domingo, 20 de fevereiro de 2011

ESQUIZOFRENIA E APOSENTADORIA

20/02/2011 06:00:17
Esquizofrenia é doença que mais tira pessoas do trabalho
Na região de Marília, 112 pessoas foram aposentadas pelo transtorno
 
A esquizofrenia lidera a lista das 10 principais doenças que afastam ou aposentam trabalhadores na região. Conforme dados da agência da Previdência Social, que além de Marília abrange outros sete municípios (Pompeia, Vera Cruz, Oriente, Echaporã, Oscar Bressane, Lupércio e Ocauçu), 112 pessoas foram aposentadas por conta da doença e outras três se encontram atualmente recebendo auxílio sem condições de retornar ao trabalho. Atualmente são 5.456 pessoas afastadas[...]
Leia mais:

23 comentários:

Beatriz Daher disse...

Olá. Sou advogada e minha mãe é esquizofrênica. Optamos por tratá-la sem saber, pois não aceita a doença e diz que esse remédio mata. Por essa razão, faz uso de Haloperidol, quase que diariamente (quando têmos êxito na administração da medicação, mesmo escondido), estando, embora de forma anormal, sendo medicada. Pretendo entrar com pedido de aposentadoria, e gostaria de saber: Para o exame médico com o perito, continuo dando a medicação? ou deixo um tempo sem esta, para que o perito veja como fica sem o uso? Outra coisa: Eu posso entrar na consulta antes, para que demonstre o uso do remédio, sem que ela saiba?!
Fico grata e ansiosa pela resposta.

Beatriz

MARCOS PIUÍ SURFISTA DE TREM disse...

Creio que o exame somente será realizado com a pessoa sã ,sem remédios...
Mas como disse que sua mãe é esquizofrênica ,certamente tem laudos psiquiátricos que atestam isto ,e receitas médicas para o uso do remédio que sua mãe usa atualmente...com isto o perito saberá os procedimentos necessários
e acho um pouco imprudente não dizer a verdade a sua mãe...e remediá-la sem a mesma ter ciência...no mais ,ATT. ROGER

Tutancamom disse...

MEMORANDO-CIRCULAR CONJUNTO Nº 10/INSS/PRES/PFE
Em, 23 de março de 2011; nesta circular pouco divulgada pelos meios de comunicação o INSS deixa claro a permissão para um acompanhante ou o médico do segurado durante a perícia, o INSS não divulga, mas não dificulta, o formulário encontra-se disponível no balcão de informações e pode ser preenchido inclusive no próprio dia da perícia e o perito também não oferece resistencia, o ideal é que o realmente se necessite usar este recurso pelo fato da pessoa ser totalmente impossibilitada por uso de remédios ou pela enfermidade em questão, NUNCA AJA DE MA FÉ OU INTERFIRA NA PERICIA SEM SOLICITAÇÃO DO PERITO, ALGUNS ESTAO LA P DIZER NAO ATE P/ DEFUNTO ENTAO NAO ESTRANHE SE FOR CONSIDERADO APTO MESMO COBERTO HÁ ANOS DE LAUDOS E USO DE MEDICAMENTOS. FALE POUCO, OS DOCUMENTOS FALAM POR SI, SUA FUNÇÃO É ENTRAR E SAIR COM O SEGURADO EM SEGURANÇA, O SIMPLES FATO DE FALAR JA FGAZ O PERITO ENTENDER QUE VOCE PODE PEDIR ESMOLA EM ALGUMA ESQUINA, PRONTO; VOCE TA APTO(A).

Jorge Lacerda Frazão Ghisleri disse...

Ola Beatriz, boa noite vc nao precisa deixar ela sem medicamentos, basta vc comprovar com receitas e laudos da doença, e em questao da medicação vcs podem opetar pelo injetável que e de 30 em 30 dias.
Espero ter ajudado

Danillo Malaquias disse...

Eu encostei pelo Auxílio - Doença em novembro do ano passado com o CID F 43 e F 31.5 CID 10 e agora no dia 12/07/2016 meu médico trocou meu CID para F 20 Esquizofrenia Paranóide faço o uso de Olanzapina 10 MG - COMP, Revotril 2 MG COMP, Depakote 250 MG COMP, Haldol 5 MG COMP e Fenergan . Estou 9 meses afastado do trabalho, o meu atestado vence dia 16/09/2016 será que esse CID 10 F 20 o perita do INSS me aposenta?

Danillo Malaquias disse...

Eu encostei pelo Auxílio - Doença em novembro do ano passado com o CID F 43 e F 31.5 CID 10 e agora no dia 12/07/2016 meu médico trocou meu CID para F 20 Esquizofrenia Paranóide faço o uso de Olanzapina 10 MG - COMP, Revotril 2 MG COMP, Depakote 250 MG COMP, Haldol 5 MG COMP e Fenergan . Estou 9 meses afastado do trabalho, o meu atestado vence dia 16/09/2016 será que esse CID 10 F 20 o perita do INSS me aposenta?

Danillo Malaquias disse...

Eu encostei pelo Auxílio - Doença em novembro do ano passado com o CID F 43 e F 31.5 CID 10 e agora no dia 12/07/2016 meu médico trocou meu CID para F 20 Esquizofrenia Paranóide faço o uso de Olanzapina 10 MG - COMP, Revotril 2 MG COMP, Depakote 250 MG COMP, Haldol 5 MG COMP e Fenergan . Estou 9 meses afastado do trabalho, o meu atestado vence dia 16/09/2016 será que esse CID 10 F 20 o perita do INSS me aposenta?

Roseclei disse...

Olá, meu marido tem 52 anos de idade. Tem 26 anos de contribuição de INSS. Ele era professor, mas pediu demissão há 12 anos, porque não conseguia mais entrar em sala de aula. Na época foi tratado como sendo síndrome do Pânico por um clínico geral e ele voltou a trabalhar um ano depois no escritório de vendas de uma cooperativa. No entanto, ele dizia que passava mal e novamente foi tratado para síndrome do pânico. Foi trabalhar no supermercado dessa cooperativa, num lugar onde mais amplo e sem muita pressão, sem muita interação com pessoas. No entanto, continuou a tomar medicação para síndrome do pânico e depressão. Há dois anos e 7 meses, entrou em surto novamente e depois de 4 meses o clínico mandou para a psiquiatra que diagnosticou Esquizofrenia paranóide. Ele não está em surto como no início onde tinha alucinações, perseguições, etc. Mas tem um medo constante, apesar da medicação e do tratamento com psiquiatra, psicóloga. Está em auxílio- doença desde dezembro de 2013, com perícia de 6 em 6 meses. No entanto, ele apesar de melhoras, não tem memória recente, pouca interação,dorme muito e está com a fala afetada pela medicação. Ele tem medos e o maior deles é retornar ao trabalho, principalmente ao antigo, pois imagina que lá todos estavam tramando contra ele, sendo filmado e perseguido. Falei com uma advogada e ela me disse que enquanto o perito não negar o auxílio -doença não posso pedir a aposentadoria. Mas se é um direito dele e comprovado pelos laudos que ele tem incapacitação para o trabalho, que já foi readaptado. Além disso, ele tem uma ressonância que mostra que ele teve uma redução da massa cinzenta em quarenta por cento, o cérebro dele é de uma pessoa de noventa anos. Como proceder para pedir a aposentadoria, considerando que haverá mudanças nessa área também o que pode piorar o caso dele.

Jose Carlos Leoche Capistrano disse...

Oi o meu irmão tem escrisofenia e tá aposentado por invalidez deste de 2005,ele pode ser chamado para perícia com esta nova regra do governo

Jose Carlos Leoche Capistrano disse...

Oi o meu irmão tem escrisofenia e tá aposentado por invalidez deste de 2005,ele pode ser chamado para perícia com esta nova regra do governo

luciana disse...

Meu marido é agente penitenciario, está no auxilio-doença há 11 meses. Ele é portador de esquizofrenia paranoide CID F 20.0. Trabalha com escolta de presos e usa armamento pesado. Ele qdo está sem os remédios fala que quer voltar para que leles liberem a arma particular dele, pois está sendo perseguido por alguns presos que entra no nosso quarto a noite, delírio dele lógico. Queria saber se consigo aposentá-lo, pois tenho medo do INSS liberá-lo para o trabalho e ele matar alguém ou se matar, pois voltará a usar armas.

janira guilherme disse...

Gostaria de saber tem como o trabalho afastar o meu marido do trabalho pois ele e escrisofenico pois esta bem tomando a medicacao e a pissiquiatra dele nao afastou ele do trabalho pois ela deu um laudo médico dizendo q esta abito pra trabalhar mas o patrao n quer q ele trabalhe queria saber o q eu faco

janira guilherme disse...

Gostaria de saber se tem como o empresa afastar o meu marido do trabalho pois ele e escrisofenico pois esta bem tomando a medicacao e a pissiquiatra dele nao afastou ele do trabalho pois ela deu um laudo médico dizendo q esta abito pra trabalhar mas o patrao n quer q ele trabalhe queria saber o q eu faco

Etiene Barbosa disse...

oi eu tenho um filho esquizofrênico e o medico também sem ele saber porque quamdo contei a ele nao aceitou e nao quer tomar o remédio e muito dificil controlalo nas crises mas quando ele sai das crises ele toma sem problemas

Clau disse...

Gostaria de saber se quem não contribuiu para o INSS tem direito a aposentar ou encostar, minha irmã tem esquizofrenia trabalhou alguns meses registradas mais no momento estava sem trabalho 5 anos tem uma filha pequena sem pai vive di bolsa família e ajuda da família.obrigada

lz fercos disse...

Bom dia, meu companheiro é esquizofrênico e trabalhou apenas por um mês de carteira assinada em 2007. Em 2015 entrarmos com o pedido de auxílio doenças e foi para o recurso e depois negado. Em 2016 foi feita nova pericia e mais uma vez foi para o recurso e negado. Ele não tem condições de trabalhar, pois ouve vozes e tem algumas alucinações mas ele faz uso de medicações e frequenta o CAPS para se tratar com psiquiatra e fazer terapia. Queria saber se no caso dele pode ser feitos o pedido de aposentadoria. Ele tem 33 anos. Ele contribui com o INSS desde de 2010. Aguardo contato. Obrigado.

Gisele Alves disse...

TEM TOTAL DIREITO.

Unknown disse...

Procura um outro médica que posso da um laudo mas específico sobre a doença o ideal seria destrincha todos os sintoma no laudo.

David Lima disse...

Eu estudo um curso superio.No entanto FUI diagnosticado como ESQUISOFRÊNICO paranoica,uso olanzapina de 10 MG,tomo um de 10 MG e um de 5 a noite e Rivotril de 2.0 MG,uso dois TODA NOITE,será que posso me APOSENTAR? Atrapalharia meu mundo acadêmico? Prejudicaria quando eu formar e for para o mercado de trabalho?
Agradeço a resposta,aguardo ansioso.

David Lima disse...

Alguém poderia me responder,por obséquio?

David Lima disse...

Eu estudo um curso superio.No entanto FUI diagnosticado como ESQUISOFRÊNICO paranoica,uso olanzapina de 10 MG,tomo um de 10 MG e um de 5 a noite e Rivotril de 2.0 MG,uso dois TODA NOITE,será que posso me APOSENTAR? Atrapalharia meu mundo acadêmico? Prejudicaria quando eu formar e for para o mercado de trabalho?
Agradeço a resposta,aguardo ansioso.

Palomeu Filho disse...

sou epiletico e durante o meu tratamento tomando carbamazepina e deoakene 500g iniciado em 11-09-2015 retornei agora em 2017 dia 20 de outubro ele receitou mudou minha médicaçao . retirou o depakene e colocou o depakote , carbamazepina, e o RISS TODOS 3 vezes ao dia . esse riss é pacientes com ESQUIZOFRENIA eu sou EPILETICO. com essas duas doenças posso conseguir o auxilio doença? me ajudem por favor. Deus abençoi quem me ajudar. o meu whatsapp é 091991348929

Andressa Samara disse...

Simpatia para conseguir algo difícil 1
Faça no dia 11 de qualquer mês esta oração para Santa Clara:

"Oh, Santa Clara, que seguiste Cristo com tua vida de pobreza e oração, fazei com que, entregando-nos confiantes à providência do Pai Celeste, no inteiro abandono, aceitemos serenamente tua soberba vontade."

Repita esta oração durante nove dias, rezando em seguida uma Ave-Maria e um Pai-Nosso, com uma vela acessa na sua frente. Quando for atendida, publicar ou divulgar essa oração.

Simpatia para conseguir algo difícil 2
Se na sua cidade tiver uma igreja de Santa Rita de Cássia, coloque no altar da Santa algumas flores cheirosas. Em seguida, faça uma oração de sua devoção, suplicando paz interior e sabedoria. Peça para que você consiga, com as bênçãos dessa Santa, aquilo que está considerando impossível.

Use sua fé e conseguirá o que deseja. Saia da igreja fazendo o Sinal-da-Cruz.

Observação: Se na sua cidade não tiver a igreja de Santa Rita, pode realizar a simpatia em outra de sua devoção.

Oração para uma graça difícil
"Ó, amados mártires de Cristo.
Ó corajosos e decididos Mártires de Cristo. Por seu nome humilhados, suplicados e sentenciados, padecendo flagelos nas mãos dos cruéis.
Valei-me, pois preciso de vós!
Aqui me coloco com a alma confiante, lanço o meu apelo confiando em vossa intercessão para me fazer merecedor (ou merecedora) de alcançar uma graça impossível aos homens e apenas ao alcance de Deus.
Bem sei da Glória que gozais junto ao Senhor. Fazei então, que eu consiga
(Fazer aqui o pedido com muito fervor)
Para que eu seja um eterno devoto e seguidor de vossas obras aqui na terra, enquanto vós nos protegeis e orientais de vosso lugar no Céu, ao lado do trono do Criador, junto a Jesus Cristo, Amém