TAC assinado em outubro de 2014 com o MP do DF o obrigava a não cometer crimes e/ou ser processado criminalmente nos próximos dois anos. Crime de favorecimento para aposentadoria de Dilma Rousseff, ocorrido em 01.08.2016, segundo apurou sindicância do PAD ao qual ele foi condenado, anula o acordo e poderá levar Gabas à prisão, além da perda dos benefícios conquistados pelo acordo de 2014.
_______________________________________

O ex-Ministro da Previdência, Carlos Gabas, foi condenado em 2014 por falso testemunho em processo aberto em sua cidade natal, Araçatuba (SP), no ano de 2012. Na ação, uma empresa cobrava comissão por intermediação de uma venda de imóvel ligado à família de Gabas. 

O juiz local foi enfático: “Deste modo, não pode prevalecer (...) o depoimento prestado pela testemunha dos requeridos, Carlos Eduardo Gabas, amigo de infância do réu Sidney, razão por que deve ser desprezado, tratando-se, na verdade, de relato suspeito e suspicaz de parcialidade, merecendo, inclusive, melhor elucidação para apuração da eventual prática de crime de falso testemunho”. O assunto foi noticiado em primeira mão pelo blog dos médicos peritos do INSS (www.perito.med.br) e foi noticiado posteriormente na mídia de todo o país.

O juiz mandou o caso para ser investigado pela polícia do Distrito Federal, onde Gabas residia à época da acusação. O Ministério Público Federal ofereceu denúncia contra o acusado à 5ª Vara Criminal de Brasília, por falso testemunho, enquadrando-o no artigo 342 do Código Penal.

Em 09 de outubro de 2014, a defesa de Gabas aceitou acordo com o Ministério Público se comprometendo a não dar motivos para ser processado criminalmente; não frequentar determinados lugares, como casas de prostituição, de jogos de azar, e de não se ausentar do Distrito Federal, por prazo superior a trinta dias, sem autorização do juízo, além de comparecer obrigatoriamente ao juízo, a cada dois meses. Em 19 de janeiro de 2015, a 5ª Vara Federal declinou da ação pois o Gabas havia sido nomeado Ministro da Previdência Social. Pela lei, o processo foi remetido ao STF, sob relatoria da Ministra Carmem Lúcia, gerando a ação penal 918, movida pelo Ministério Público Federal.

A ministra Carmem Lúcia notificou Gabas no dia 16 de junho de 2015 a começar a cumprir o acordo com o MPF na 5ª Câmara Criminal do DF. O acordo durou dois anos e, se fosse cumprido, o caso seria arquivado, mas ele deixaria de ser considerado réu primário de qualquer maneira. 

O processo voltou à 5ª Vara Criminal em virtude da exoneração de Gabas do Ministério em 12 de maio de 2016. Válido até 16 de junho de 2017, acordo foi violado em 01/08/2016, data em que, segundo o PAD, Gabas usou de seu prestígio para furar a fila do INSS e obter, em tempo recorde, a aposentadoria da ex-Presidente Dilma Rousseff, cassada na véspera pelo Senado Federal.

Cabe agora ao MP do DF definir o que fazer em relação à violação do TAC relativo ao caso Gabas.

Para saber mais:

GABAS - PRIMEIRO TÉCNICO A SER MINISTRO, PRIMEIRO MINISTRO A SER CONDENADO EM PAD.

Falta agora apurar o crime de favorecimento apurado pela sindicância do PAD. Gabas é reincidente pois em 2014 foi condenado por perjúrio, crime do qual cumpriu pena alternativa após acordo com o MPF.

Carlos Gabas, o ex-comissário da Previdência, ex-croque do INSS e ex-motoqueiro da Presidência da República, é um vanguardista do serviço público federal.

Primeiro servidor de carreira a virar Ministro de Estado da Previdência, se tornou esse fim de semana o primeiro Ministro de Estado da história do Brasil a ser condenado em PAD.

Segundo a Revista Veja, confirmado hoje pelo Jornal Nacional (Rede Globo), um despacho assinado pelo ministro do Desenvolvimento Social, Osmar Terra, aplicou uma suspensão de 10 (dez) dias ao ex-ministro Carlos Gabas, responsável por Dilma ter furado a fila do INSS.
Segundo matéria da Veja, "Por ter usado da influência de ex-ministro da Previdência para furar a fila de agendamentos do INSS a fim de acelerar o processo de aposentadoria de Dilma, Carlos Gabas foi suspenso do serviço público por 10 dias. Servidor de carreira do órgão, Gabas está cedido para o gabinete do petista Humberto Costa (PE), líder da minoria no Senado. Com a punição assinada pelo ministro Osmar Terra, ele não poderá trabalhar nesse período e terá o salário descontado em folha. “As apurações demonstraram que as ações do indiciado (Gabas) contribuíram para agilizar a concessão do benefício, assegurando seu deferimento em condições mais favoráveis ou benéficas que o usual”, registra o relatório final da sindicância: “O servidor atuou como intermediário junto à repartição pública, fora das exceções permitidas em lei, em atitude incompatível com a moralidade administrativa”

Apesar da condenação, este blog discorda da comissão processante que disse que a pena seria menor por ele ter "bons antecedentes". Isto não procede. Gabas foi condenado em 2014 por crime de perjúrio e não é mais réu primário (http://www.perito.med.br/2015/06/gabas-e-condenado-por-falso-testemunho.html)

De qualquer maneira, este blog homenageia mais uma condenação do ex-pupilo de ouro do INSS e o ex(?)-Marajá da Previdência lembrando 13 (sim, homenagem ao PT) temas que ainda faltam a apurar contra o motoqueiro de Dilma:

1) Gabas x Nomeação de Funcionário Fantasma no MPS:


2) Gabas x Recebimento Indevido de Auxílio-Moradia (essa com repercussão nacional)


3) Gabas x Vida de Marajá - Recebimento Acima do Teto do STF
http://www.perito.med.br/2014/04/vida-de-maraja-de-gabas-e-destaque-em.html


4) Gabas x Manipulação da CGU


5) Gabas x Dossiês Políticos:


6) Gabas x Operação Porto Seguro


7) Gabas x Omissão no Conselho Fiscal do SESC:


8) Gabas x Escândalo do Bancoop:


9) Gabas x Nepotismo: 
http://www.perito.med.br/2016/08/gabas-casa-filha-em-resort-5-estrelas.html

10) Gabas x Escândalo dos Consignados

11) Gabas x Lava Jato
http://www.perito.med.br/2016/10/corre-gabas-corre.html

12) Gabas x Previc (Prevaric - Fundos de Pensão)

13) Gabas e Condenação por Perjúrio e possível descumprimento do TAC
http://www.diariodopoder.com.br/noticia.php?i=34598474758
http://www.perito.med.br/2015/06/caso-gabas-uma-ja-foi-faltam-as-outras.html

terça-feira, 8 de agosto de 2017

LACAIOS GERIÁTRICOS DA FENASPS DECLARAM APOIO AO ASSASSINO E DITADOR MADURO - QUEM É RUIM SE DESTRÓI SOZINHO.


Inacreditável, a pá de cal que faltava em quem ainda levava a sério o braço do PSTU/PSOL chamado de FENASPS, que há décadas monopoliza a representação sindical dos administrativos do INSS em prol de políticas partidárias a quem são servos, lacaios e subservientes.

Em manifestação patética, para dizer o mínimo, a FENASPS acaba de enterrar as já parcas chances de organizar uma greve dos administrativos em 2017 ao misturar, nas deliberações de sua executiva nacional realizada dia 05/08, em Brasília, temas como greve, defender estudante vagabundo que agride professor e, acreditem, defender a ditadura assassina de Nicolás Maduro na Venezuela. Vejam abaixo a deliberação 19:

Isso mesmo... a FENASPS está defendendo a ditadura assassina e sanguinolenta de Nicolás Maduro, que está matando dezenas de pessoas toda semana, prendendo, torturando e estuprando opositores diariamente em porões políticos espalhados pelo pobre país, usando milícias como controle de multidões, inclusive milícias ligadas ao grupo terrorista Hezbollah.

Só há uma resposta a isso: a desfiliação maciça desse antro de loucos, dessa escumalha que de tão incompetente até hoje nem carta sindical possuem.

Abaixo um modelo simples de desfiliação, que deve ser enviada com A.R.  (não tentem ir ao sindicato protocolar pois eles estão recusando dar ciência em tais pedidos, ou inventando moda de pedir assinatura com firma, etc). Informem no A.R. que se trata de "solicitação de desfiliação do sindicato":


Para interromper imediatamente o desconto, encaminhem carta ao SOGP exigindo interrupção no desconto a partir do mês corrente.

Por fim, avisem ao gerente do Banco para bloquear o desconto em conta bancária, caso haja, do respectivo sindicato.

Quem defende estuprador e assassino merece nosso mais profundo repúdio.

Para saber além do que esses xiitas insanos esquerdistas falam, o que de fato ocorre na Venezuela:

domingo, 6 de agosto de 2017

ESCÂNDALO: CLIPPING DA SUPERINTENDENTE KATHIA (CHAMEX) CHAMA PRESIDENTE TEMER DE "ILEGÍTIMO" E "GOLPISTA"

Causou espécie nos servidores do INSS o clipping oficial da Superintendência Sul no último dia 02/08/2017, pois trazia entre as notícias "selecionadas" uma oriunda de um blog sujo petista, intitulado "Blog do Esmael", que dizia que o Presidente Temer era "ilegítimo", "golpista" e que a convocação de 55 mil segurados para o PRBI (Lei 13.457/17) seria "chamar inválidos para provarem que são incapazes".


Que a Superintendente Kathia, carinhosamente chamada de Superintendente Chamex, não é fã do Presidente Temer, já sabemos, pois durante o Governo Dilma sempre defendeu o PT e ocupou cargos de poder junto à Gerência de Joinville.

Mas chegar a esse nível, de colocar no clipping oficial da Superintendência um panfleto sectário e odioso como o desse blog petista, trata-se de uma grave afronta que com certeza, deveria ter uma resposta à altura do Governo.


Será que o deputado Mauro Mariani (PMDB-SC), que banca a nomeação de Kathia na SR, gostará de ser associado a esse tipo de comportamento e propaganda? 


A cada dia que passa, com tantas notícias polêmicas envolvendo a Superintendente Chamex, nos perguntamos: Após licitar 200 mil resmas de papel, não defender servidores de ameaças de morte e chamar o Presidente da República de ilegítimo, qual é o verdadeiro papel da Superintendente? O deputado Mariani está por trás dessas ações? Ou não?

Abaixo a notícia copiada da tela dos computadores do INSS e a transcrição do e-mail recebido pelos servidores da Superintendência., que chama Temer de golpista, ilegítimo e de querer caçar inválidos.

Chamex, chamex..... Isso que dá comprar tanto papel, agora fica passando papelão....





> -----Mensagem original-----
>
> Assunto: Clipping Eletrônico de 2 de agosto de 2017
>
> Remetente: "COMSOCPR Curitiba"
> <comsocpr@inss.gov.br>
>
> Para: lista-geral-pr@inss.gov.br,
luciane.gervasio@agu.gov.braud.ctb@inss.gov.br,
apepr@previdencia.gov.br,
maristela.trindade@previdencia.gov.br,
16a.juntarecursos@previdencia.gov.br,
noely.kostin@previdencia.gov.brsiass.inssctb@inss.gov.br,
anaspspr@gmail.com,
>  sindprevspr@onda.com.brasps@asps.org.br,
acssc@inss.gov.br
>
> Data: 02/08/2017 15:40
>
>
> Clipping da Superintendência Regional Sul
>
> 02/08/2017
> (quarta-feira)
>
>
> Blog do Esmael
>
> Política
>
> 01/08/2017
>
>
> Temer quer que inválidos provem que precisam de benefícios do INSS
>
> Era só que faltava. O ilegítimo Michel Temer convocou segurados do INSS pelo Diário Oficial da União, desta >terça (1º), para que provem que necessitam do benefício por incapacidade.
>
> A medida de Temer de convocar beneficiários é para revisar a concessão de auxílio-doença e aposentadoria por invalidez de milhares  de brasileiros, que de alguma forma, não se enquadram nas condições necessárias para o recebimento. Ao total, 20,3 mil benefícios já foram cancelados devido ao não comparecimento dos e já foram enviadas 435 mil cartas de convocação.
>
> Os segurados convocados têm até cinco dias, ou até sábado (5), para informar ao Instituto Nacional do Seguro >Social a data da perícia  que comprovará a necessidade da manutenção do benefício.
>
> Caso o segurado não compareça à convocação, o INSS informa que suspenderá o pagamento do benefício ao
> incapacitado.
>
> O diabo é que isso tudo visa engordar o caixa do governo, dinheiro para formar o superávit primário e >pagamento os juros [para bancos e rentistas] da dívida interna.
>
> Se Michel Temer realmente estive preocupado em salvar a Previdência Social ele, ao invés de caçar inválidos e incapazes, cobraria os R$ 500 bilhões que as grandes empresas sonegadoras devem.
>
> Resumo da ópera: o golpe não tem alma nem coração; muito menos compaixão.
>
>
> Clipping:
http://www-inss.prevnet/tipo_utilidade/clipping/?menu_local=1&ol=14001
> Expediente