quarta-feira, 29 de junho de 2016

EXCLUSIVO PERITO.MED - GABAS ESTEVE EM SÃO PAULO NA DATA APONTADA POR DELATOR DA CONSIST

Em e-mail captado pela Polícia Federal, os membros da CONSIST discutem a possibilidade de um importante membro do Governo, chamado "G" (ao qual a PF suspeita ser Gabas), estaria em São Paulo na terça-feira 28/02/2012. É combinado até mesmo uma "recepção VIP" ao ilustre membro. A pauta era o esquema da propina e sua amplificação em termos bilionários após Dilma determinar um sistema de monitoramento online do Governo inspirado no SGA do INSS capitaneado por Gabas:


Agora adivinhem quem esteve em São Paulo, justamente em 28/02/2012, no estilo bate-volta, pago com dinheiro do governo (inclusive diária), quem quem???


Sim, Carlos Gabas, então Secretário-Executivo do MPS, foi de Brasília a São Paulo em 28/02/12 voltando no mesmo dia, conforme nos confirma o SIAFI.

http://www.transparencia.gov.br/despesasdiarias/pagamento?documento=330015000012012OB800026


Pois é... Pois é....

POR QUE GABAS TERIA SIDO BENEFICIADO COM ESQUEMA DO MPOG?

Muitos perguntaram a este blog: Por que diabos Carlos Gabas teria sido beneficiado com o esquema da CONSIST se ele não era nada no MPOG?

A resposta pode estar nesta matéria do Antagonista:
http://www.oantagonista.com/posts/exclusivo-custo-brasil-se-aproxima-de-dilma/

EXCLUSIVO: CUSTO BRASIL SE APROXIMA DE DILMA

Em 2012, a imprensa noticiou que Dilma Rousseff queria implementar um sistema de gestão online para acompanhamento das obras no país. “É revolucionário”, dizia-se.
Testes já estavam sendo feitos pela Casa Civil sob comando de Gleisi Hoffmann. A ideia propagandeada por Dilma havia partido de Carlos Gabas, seu motoqueiro.
Os investigadores agora suspeitam de que Dilma, Gabas e Gleisi atuavam coordenados para beneficiar a Consist num contrato bilionário.
Em e-mail apreendido pela Policia Federal, Pablo Kipersmit, sócio da Consist, fala com Emmanuel Dantas, da Consucred, sobre a necessidade de marcarem uma reunião com “G” — que a PF suspeita ser Gabas.
Emmanuel diz: “A pessoa dele ‘G’ quer ter uma reunião com você a agente (sic), aí em SP”. Kipersmit responde: “Se ele vem (sic) próximo do horário do almoço prepararemos um serviço especial (vip), ok?”
No e-mail, segue anexa notícia do Valor de 22 de fevereiro sobre o projeto “Big Brother” de Dilma para obras do PAC.
O Antagonista sabe que a Operação Custo Brasil tem o potencial de uma bomba atômica. É só o começo.


O que este escândalo remete é a esse evento em 2012:
http://oglobo.globo.com/brasil/dilma-quer-programas-do-governo-com-monitoramento-on-line-3744553

segunda-feira, 27 de junho de 2016

GABAS TERIA ALEGADO QUE JÓIAS, LUXOS E IMÓVEIS FORAM "FURTO DO SEU TRABALHO" - FAKE NEWS, A NOTÍCIA QUE PODERIA TER SIDO...

O ex-Ministro, ex-Comissário e ex-Croque da Previdência Social, Carlos Gabas, não deixou barato a busca e apreensão em suas propriedades pela Polícia Federal semana passada em operação desdobrada da Lava Jato.

Segundo informes, Gabas teria esculhambado o trabalho da PF,  teria dito que 'foi um absurdo" ter seu Rolex de 100 mil reais apreendido, que levaram toda sua coleção de canetas Montblanc, todos os outros Omega e Rolex, suas motos Harley Davidson, seus computadores e até mesmo dezenas e dezenas de escrituras de propriedades, imóveis e terrenos que ele guardava em um cofre na sua casa. ("Fazia um favor para meu irmão, que é um midas da construção civil", teria dito aos Federais...)

Gabas teria dito não ver nada demais em ter tantos bens pois foi tudo "furto do seu trabalho", honestamente CONSIST conquistado nos últimos dez anos e que as pessoas morrem de inveja de seu faro comercial e de seu tino para negócios e que o fato de ter amealhado tantos bens apenas durante o período onde ocupou cargos de poder foi "mera coincidência". Disse também ser totalmente compatível a dedicação necessária para ser Ministro, Chefe do INSS, membro dos Conselhos Fiscais ou de Administração de órgãos como Bancoop, SESC e Novacap mais sua função privada de investidor de relógios e canetas de ouro, jóias, escrituras e escrituras.

Como exemplo de seu tino comercial, teria dito que de tantos prédios da Bancoop que deram errado, ele escolheu um dos que deram certo, no Tatuapé, onde ostenta uma cobertura. Pura sorte e faro comercial, teria comentado: "Poderia estar na lista dos 9.000 que nunca tiveram seu apartamento entregue, como o ex-Presidente Lula"...

Gabas teria dito também que parte da renda vem sua esposa, que é servidora e também ocupava cargos de confiança, em claro nepotismo, mas que "como nunca foi acionado pela Presidenta Dilma, então tava tudo bem"....

Como não tem nada a esconder, Gabas se recusou a prestar informações para a PF e se calará apenas em juízo, pois como bem lembrou não é obrigado a produzir provas contra si. Por isso a Federal pediu um SIMA ao contador de Gabas e foi ao seu apartamento pegar os laudos (escrituras) que o requisitado "esqueceu" de apresentar ao IRPF e demais órgãos de controle.

Gabas também teria dito que a prisão de Paulo Bernardo foi uma injustiça, pois eles lutaram muito para impedir que Vaccari Neto levasse a parte deles tão duramente negociada durante as negociações com a CONSIST e teria finalizado: "UM REAL não faz falta para ninguém, é muita mesquinharia desse povo!!!"
Gabas teria dito: "Só me davam 5%, ninharia... Pessoal é muito mesquinho em contar isso...."

Considerando que 4.8 milhões de servidores federais possuem um consignado atualmente gerando uma propina mensal de cerca de R$ 3.3 milhões e que pela denúncia do MPF Gabas levava apenas 5% ( R$ 168.000 mensais ou R$ 2 milhões/ano ou R$ 10 milhões entre 2010 e 2015 ), até que ele não está errado. R$ 2 milhões por ano é uma ninharia, não dá nem sequer para pagar os advogados caros que ele vai precisar, mal dá para pagar um Rolex por mês.

Por fim, teria rido dos servidores administrativos e peritos que acreditaram nele e o sustentaram por anos a fio: "esses sindicatos pelegos são muito úteis pois nos sustentam nos cargos sem pedir nada para as bases.... A dos peritos então me ajudou muito durante 4 anos".

OBS: Trata-se de matéria ficcional inspirada em fatos reais. Qualquer semelhança é mera coincidência.

POLÍCIA FEDERAL APREENDE DEZENAS DE ESCRITURAS DE IMÓVEIS NA CASA DE GABAS

Não bastasse os Rolex e as Montblanc e os Harley-Davidson, a PF apreendeu na casa do ex-comissário do INSS, Carlos Gabas, dezenas de escrituras de imóveis guardadas em um cofre. Gabas disse que tudo foi fruto de seu trabalho... 

Para entendermos melhor, vamos rememoriar uma matéria de 2014 deste blog: http://www.perito.med.br/2014/09/2008-2010-o-trienio-de-ouro-dos-irmaos.html, abaixo reproduzida.


2008-2010: O TRIÊNIO DE OURO DOS IRMÃOS GABAS. ENQUANTO O COMISSÁRIO VIRA MINISTRO, IRMÃO É NOMEADO DIRETOR DE INSTITUIÇÃO FEDERAL E PRIMO FICA MILIONÁRIO NO RAMO DE IMÓVEIS

Publicado originalmente em 03/09/2014, pelo ex-chefe do blog, Francisco Cardoso,  atualmente presidente da ANMP. Não foi ele que publicou isso hoje, apenas mantive a autoria do original.

É de se admirar e elogiar quando uma família dá o exemplo do empreendedorismo e consegue, pelo próprio esforço, sair de uma minúscula cidade do interior de São Paulo e despontar como grandes players do cenário político e empresarial do Brasil.

Por isso nossos parabéns ao comissário Carlos Eduardo Gabas e sua família. Tamanho sucesso deve com certeza estar no DNA desses nobres cidadãos.

Vamos começar pelo Comissário: De mero agente administrativo empossado em 1985, Gabas desponta em 2003 como Superintendente Regional do INSS em São Paulo e em 2005 é nomeado para a Secretaria Executiva do MPS, onde comanda de fato todo o sistema previdenciário brasileiro. Sua estada como Ministro interino em 2008 já dava idéia do prestígio que desfrutava junto ao governo Lula, que o nomeou Ministro da Previdência, dessa vez efetivo, em 2010, ficando até o fim do governo. Além disso, conseguiu acumular cargos e comissões em órgãos tão distintos como a Novacap. Funpresp e o SESC, elevando seus rendimentos a níveis intangíveis a qualquer servidor público.

http://www.perito.med.br/2014/04/maraja-insaciavel-alem-de-todas-as.html

Sua esposa, Polyana Gabas, também cresceu no INSS, sendo nomeada pelo seu marido, Ministro Gabas, para cargo de confiança junto à Previc. Tudo bem que a Súmula 13 do STF de 2008 e o Decreto 7.203/2010 tornaram proibidos a prática de nepotismo, mas quem liga?


Não foi só o ramo do comissário que se deu bem. Seu irmão mais velho, Nilson Gabas Júnior, pesquisador do Museu Paraense Emílio Goeldi, ligado ao MCTI, foi alçado ao cargo de diretor do instituto federal em 2009, DAS 4, com salário de 20 mil reais por mês. Sua recondução a um mandato de mais 4 anos foi ratificada no fim de 2013 pelo Ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação. Nilson Gabas Jr. é um linguista com um excelente currículo e um raro caso, neste governo, de pessoas com preparo técnico que são nomeadas diretores de seus órgãos de trabalho (Lattes)


Mas nada se compara a história de sucesso de Paulo Sérgio Gabas, primo de Carlos Eduardo Gabas. Se lembram daquela notícia de que Carlos Gabas havia sido denunciado por falso testemunho em um processo de compra de imóveis em Araçatuba? (clique aqui)

Então, seu primo é citado nesse processo como "profissional do mercado imobiliário". Conforme dados da SDECT/SP, Paulo Sérgio Gabas é mais que profissional, é um empresário do ramo, conforme atesta na rede LinkedIn, sendo identificado como principal empresário da DEMAC Construções Empreendimentos e Participações LTDA.


A DEMAC é uma empresa constituída em Itupeva-SP em 2001, com capital de 100.000 reais. Não encontramos empreendimentos feitos pela empresa na época, mas em 2007 Paulo Sérgio Gabas é admitido na empresa com pequena participação e no ano seguinte já assume a maior parte das cotas, ainda calculadas em pouco menos de 100.000 reais.

Em setembro de 2009, quase na época em que Nilson Gabas Jr. foi nomeado diretor do Museu Paraense e próximo à nomeação de Carlos Gabas como Ministro da Previdência, Paulo Sérgio Gabas assume nova posição na empresa e muda seu capital de pouco menos de 80 mil reais para R$ 2.400.000,00, dois milhões e quatrocentos mil reais. (vide imagem abaixo).

Não ficou só nisso. Em julho de 2010, quando Nilson já era diretor do MCTI e Carlos Gabas Ministro da Previdência, Paulo Sérgio mostrou que não ia ficar atrás na história de sucesso na família e declara à SDECT/SP que seu capital societário na DEMAC foi para R$ 8.820.000,00. Hoje em dia a empresa possui capital declarado de 9 milhões de reais. Em 2012 surgiu outra empresa, de mesmo nome e também com Paulo Sérgio como líder, mudando  apenas o final de "Limitada" para "Sociedade Anônima", com capital de 9 milhões de reais também. São duas empresas com registros diversos e constantes como "ativas", cada uma com 9 milhões de reais em cotas.

DEMAC S/A - Nascida em 2012 com capital social declarado de 9 milhões de reais;.

Se são duas empresas ativas, elas possuem juntas capital social de quase 20 milhões de reais. Hoje em dia é sediada em Jundiaí, e o seu site mostra que a empresa trabalha no ramo de empreendimentos imobiliários, como shoppings, casas e prédios. (Vide http://www.demacemp.com.br/) E esse é apenas o valor das cotas, normalmente as empresas costumam ter valor agregado muito superior ao que consta nas cotas participativas.


DEMAC LTDA - Até 2008 tinha capital registrado de cerca de 100 mil reais. Em 2010, já tinha 9 milhões. Paulo Gabas sozinho detinha mais de 8 milhões de reais em cotas da empresa (vide anexos).  Editado devido excesso de páginas nos documentos.

As cidades onde são anunciadas a maior parte dos empreendimentos são de prefeituras do PT ou PV, em especial Itupeva, Araçatuba e Várzea Paulista. 

Paulo Sérgio Gabas não só constrói como também administra os shoppings centers que construiu em Itupeva e Araçatuba, da bandeira "Estação Shopping", através da Gamipar Empreendimentos e Participações, da qual também é sócio e administrador.


Paulo também possui outras empresas, como a Gabas empreendimentos, Best Shopping e até mesmo negócios com gigantes do ramo como a Rep Real Estate Partners (capital de 200 milhões) em sociedades como a Santa Adelvina Empreendimentos e Participações.

Mas não foi só Paulo Sérgio Gabas que trouxe prosperidade à esse triângulo do interior paulista, como Várzea Paulista, Francisco Morato, Jundiaí e Itupeva. Entre 2008 e 2010,  o comissário Gabas inaugurou, como Ministro ou Secretário Executivo do MPS, de APS em Itupeva, Várzea Paulista e Francisco Morato. Na verdade houve uma grande expansão de agências e serviços do INSS nessas regiões. Ou seja, o interior paulista se beneficiou não apenas do empreendedorismo imobiliário de Paulo Sérgio Gabas mas também do empreendedorismo político do Carlos Eduardo Gabas, e vejam só as coincidências da vida, as cidades onde nasceram os principais projetos imobiliários de Paulo Gabas também foram beneficiadas com APS na gestão Carlos Gabas em Brasília. E são todas governadas pelo PT ou por governos simpáticos. Fantástico não?


Antes de 2008, Carlos Gabas era apenas um secretário executivo de um dos quase 40 ministérios de Lula, Nilson Gabas Jr. um pesquisador e Paulo Gabas um empresário de pequeno porte com capital social de menos de 100 mil reais.

Após 2010, Carlos Gabas virou Ministro da Previdência, Nilson Gabas Jr. é diretor de Instituto Federal, DAS 4 com salário de auditor fiscal e Paulo Gabas ficou milionário com empresas do ramo da construção com capital somado de mais de 10 milhões de reais (ou 20 milhões, se existirem de fato duas "DEMAC" como consta na SDECT/SP) .




Fica aqui meus parabéns aos irmãos Gabas (primo tb é "meio irmão") pois trata-se de uma história de amplo sucesso que deve ser aplaudida. 

sábado, 25 de junho de 2016

LISTA DE BENS LUXUOSOS DE GABAS APREENDIDOS PELA POLÍCIA FEDERAL

Que Gabas vivia como Marajá os leitores desse blog já sabiam desde 2014, quando publicamos em primeira mão o dinheiro astronômico que ele recebia, e isso antes de sabermos dos 5% dos 100 milhões roubados dos servidores públicos com empréstimos consignados conforme apurou a Lava Jato na Operação Custo Brasil.

Nosso furo saiu em todas as colunas de política, como a do Cláudio Humberto:


A Polícia Federal, porém, viu na prática o efeito de tanto dinheiro, ao apreender itens como:

  • Duas motos Harley-Davidson, avaliadas em R$ 150 mil reais cada.
  • Duas dezenas de canetas montblanc, avaliadas em R$ 10 mil cada.
  • Três dezenas de relógios Rolex, um deles isoladamente custa R$ 100 mil.
  • Dezenas de ternos de luxo (Ricardo Almeida etc), avaliados em R$ 15 mil cada.
Apenas esses mimos somados apreendidos pela PF custam em torno de R$ 1,2 milhões de reais.

Gabas: "motoqueiro ostentação".

Some-se a isso a Mansão espetacular que ele diz alugar por meros R$ 6 mil (o suposto dono da mansão foi preso pela mesma operação), os carros, a fortuna gasta na faculdade de medicina particular da filha, os bens em São Paulo e ai mesmo com todos os jetons do mundo, fica difícil explicar como que Gabas conseguiu tanto dinheiro...

Claro, o rico advogado que ele já deve ter contratado vai ajudar a explicar.

quinta-feira, 23 de junho de 2016

GABAS VAI VIAJAR NUM DESSES... A QUARENTENA REMUNERADA VAI VIRAR AUXÍLIO-RECLUSÃO?

Tchau Queridos (Bernardo e Gabas, juntos, não valem a água que bebem).


LEITE PARMALAT...


MAIS UM ESCÂNDALO DE GABAS - MANSÃO DO MINISTRO FOI ALUGADA PELA METADE DO PREÇO DE MERCADO, OS DONOS ESTÃO ENROLADOS NA LAVA JATO; CONTRATO ESTÁ CHEIO DE IRREGULARIDADES E TEM COMO TESTEMUNHAS O EX-PRESIDENTE LINDOLFO SALES. ENQUANTO ISSO MILHARES DE SERVIDORES PASSAM APUROS SEM SALÁRIOS...

Publicado originalmente em 14/09/2015 e republicado devido à Prisão Coercitiva de Carlos Gabas.

Enquanto milhares de servidores estão sem dinheiro esse mês pelo ponto cortado por ordem de Gabas, nosso comissário vive nababescamente em uma mansão dos sonhos em Brasília supostamente alugada a preços irreais segundo o mercado brasiliense. Não há hipótese de uma mansão no Lago Norte - DF custar SÓ seis mil reais por mês.
__________________________________________


Recentemente o site "O Antagonista" revelou que o Marajá da Previdência, Carlos Gabas, vivia há anos em uma suntuosa casa com piscina no Lago Norte em Brasília, supostamente alugada de empresários amigos enrolados na Lava Jato. O preço do aluguel seria R$ 6.400,00. 

A escritura da bela casa onde vive Carlos Gabas, em região nobre de Brasília, traz como proprietária Vanessa Bilacchi. Ela é filha do ex-presidente da Previ Jair Bilacchi, que fez milhões no mercado imobiliário.

Bilacchi foi pivô do caso Encol e chegou a presidir a Previ, o fundo de pensão dos servidores do Banco do Brasil. Antes de Vanessa, a residência estava em nome de seu ex-marido Rodolfo Lira, filho do senador Raimundo Lira (PMDB), que ganhou o mandato em dezembro passado depois que Vital do Rêgo foi nomeado ministro do TCU.

Jair Bilacchi é sócio informal de Dércio Guedes de Souza, o dono da JD2 Consultoria. Daí a sigla "J" de Jair e "D" de Dércio. Ambos são egressos do Banco do Brasil, trabalharam juntos e passaram a atuar no mercado de créditos imobiliários inadimplentes, entre outros setores

Dércio é amicíssimo de Carlos Gabas, ambos frequentam a casa um do outro. Essa relação familiar está registrada em documentos obtidos pela Operação Pixuleco II. Na busca e apreensão ocorrida na sede da JD2, a PF encontrou ainda contratos de gaveta, planilhas de pagamentos, notas fiscais e arquivos de mídia que demonstram a relação empresarial de Dércio e Jair.

A JD2 Consultoria pertence ao esquema montado por Luiz Gushiken - padrinho político de Gabas e já falecido - e operado pelo ex-vereador petista Alexandre Romano. Romano, que negocia um acordo de delação premiada, já entregou provas contra Paulo Bernardo, Gleisi Hoffmann e Carlos Cortegoso, o garçom de Lula dono da Focal e da CRLS.


Gabas se defendeu na matéria dizendo não ter relação comercial com os proprietários e que quis comprar a casa mas não tinha dinheiro.


http://www.oantagonista.com/posts/exclusivo-a-ciranda-do-pixuleco-1
http://www.oantagonista.com/posts/ciranda-do-pixuleco-ii
http://www.oantagonista.com/posts/a-ciranda-do-pixuleco-iii
http://www.oantagonista.com/posts/a-ciranda-do-pixuleco-iv
http://www.oantagonista.com/posts/a-ciranda-do-pixuleco-v
http://www.oantagonista.com/posts/a-ciranda-do-pixuleco-vi
http://www.oantagonista.com/posts/motoqueiro-de-dilma-na-ciranda-do-pixuleco

Primeiro vamos às fotos da mansão onde mora Gabas no Lago Norte em Brasília tiradas pela equipe perito.med:

 Entrada suntuosa, ricamente arborizada

 Extenso muro mostrando profundidade do imóvel

 A propriedade se estende a perder de vista em área nobre de Brasília

Foto tirada pelo O Antagonista, mostrando carro de luxo estacionado na garagem.


Agora uma foto aérea da propriedade, essa graças ao Google:

Foto mostra piscina ampla e campo de futebol mais jardins - Escala de 20m , área marcada em vermelho.


Segundo, vamos às fotos enviadas pelo Ministro Comissário do "aluguel" ao site O Antagonista:


Agora reparem em alguns detalhes:

1) Contrato renovado agora em março/15 a R$ 6.400,00, preço irreal para o imóvel (vide abaixo):
2) Prazo de 5 anos (60 meses), atípico porém não proibido.
3) Fiadora "Maria Abadia Alves" - Membro da AGU/PGF, viveu em cargos comissionados ora junto à Presidência da República, ora junto a Ministérios, se aposentando em 2003. É casada com o advogado Claudismar Zupiroli, que defendeu por anos a Petrobras em processos no TCU.
4) Estrategicamente não se vê direito o registro do contrato no cartório (canto inferior esquerdo da segunda página) mas pela borda dos números percebe-se que não foi registrado em 2015.
5) O nome do Locatário, empresa "VB 14 Consultoria", fundada em 2013, tem como registro "Atividades de intermediação e agenciamento de serviços e negócios em geral, exceto imobiliários"



6) Se Gabas afirma que aluga a casa há anos, como a proprietária (VB14) foi fundada apenas em 2013?
7) Na página final do contrato está escrito que o mesmo é para fins "não-residenciais". Como assim?
8) Entre as "testemunhas", encontra-se a assinatura de Lindolfo Sales, ex-presidente do INSS e atual chefe de gabinete de Gabas. O outro é Joseílton Santos, assessor especial do Ministro Gabas. Usualmente as testemunhas são da parte locadora ou da imobiliária ou 1:1, as duas testemunhas serem do locador é estranho.

Terceiro, vamos tentar achar uma casa similar no Lago Norte pelo mesmo preço:

Imóvel similar por 6.400 reais não existe, O mais barato foi 8.000 reais em um imóvel de localização bem pior comparativamente à quadra de Gabas. A média é de 12 mil pra cima, o dobro do preço que consta no Contrato.

Ou seja, temos um Ministro de Estado que mora supostamente de aluguel, numa mansão luxuosa em área nobre da capital, cujos donos estão sendo investigados pela Lava Jato e familiares já foram presidentes dos fundos de pensão controlados pelo Ministro locatário. O contrato é nitidamente subfaturado com preços irreais para a localização e tamanho da propriedade e possui inúmeros indícios de irregularidade, a começar pela locadora "VB 14" que não é imobiliária (vide CNPJ) mas aparece locando imóveis, erro grosseiro de "contrato para fins não residenciais" que jamais seria cometido em um contrato simples de aluguel, assinaturas de testemunhas apenas ligadas a Gabas, data de registro em cartório não bate com época do documento, fiadora é servidora aposentada que tem ligações com Petrobrás e TCU e viveu em cargos comissionados no governo do atual Ministro de Estado e, pior, Gabas ainda recebe ilegalmente auxílio-moradia para "ajudar" a pagar esse imóvel ( http://www.perito.med.br/2014/01/mais-escandalos-agora-o-escandalo-do.html ).

Temos algumas assertivas para este caso:

  • Esse contrato tem toda pinta de ser fictício. Não bate com a realidade.
  • O preço escrito, R$ 6.400,00, é irreal para o tipo de locação.
  • Com certeza se trata de uma ação entre amigos, pelo preço e condições. Incompatível com a figura de Ministro de Estado.
  • VB 14, tem que checar se essa empresa existe de fato e porque está alugando imóveis se em seu CNPJ recém-criado consta especificamente que não fará isso.
Das três uma:

  • Ou essa casa na verdade pertence a Gabas e está escondida sob contrato de gaveta disfarçado com esse contrato irregular de aluguel.
  • Ou essa casa não é de Gabas mas está sendo cedida a ele para moradia, seja de graça, seja a preços subfaturados. Das duas formas isso representaria favorecimento indevido do Ministro.
  • Ou Gabas de fato é um gênio dos negócios, conseguiu fechar uma mega mansão pela metade do preço do aluguel, teve uma incrível sorte dos seus amigos aceitarem esse prejuízo e continuarem amigos e todas as irregularidades são devido a estagiários imbecis.

ELISETE, LINDOLFO E A TCHURMA..... PREPAREM-SE



A prisão/condução coercitiva de Carlos Gabas é apenas a ponta do iceberg, os esquemas da Consist e da Previc abriu uma caixa de pandora que vai tragar toda a gestão do INSS na última década, especialmente a nata, a elite, a turma da "grande gestão previdenciária".

Lindolfo vai ter que voltar de Natal, talvez transferir sua matrícula para uma Federal de São Paulo lhe ajude a obter semi-aberta. Quem sabe ele explica aquele contrato de gaveta do aluguel da mansão de Gabas?

Elisete e sua tchurma que se preparem. A Lava Jato vai devassar os esquemas da Previc. Não vai sobrar ninguém.

Alguém aqui achava possível um Ministro de Estado sustentar a filha na faculdade de medicina mais cara do Brasil, pagar 6 mil de aluguel numa mansão no Lago Norte cujo qualquer anúncio nas redondezas cobram o dobro? Ter várias Harley Davidson?


Na foto acima, Elisete Berchiol quando soube da notícia da prisão de seu eterno líder Carlos Gabas.

Também rodou o amigão de Gabas, Dércio Guedes de Souza, Quem é Dércio? Ele é dono da JD2 Consultoria, alvo da Operação Pixuleco II, e amicíssimo de Carlos Gabas.


POLÍCIA FEDERAL NA CASA DE GABAS

Na  31. fase da Lava Jato, intitulado CUSTO BRASIL, a PF prendeu Paulo Bernardo, ex-ministro de Lula e Dilma e marido da Senadora Gleisi Hoffman, está na sede do PT em SP e na casa de Carlos Gabas, ex-todo poderoso da previdência social.

Não se sabe se Gabas será preso ou não, mas a PF está lá desde as 6h. Trata-se do esquema de consignação da empresa Consist junto ao MPOG entre 2010 e 2015.

segunda-feira, 13 de junho de 2016

BOATOS CRIADOS POR SERVIDORES PETISTAS CAUSAM PÂNICO NO INSS - MP 731 NÃO VAI EXTINGUIR GERÊNCIAS, CARGOS E FUNÇÕES. NÃO HÁ PL PARA VINCULAR SALÁRIO DE PERITOS A APOSENTADORIAS POR INVALIDEZ.

Um boato lançado nas redes sociais por um grupo de servidores do INSS ligados ao PT e ao PSOL, principalmente de São Paulo e conhecidos por serem incompetentes e não afeitos ao trabalho, viralizou na NET causando pânico em grupos de funcionários, gestores e atores ligados ao INSS.

O boato dizia que a MP 731 extinguia cargos do INSS, como as gerências de APS e GEx, e que as portas estavam abertas para servidores de fora assumirem funções dentro do INSS.


MENTIRA!

Uma leitura atenta da MP 731 mostra que ela apenas MUDOU o nome de cargos comissionados de diversas autarquias e carreiras, como a FCINSS, e os cargos de livre-nomeação chamados "DAS", para um nome único: Função Comissionada do Poder Executivo (FCPE).

Os valores continuam iguais por enquanto. E metade dessas funções só poderão ser ocupadas por membros de carreira do Serviço Público. Além disso, o artigo 4º do Decreto 7556/11 é claro ao dizer que os cargos comissionados nas SR, GEx, APS e acessórios só podem ser ocupados por servidores das carreiras da previdência social.

Outro boato se refere a um BLOG de petistas que recentemente perdeu a mamata (Tijolaço) que propaga uma suposta "reforma do Temer" com vários pontos polêmicos sobre mudanças na previdência, chegando ao cúmulo de uma proposta que vincularia o salário do perito ao número de aposentadorias por invalidez que ele concederia, um escárnio completo.

Na verdade trata-se de um compilado de propostas de órgãos do Poder Legislativo (Câmaras consultivas), feitas no GOVERNO DILMA, para dar uma alternativa ao projeto de ajuste fiscal que se discutia no início de 2015 (MP 664 e MP 665). A sugestão de vincular salário de perito a aposentadorias foi rejeitada já na época.

O que mais o PT está fazendo nesses dias é lançar boatos, falsas notícias e plantar bombas no governo novo, pois não se interessam pelo país e sim pelas suas mamatas, esquemas e roubalheiras. 

Muito cuidado quando aparecer mais uma "bomba" em sua timeline, WhatsApp ou similar. Provavelmente a bomba é do PT, para boicotar o governo e prejudicar você. 

sexta-feira, 10 de junho de 2016

LEONARDO GADELHA DESISTE DO INSS

O indicado do PSC para ocupar a Presidência do INSS, Leonardo Gadelha (PB), desistiu ontem da nomeação, que já estava na Casa Civil aguardando o crivo do GSI/Abin.

A insistência do Governo em achar nome externo para ocupar esse cargo, no atual momento, será infrutífera.

Enquanto isso, a equipe petista continua dentro dos cargos, plantando bombas e armadilhas para sabotar o novo Governo. Cada dia de demora serão meses para resolver essas armadilhas.

terça-feira, 7 de junho de 2016

NAMORO COM PMDB NÃO DÁ CERTO E IVETE SE ESCONDE EM APS DE 6H

Após passar anos ameaçando tirar as 6h de servidores e de ter tentado um flerte com o PMDB para permanecer superintendente regional, a realidade bateu à porta de Ivete Bittencourt.

Após ser descoberta e ver sua jogada com o PMDB ir ralo abaixo, tratou de pedir à sua sucessora na GEx Santos um lugarzinho na sombra para se esconder dos servidores quando da sua exoneração do cargo.

A amiga retribuiu o apoio e em tempo recorde, mesmo com a "servidora Ivete" ainda ocupando cargo de confiança, o que é proibido pela Lei, removeu a nossa amiga pra APS ADJ Santos, que fica bem localizada, tem turno estendido e, principalmente, longe dos sindicatos e dos servidores a quem tanto sacaneou quando chefe.

Vejam a publicação às ocultas....