quarta-feira, 31 de agosto de 2016

CONDUTA VERGONHOSA DE WIECKO PROVA QUE ESTE BLOG SEMPRE ESTEVE CERTO: PROCURADORES DA PFDC SEGUIAM LINHA PARTIDÁRIA, PETISTA, ANTI-MÉDICA. DEVIAM ESTAR NA LAVA JATO, MAS COMO RÉUS.


Uma vergonha nacional. A Vice Procuradora-Geral da República, subprocuradora Ela Wiecko, foi flagrada fazendo protestos em Portugal contra o Presidente da República, Michel Temer, chamando-o de golpista. Na foto acima, é a senhora à esquerda, de óculos escuros.


Em um país que se respeite minimamente ela seria demitida do serviço público e presa, pois o cargo que ocupa não lhe permite tamanha manifestação de tamanho sectarismo. Qualquer servidor público comum estaria respondendo PAD por isso.

Ela Wiecko era, até hoje, uma das mais poderosas procuradoras do MPF. Além disso, era a referência nacional em "direitos humanos", tendo ocupado a chefia da Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão (PFDC) entre 2004 a 2008.

Em 2006, autorizou a abertura do GT da Previdência da PFDC, grupo este que, mergulhado no mais puro petismo sectário e anti-médico, atuou como quinta coluna e linha auxiliar do governo petista para destruir a carreira médica pericial, vitimizando a gestão, usando os peritos como bode expiatório da má gestão de Gabas e Elisete. 

O GT foi um grande teatro, cheio de holofotes. Com apenas UMA única "visita" a poucas e não-representativas agências, em locais não representativos da realidade nacional, "concluíram" que os peritos eram os vilões da má gestão do INSS. Por anos a fio fomos culpados na mídia e no governo, Gabas e suas meninas adestradas da PFDC conseguiram o que queriam, a carreira começou a desandar e vieram as terceirizações e os contratos "de emergência", as "concessões automáticas", o "bolsa previdência" estava criado. Fizeram 35 reuniões em 10 anos, propuseram 1 TAC, 57 medidas, foram solenemente ignorados pelo INSS, era tudo uma peça de ficção, teatro da vida real,

Wiecko foi a líder desse processo todo, a tutora da rainha do GT, que por 10 anos atuou (como num palco de teatro) fazendo todos a crerem que havia algo sendo feito pelo MPF a favor do cidadão.

Sob os óculos escuros de Ela Wiecko estão, tacitamente, Darcy Vitobello, Zélia Pierdoná, Niedja Kaspary, Aurélio Rios e todos seus parceiros progressistas e petistas que transformaram a PFDC numa espécie de diretório supra-partidário das idéias petistas e progressistas que tanto mal causaram ao país.

Antes dessas lamentáveis imagens chegarem ao público, devem ter sido compartilhadas entre procuradores afins com títulos de "fora golpista", "não reconheço governo golpista"...

Imaginem a subprocuradora Wiecko escrevendo em uma peça denunciatória algo como "primeiramente, fora Temer"... Foi o que ela, simbolicamente, fez ao segurar aquela faixa em Portugal.

Se os procuradores da área criminal e do patrimônio merecem nossos aplausos, os procuradores da área do direito do cidadão merecem nosso mais intenso repúdio. Procuradora que grita "Fora Temer" em público deveria estar na Lava Jato, mas como investigada, por terem deixado o governo caído atuar de forma tão desastrosa, anos a fio, sem nenhuma ação contra os gestores.

Por anos a fio este blog denunciou as atitudes nada insuspeitas desses procuradores de "direitos humanos". Denunciamos a política do holofote, a perseguição a peritos, a pauta anti-médica, a destruição da carreira.

Deram azar nos últimos anos: o surgimento de uma ANMP forte, aglutinadora e a queda do governo pelego que defendiam. O GT perdeu sua força, jamais respondeu aos relatórios enviados pela ANMP, só restou aos seus criadores o ocaso, pagando de macaco de auditório em Portugal, cometendo grave ofensa constitucional, prevaricando (Se a procuradora Wiecko acha que é golpe, cade as ações judiciais?) e, por fim, perdida como toda a esquerda está, sem discurso, repetindo discursos mofados e clichês.

Obrigado, subprocuradora petista Ela Wiecko, por nos ter dado razão após 6 anos denunciando as práticas fascistas e petistas de seu grupo dentro do MPF.

CERTIDÃO DE ÓBITO DO GT DA PREVIDÊNCIA DA PFDC - 10 ANOS DE EXISTÊNCIA, NENHUM RESULTADO, FRACASSO ABSOLUTO. O INSS FICOU MUITO PIOR GRAÇAS AO TRABALHO DESSE GT.

Após 10 anos de empulhação, onde procuradores alinhados ao petismo aproveitaram as prerrogativas de seu cargo para servir de linha auxiliar dos governos petralhas em sua insana perseguição aos peritos médicos, encerra-se um dos mais tristes capítulos do MPF.

O GT da PFDC da Previdência Social, que atuou gastando verba pública por 10 anos, encerra sua lamentável trajetória com um gosto amargo de fel na boca de todos que acreditaram que este grupo iria ajudar a melhorar os direitos dos cidadãos no INSS. A certidão de óbito está à esquerda.

Com uma clara pauta partidária anti-médica, o GT atuou como quinta coluna do governo petista, especialmente a partir de 2009, no intuito de desqualificar, desmoralizar e desempoderar a carreira médica pericial do INSS, incentivando sua destruição com terceirizações, perseguições a peritos, incentivo a contratos com particulares e múltiplas ações civis públicas que só serviram para transformar o INSS em um ralo de dinheiro e pioraram os indices de todos os locais submetidos a essas ações destruidoras.

Se alguém ainda tinha dúvidas da atuação partidária desse grupo de procuradores, basta ver que ontem a chefe máxima desse grupo, a subprocuradora Ela Wiecko, foi pega fazendo passeata anti-Temer em Portugal.

Uma representante superior do Ministério Público Brasileiro, fazendo protesto e passeata no exterior contra o governo brasileiro? Isso é um absurdo, um crime de lesa pátria, se houvesse decência a procuradora pediria imediatamente sua demissão do cargo público. Nos Estados Unidos estaria presa.

O GT da PFDC, conhecido como "GT da Darcy", em 10 anos não conseguiu nenhuma melhora para a população, apenas serviu de holofote, bagunçou a já fragilizada harmonia nas repartições, foi cúmplice da má gestão de Gabas que destruiu a previdência social.

Fizeram 35 reuniões, propôs ou recomendou 57 ações diversas, todas descumpridas e solenemente ignoradas, exceto a única que de fato vingou: o SISREF, em 2009. Por vários anos recomendou mudanças nos sistemas, pediu revisões de aposentadorias por invalidez, foi sonoramente ignorada pelo INSS, que cuspiu e jogou no lixo uma proposta de TAC em 2010 ao qual o MPF, seguindo o roteiro teatral, não ingressou com ação civil pública, fato raríssimo no MPF quando tem um TAC rejeitado. Se deixaram passar por bobos.

Receberam relatórios dos peritos sobre a má gestão, jamais deu UMA resposta, devem ter jogado no lixo, não fizeram absolutamente NADA na greve dos peritos de 2010 e 2015, a não ser tentar sabotá-la. Em 2015 o então PFDC perguntou a ANMP, em reunião, se o INSS estava fazendo eles de bobos, os peritos disseram: SIM. Nada foi feito, absolutamente nada.

Os petistas da PFDC, em especial do GT da Previdência, gastaram 10 anos do seu trabalho, de dinheiro público e de equipamentos públicos para fazer absolutamente NADA. O INSS está muito pior agora do que em 2006, quando o grupo iniciou, coincidentemente após o segundo grande concurso público de peritos médicos.

Soubemos que até a data de hoje a rainha-mãe do GT, a amigona da Elisete, continua mandando mensagens pedindo aos procuradores jovens para serem implacáveis na perseguição dos peritos médicos, apenas dos peritos médicos, esquecendo-se (sempre) dos gestores e das outras carreiras do seguro social.

Com o fim do governo petista, aparentemente perderam a razão de existir, pois seus mestres foram defenestrados do Planalto, então decidiram encerrar os trabalhos. Trabalhos (???)

Como gafanhotos em uma plantação, passaram arrasando tudo, deixando um campo arrasado, fome e desespero nos que ficaram. Não vão deixar saudades.

segunda-feira, 29 de agosto de 2016

GABAS CASA A FILHA EM RESORT 5 ESTRELAS NO CARIBE. QUEM ESTÁ BATENDO O SISREF DE GABAS?

Foi uma cerimônia sem alarde, sem grandes divulgações, mas linda, luxuosa e exuberante. A cerimônia de casamento da filha médica de Carlos Gabas, realizada em um luxuoso e caríssimo resort 5 estrelas do Caribe, mais precisamente em Cancún, México, foi um sucesso de cabo a rabo e desde já desejamos felicidades ao mais novo casal médico formado.

Para quem se perguntou onde estava Gabas nos últimos dias de Dilma no Planalto, porque ele não foi nesse final de semana apoiá-la, a resposta está ai: ele estava em Cancún, para o casório da filha, recém-formada em medicina e exercendo estágio em cirurgia cardíaca na BP de São Paulo.


Trata-se de mais uma demonstração de forte ostentação financeira do ex-ministro, ex-secretário, ex-comissário e ex-croque da Previdência Social, aparentemente incompatível com sua renda oficial. Um luxo que nenhum servidor público federal consegue ostentar apenas com sua renda oficial.

O resort escolhido é um dos mais caros e exclusivos de Cancún, tão caro que não disponibiliza valores de diárias em sites oficiais de turismo do Brasil e dos Estados Unidos, mas classificado como 5 estrelas pelas agências internacionais, conforme pode ser visto nas fotos abaixo:



Será que Gabas pode usar na cerimônia algum dos Rolex ou das Mont Blanc apreendidas em sua casa pela Polícia Federal?

Há, porém, outro fato mais importante a esclarecer: Desde 13 de maio de 2016 (dia da libertação dos escravos e de Nossa Senhora de Fátima), Gabas está à disposição da Superintendência Regional de São Paulo, onde está lotado, conforme telas abaixo, sem nenhum motivo para se ausentar do trabalho.


Considerando o prazo máximo de 30 dias de trânsito, era para Gabas está batendo ponto desde 12 de junho de 2016 na SR 1. Nunca o fez. Publicamente, Gabas permaneceu em Brasília, no Palácio do Alvorada, fazendo parte da equipe de defesa da ex-Presidente Dilma.

Não há autorização legal para Gabas permanecer fora do seu horário de trabalho na SR1, como hoje, quando se encontra no Congresso abraçado à Dilma em seu naufrágio derradeiro. A suposta quarentena não atinge o serviço público, ela não exime o beneficiário de voltar a cumprir seu cargo público. Não há portaria pública de cessão dele para o gabinete da Presidente afastada.

Logo, a pergunta que fica é: Quem está abonando ou batendo o ponto de Carlos Gabas? Onde está o ato legal que o permite se ausentar do trabalho na SR-1?
Outra pergunta: De onde saiu o dinheiro para bancar o casamento de sua filha em luxuoso resort internacional em Cancun, México?
Por fim: Polícia Federal, quem autorizou a saída de Carlos Gabas do Brasil para ir ao casamento de sua filha no México?

sexta-feira, 26 de agosto de 2016

CONTO DA CAROCHINHA

Tem Superintendente por ai acreditando que Médico Sanitarista dá plantão de 12h em noite e em final de semana em hospitais....

Em compensação, tem RH do GDF que anda emitindo declarações de horários no mínimo, no mínimo, imprecisas.... Será que se sustentam à prova fática?

Com hospital funcionando em esquema de plantão apenas com plantonistas de emergência, urgência, UTI, plantonistas enfermeiros, laboratório (básico), radiologia, fisioterapeutas e visitas de alguns clínicos para prescrição em enfermarias, com todo setor administrativo, epidemiológico, ambulatorial e de retaguarda fechados, a pergunta é: O que faz uma médica sanitarista em um plantão noturno e de final de semana em hospital?

A resposta é: nada. Por isso que a sanitarista deve mesmo é ficar em casa, não vai fazer falta.

Superintendente, vamos fazer uma investigação mínima?

quarta-feira, 24 de agosto de 2016

PETISTA VAMPIRA NÃO RECONHECE O GOVERNO, MAS NÃO QUER LARGAR A BOQUINHA. DIFÍCIL EXPLICAR 18H DIÁRIAS DE EMPREGOS PÚBLICOS....

Durante os últimos anos os peritos médicos da região V (CO e N) penaram nas mãos da intitulada representante técnica da DIRSAT local, Marília Gava, a vampira petista.

Marília Gava era conhecida na base como Cruella pelo modo como tratava os peritos que trabalhavam sob as piores condições possíveis. Por seu afinamento com o então Comissário da Previdência, também era chamada de "Marília Gabas". Por sua devoção à ex-Presidente Dilma, era chamada de "representanta".

Tanto peleguismo tinha sua razão: detentora de dois concursos de 40h (Perita Médica Previdenciária e Médica Sanitarista do Hospital de Ceilândia - GDF), ficava difícil explicar como cumpria jornada diária de 18h (9h no INSS mais 9h em Ceilândia como Médica Sanitarista) e, pior, como conseguia cumprir isso sem bater horário concomitante. 


Gabas, digo, Gava, alegava que fazia plantão de auditoria noturno e em final de semana em Ceilândia...(pausa para risos..... quem conhece hospital sabe que não existe sob nenhuma hipótese a presença de nada além da equipe mínima - plantonistas e logística - nos plantões noturnos e de finais de semana, principalmente em hospitais públicos. Médica sanitarista ou auditora noturna ou de fim de semana seria algo inédito, e inútil.)

Mesmo considerando essa hipótese, ela teria que passar todas as noites em claro fazendo auditorias em um hospital público em Ceilândia para cumprir as 40h, ou seja, ela teria que trabalhar de segunda a sábado sem dormir. Apesar de ser tentador acreditar nessa hipótese, pois combinaria com sua fácies vampiresca, convenhamos, que baita enrolação né?

Se tivesse que ficar na APS fazendo perícias, seu esquema seria facilmente descoberto. Por isso se dedicou fielmente nos últimos anos a exercitar a principal prática petista:o peleguismo explícito para conseguir uma boquinha. 

Com o cargo na SR-V, ela não se livrou do SISREF mas saiu dos holofotes e das luzes (olha a vampira de novo!). Graças ao acobertamento que teve por anos a fio sob a batuta do Superintendente Andre Fidelis, Gava nadou de braçada nos seus vínculos impossíveis, voando de gerência em gerência para vampirizar os peritos e, claro, conseguir diárias, vampirizando também os cofres públicos. Diárias que acumulam, segundo o Portal da Transparência, mais de 40 mil reais nos últimos anos. Somente esse ano, 2016, já recebeu quase R$ 9 mil em diárias, devidamente vampirizadas.


De bem com a vida, protegida da luz da transparência, vampirizando gerências de forma regular, batendo 18h por dia sem ser incomodada pelo TCU, CGU, MPF PF, fora a corregedoria distrital, tudo parecia um sonho, mas não, a Presidente caiu.

A vampira se desesperou. Porém crente que contava com a proteção de Andre Fidelis, não só se manteve na ativa como passou a atacar o Governo Novo, com frases clássicas de "não vai ter golpe, não reconheço governo golpista, etc". Não reconhecia mas se mantinha em função especial dentro desse mesmo governo.

Até que semana passada levou um poderoso pé-na-bunda da nova Diretoria de Saúde do Trabalhador, que dignificando sua gestão e os peritos, expulsou todos os que parasitavam as representações locais nas superintendências.

Desesperada, relatos dão conta de que está em histeria, gritando, convulsionando, como uma vampira exposta à luz da decência. Subitamente baixou uma crise de consciência e passou a atacar projetos do governo como a MP 739, aos quais antes se mantinha caladíssima. 

Por trás de tanto desespero está o pavor de ir para uma APS para trabalhar: seria revelada, teria que se submeter às regras que ela mesmo impôs aos outros peritos. E o medo dos peritos cobrarem o sangue tomado de volta?

Porém esse blog acredita que o Superintendente André Fidelis não vai cometer a imprudência de continuar acobertando as malvadezas de Cruella, a vampira petista, e irá encaminhá-la imediatamente para a Gerência Executiva do DF, onde deverá ser deslocada para atendimento ao público.

Afinal de contas, principalmente após estas revelações, mantê-la encoberta na SR o tornaria cúmplice de possíveis acusações, por parte do MPF, de fraude de ponto, acúmulo irregular, improbidade administrativa dentre outros, né Superintendente Fidelis?

Ou, claro, a saída honrosa: O senhor não sabia de nada disso e agora irá tomar as medidas cabíveis ao caso, pois evidente que o senhor jamais acobertaria tal condição.

terça-feira, 23 de agosto de 2016

PELA PRIMEIRA VEZ EM 6 ANOS, EXONERÔMETRO ABAIXA DE 1 EXONERAÇÃO/DIA

Os últimos dias foram históricos para a categoria dos Peritos Médicos Previdenciários. Além de todos os ganhos que a ANMP vem amealhando para os peritos, nos últimos 70 dias, pela primeira vez desde 2010, a contagem de baixa de peritos foi menor que 1 perito por dia.

Tivemos 37 baixas, 90% por aposentadoria, uma média de 0,52 exonerações/dia ou 0,72 exonerações/dias úteis. Isto é INÉDITO em 6 anos de exonerômetro.

Mas na contagem geral, desde 01/01/2010 já somamos 2.883 exonerações/aposentadorias, uma média de 1,18 saídas/dia ou 1,72 saídas/dia útil. O que também é a menor média global desde o início da contagem em 2010.

LUTO POR GENETON MORAES NETO

Todo mundo que trabalha com jornalismo, em especial com jornalismo investigativo, ficou triste com a notícia do falecimento precoce do grande Geneton Moraes Neto, falecido ontem no Rio de Janeiro em virtude de complicações de uma cirurgia de emergência de um aneurisma aórtico, doença sorrateira, maligna e súbita.

Nossos pêsames registrados, para quem quiser saber mais sobre o colega, acesse: 


OBS: Apesar de aguda, súbita e incapacitante quando não mata, aneurisma de aorta não está elencada no rol de doenças que isentam carência. Isso quer dizer que se tivesse sobrevivido, mas não tivesse 12 meses de carência, o colega não faria jus ao auxílio-doença. Mas doenças crônicas e arrastadas como Esclerose múltipla, AIDS e hepatite crônica grave estão. Durma-se com esse barulho. A lista de isenção de carência não faz o menor sentido quando beneficia doenças crônicas e exclui doenças agudas e incapacitantes.

quinta-feira, 18 de agosto de 2016

Site JOTA republica furo de perito.med sobre ida de Siqueira ao BNDES

Site reproduz literalmente notícia divulgada no perito.med há 3 dias e que causou impacto tectônico no meio jurídico.

http://jota.uol.com.br/marcelo-siqueira-sera-diretor-juridico-bndes

Quem quer saber primeiro, lê perito.med

INSS INOVA NO CONCEITO DE "DIRIGIR UMA GERÊNCIA"

São Paulo tem sido um terreno fértil de inovações na autarquia previdenciária. Depois do episódio do peruquinha, o comunista do PSTU-Conlutas nomeado GEx de Jundiaí por indicação de um deputado tucano junto ao governo do PMDB, soubemos de uma novidade incrível.

São Paulo vai inovar na definição de "dirigir uma gerência". O cotado para assumir a GEx de São João da Boa Vista é o servidor Vilter Croqui Marcondes, motorista oficial, S-IV, admitido em 1985, ficou anos a fio na auditoria da Superintendência São Paulo, aposentado por invalidez e revertido à atividade em janeiro de 2016:

PORTARIA N 82, DE 21 DE JANEIRO DE 2016

A PRESIDENTA DO INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL - INSS, no uso das atribuições que lhe confere o Decreto nº 7.556, de 24 de agosto de 2011, e considerando a subdelegação de competência de que trata a Portaria/GM/MPS Nº 191, de 7 de abril de 2011, publicada no Diário Oficial da União (DOU) nº 68, de 8 de abril de 2011, bem como o inciso I, art. 25 da Lei nº 8.112, de 11 de dezembro de 1990, regulamentada pelo Decreto nº 3.644, de 30 de outubro de 2000, resolve:

Art. 1º Reverter à atividade o servidor VILTER CROQUI MARCONDES, matrícula nº 0.935.044, ocupante do cargo de Motorista Oficial, Nível/Classe/Padrão NI-S-IV ,aposentado por invalidez pela Portaria INSS/GEXSBV Nº 52, de 27 de novembro de 2014, publicada no DOU nº 232, de 1º de dezembro de 2014, Processo nº 35436.005002/2014-63.

Art. 2º Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação.

ELISETE BERCHIOL DA SILVA IWAI

É bom saber que a GEx São João da Boa Vista estará nas seguras mãos do motorista Vilter, que guiará o INSS nas tortuosas curvas e estradas da vida. Mas os servidores locais não tem o que se preocupar: Se o motorista falhar, sempre terão a opção de um táxi ou um über.

segunda-feira, 15 de agosto de 2016

MARCELO SIQUEIRA IRÁ ASSUMIR DIRETORIA JURÍDICA NO BNDES

O atual assessor-chefe da assessoria especial do Ministro Chefe da Casa Civil, procurador Marcelo Siqueira de Freitas, 39, irá assumir nos próximos dias a recém-criada Diretoria de Assuntos Jurídicos do BNDES.
 
Apesar de ser um dos maiores bancos de fomento do mundo, o BNDES já não tinha uma diretoria jurídica há anos, sendo defendido por advogados ligados diretamente à Diretoria do banco. A recriação da Diretoria Jurídica visa a dar mais poder e autonomia para essa defesa, que será liderada por Marcelo Siqueira.



Siqueira começou a atuar na Previdência Social logo após ingressar na Advocacia-Geral da União (AGU) como procurador autárquico do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) em fevereiro de 2000. Em 2002, ano de instalação dos Juizados Especiais Federais (JEFs) em todo o país, assumiu a Coordenação dos JEFs na Procuradoria- Geral do INSS, tendo exercido também os cargos de procurador-chefe substituto da Subprocuradoria-Geral do INSS, coordenador-geral do Contencioso Judicial interino e coordenador-geral em Matéria de Benefícios da Procuradoria Federal Especializada junto ao INSS. No ano de 2004, foi nomeado, na Advocacia-Geral da União, consultor da União. Em 2007, assumiu o cargo de subprocurador-geral federal e, de setembro de 2008 a janeiro de 2015, foi o procurador-geral federal (PGF). Em janeiro de 2015 assumiu a Secretaria-Executiva do Ministério da Previdência Social, onde permaneceu até setembro de 2015, quando da fusão do MPS com o MTE, virou Assessor Especial do Secretário Especial da Previdência Social.

Em maio de 2016, com o advento do afastamento da Presidente Dilma e a consequente extinção do MPS, Marcelo Siqueira foi nomeado Chefe da Assessoria Especial da Casa Civil da Presidência da República, onde em especial vem sendo responsável pela parte jurídica da reforma da previdência do Governo Temer.

A criação dessa Diretoria e a colocação de Siqueira nela mostra que o BNDES receberá especial atenção do governo em relação aos projetos relacionados com as reformas do país.

domingo, 14 de agosto de 2016

OS PLANOS DE LÚCIA PAQUIER E GABAS PARA SÃO PAULO,

Lúcia Paquier não se conforma até agora com a perda da Superintendência São Paulo, porém ela e Gabas articulam um plano engenhoso para manter parte do domínio sobre o INSS paulista.

Lúcia articula sair da Gerência São Paulo Sul, onde está há 12 anos, para a Gerência São Paulo Centro, a maior do país. Um preposto ficaria em seu lugar na São Paulo Sul, sob ordens diretas de Gabas e Paquier.  Lúcia já está articulando isso aproveitando o fato da GEx SP Centro estar com um interino no comando. Os ataques pelas costas ao interino Edgard já começaram.

Tendo o comando da GEx SP Sul e da GEx SP Centro, Paquier não apenas teria um poder extraordinário como, na prática, seria uma espécie de "Superintendência Paralela" em São Paulo, fazendo sombra frente à Superintendência oficial, sob comando de Oliveira, e dando ao PT todo um aparato para a campanha de Fernando Haddad em São Paulo.

Como todos sabem, a reeleição de Haddad em São Paulo é vista como a linha de corte do PT: Se Haddad ganhar, o PT sobreviverá. Se Haddad perder, o PT vai acabar.

Por isso o projeto de Gabas com Paquier é de suma importância e vital para o projeto petista em São Paulo. 

Vamos ver como o Governo se comporta diante dessa real ameaça ao INSS e ao País. Paquier não tem que sair de um lugar para outro, tem que SAIR e pronto. Está na hora de limpar o INSS desses petistas pelegos que só parasitaram a autarquia nos últimos 13 anos.

sexta-feira, 12 de agosto de 2016

IVETE EXONERADA DE SÃO PAULO. APESAR DE DESMENTIDO, INDICADO DE DEPUTADO ARNALDO FARIA DE SÁ TOMA POSSE COMO SUPERINTENDENTE DO INSS EM SP.


Não adiantou o desmentido da assessoria de imprensa do Deputado. O Governo Federal de fato fechou com o Deputado Arnaldo Faria de Sá e este indicou o nome do novo Superintendente de São Paulo. Trata-se do servidor José Carlos Oliveira, conhecido como "Oliveira".

Oliveira foi Gerente Executivo em São Paulo antes da era PT, ainda quando a GEx Sul se chamava "Gerência Executiva de São Paulo em Santo Amaro". Saiu do cargo exonerado pelo PT em 2003, quando Berzoini ainda era Ministro da Previdência:

"No 914 - Exonerar JOSÉ CARLOS OLIVEIRA, matrícula 0942089, do cargo em comissão de Gerente-Executivo São Paulo - Sul, código DAS 101.3.
RICARDO BERZOINI"
Após sair da Gerência Executiva, virou assessor do ex-vereador de São Paulo Mário Dias e depois passou a ser associado ao Deputado Arnaldo Faria de Sá, do qual é assessor direto há anos, tentando inclusive ser vereador em São Paulo pelo PSD. Oliveira era ligado ao DEM quando da sua época como Gerente Executivo.


A portaria de cessão mais recente à Câmara dos Deputados para trabalhar no gabinete do Deputado Arnaldo Faria de Sá data de 2014, conforme a portaria publicada no DOU de 30/10/2014:

"N 5.870 - Nomear, na forma do artigo , inciso II, da Lei nº 8.112, de 11 de dezembro de 1990, JOSÉ CARLOS OLIVEIRA para exercer, no gabinete do (a) Deputado (a) ARNALDO FARIA DE SA, o cargo em comissão de Secretário Parlamentar, SP01, do Quadro de Pessoal da Câmara dos Deputados."
Segundo este blog apurou, Oliveira possui credibilidade e respeito dos técnicos mais antigos da casa, além de ser um membro da comunidade muçulmana paulistana respeitado. José Carlos Oliveira, conhecido como Oliveira, tem 46 anos, é casado, pai de 2 filhos, funcionário público federal, formado em Administração de Empresas. Foi gerente executivo do INSS em Santo Amaro e chefe de gabinete do vereador Mário Dias, onde idealizou e coordenou o Grupo Oliveira, escritório político do então vereador Mário Dias (falecido em 2011, era do DEM) onde, ao longo de cinco anos, foram atendidas gratuitamente mais de 150 mil pessoas em diversas áreas. Nos 20 anos dedicados ao INSS, implantou a descentralização dos serviços do órgão, enxugou despesas e realizou mudanças estruturais que proporcionaram um atendimento mais digno e humano aos seus segurados. Foi candidato a Deputado Estadual em 2006 obteve 21.101 votos e candidato a vereador em 2008 e em 2012.

Soubemos que o Deputado Arnaldo teve que trocar o nome indicado, que era de Lúcia Paquier, tamanho a rejeição que causou. O único problema é a sombra de Gabas sobre Arnaldo. Oliveira vai fazer o jogo de Arnaldo Faria de Sá. Será que o Deputado ainda faz o jogo de Gabas?

De qualquer maneira, seja bem vindo o novo Superintendente, só de saber que a petista caiu já é bom, os peritos vão observar com atenção os passos do novo SR e então saberemos se Gabas continua ou não na SR São Paulo..


quinta-feira, 11 de agosto de 2016

PERUQUINHA MENTIU AO DIZER QUE NÃO ERA FILIADO A PARTIDOS POLÍTICOS. RELATOS DIZEM QUE ELE HUMILHOU EX-GEX JUNDIAÍ

Recentemente o Gerente-Execrado de Jundiaí, Marcelo Vasques, o peruquinha, deu entrevista a blog pelego dizendo que "nunca foi filiado a partido político", respondendo às nossas afirmações dele pertencer ao PSTU-Conlutas.

Nada que uma mera pesquisa de rede social não desminta:


De fato, ele nunca escondeu suas opiniões no Facebook, apenas mentiu ao blog pelego descaradamente. O grupo Democracia e Lutas, ao qual ele se filiou ("estou organizado") é corrente do PSTU-Conlutas, ao qual sempre afirmamos que peruquinha estar filiado. Pode não ter assinado o registro do PSTU, mas se declarou filiado à corrente Democracia e Lutas, cujo cacique é Nelson Novais, o Nelsinho da Saúde, que o "saudou" pela posse na Gerência de Jundiaí. Pelo visto, usou o aparelho sindical para pelegar bastante e virar Gerente Execrado de Jundiaí. C.Q.D.

Pior ainda, soubemos que no dia de sua nomeação no DOU, o ex-Gerente Executivo Leandro, que não estava avisado, chegou em seu gabinete para um dia normal de trabalho e encontrou o peruquinha sentado em sua cadeira. Diante do susto, peruquinha (aquele que dizia defender servidores) tria dito de forma ríspida: "Sou o novo Gerente, pegue suas coisas e saia daqui". Esse é o defensor dos trabalhadores.... Pois é.....



Recado: Enquanto o blog pelego está indo com a farinha, nós já estamos voltando com a fornada pronta, aqui são anos e anos de blog investigativo em busca da verdade dos fatos.

GABAS QUER A SUPERINTENDÊNCIA DE SÃO PAULO PARA IMPULSIONAR A CAMPANHA MUNICIPAL DO PT EM SÃO PAULO

Essa é a razão, a única razão, de tanta luta em querer usar todos seus amigos políticos, como o Deputado Arnaldo Faria de Sá, para emplacar uma gabete, uma subordinada sua, na Superintendência Regional do INSS em São Paulo.

De posse da SR, todas as 245 agências do INSS em São Paulo e seus poderosos números (40% dos servidores, 60% dos benefícios em manutenção, 20% dos BILD) estariam nas mãos do PT, prontos para uso maciço da maquina a favor do PT em uma campanha municipal onde a doação de empresas está proibida, a torneira do petrolão fechou e o próprio PT está sem conseguir captar doações físicas.

Nos espanta apenas o Ministro Geddel não ter percebido ainda essa manobra sórdida. O INSS possui 1600 APS em todo o país executando ações de grande relevância socioeconômica. EM 73% dos municípios brasileiros o dinheiro dos benefícios previdenciários são maiores que os repasses do FPM, tornando o INSS o maior motor econômico de mais de 3500 municípios.

Qualquer governo que queira se manter de pé e ganhar a confiança da população precisa ter o INSS em suas mãos, funcionando direito. O INSS é vital e parece que o novo governo ainda não se deu conta disso.

Episódios como o do peruquinha só desgastam e dão armas para a oposição. Alô Governo, preste atenção!!

DEPUTADO ARNALDO FARIA DE SÁ DETONA GOVERNO TEMER E DISPARA CONTRA MINISTRO PADILHA

Durante sessão da CCJ da Câmara dos Deputados anteontem, que aprovou a PEC do limite de gastos por 20 anos do Governo Federal, o Deputado Arnaldo Faria de Sá (PTB-SP) metralhou o governo Temer e em especial o Ministro Padilha, Chefe da Casa Civil:

"“Querem acabar com a saúde, querem acabar com a educação, querem acabar com a segurança pública, ela vai congelar por 20 anos todos os investimentos públicos”, disse o deputado Arnaldo Faria de Sá (PTB-SP), bastante exaltado, pouco antes da votação final. “Não querem mais serviços públicos por concurso porque querem contratar terceirizados apaniguados”, acusou."
O deputado Arnaldo se aliou ao PSOL e ao PT nas críticas duríssimas ao Governo Temer e estava, de fato, bastante exaltado.

A Agência Brasil documentou o fato: http://agenciabrasil.ebc.com.br/politica/noticia/2016-08/ccj-da-camara-aprova-pec-que-limita-gastos-publicos-por-20-anos

Esse é o deputado que quer indicar a Superintendente Regional do INSS em São Paulo.... Ministro Padilha, preste atenção....

Engraçado que na hora de indicar amigo de Gabas pra controlar a SR Paulista, o Deputado Arnaldo "subitamente" sai da postura crítica que demonstra publicamente nessas sessões.... Deputado, afinal de contas: o Governo Temer presta ou não presta? Tá difícil decidir? 
Este conteúdo foi produzido pelo Sistema Jornal do Commercio de Comunicação. Para compartilhar, use o link http://blogs.ne10.uol.com.br/jamildo/2016/08/09/ccj-da-camara-aprova-pec-que-limita-gastos-publicos-por-20-anos/

DEPUTADO ARNALDO FARIA DE SÁ RESPONDE AO BLOG

Recebemos da Assessoria de Imprensa do Deputado:

"Informo aos leitores desse blog, que não foi delegado pelo governo ao Deputado Arnaldo Faria de Sá indicação para Superintendência Regional de São Paulo ou de qualquer outra praça. ele não fez e nem fará nenhuma indicação. 

Atenciosamente, Adalberto Freitas Jornalista MTB 75252/SP
Assessoria de Imprensa"

NOTA DO BLOG: Este blog mantém todo o relato e mais, soubemos que o Deputado está irritadíssimo conosco e articulando para não perder a indicação da Superintendência, mas parece que já o perdeu. De qualquer maneira, fica registrada a posição oficial do Deputado.

O SILÊNCIO DOS DIRIGENTES

Sindicato de São Paulo se cala sobre articulação feita com PSDB para empossar membro do PSTU como Gerente-Execrado de Jundiaí...


quarta-feira, 10 de agosto de 2016

EXCLUSIVO - COMO PERUQUINHA PELEGOU E ENGANOU A TODOS PARA VIRAR GERENTE EM JUNDIAÍ


Relato encaminhado por dirigente do SINSPREV revoltado com a traição de peruquinha:

"O SINSPREV-SP (Sindicato da Previdência e Saúde do Estado de SP), também representa o servidores do antigo MTE, Ministério da Saúde, ANVISA (vigilância sanitária nos portos) e  dos assistentes sociais federais.
Para a direção de 2015/2017 foi feita chapa em aliança com as correntes:
  • Democracia e Luta - PSTU/CONLUTAS
  • AVANCAR - PSOL
  • e correntes independentes de Guarulhos.
Nós, do AVANÇAR, somos majoritários na diretoria. Em Jundiaí tem uma regional cuja direção é AVANCAR porque o PSTU/Democracia e Luta/CONLUTAS não aceitavam a regional para melhor aparelhar as reivindicações. E
Estamos em 10 cidades: Itatiba, Socorro, Bragança, Atibaia,, Jarinu, Campo Limpo, Várzea e Jundiaí. 
Pois bem, Marcelo Vasques (indicação de MIGUEL HADDAD-PSDB SP) é uma incógnita, pois abrigamos esse rapaz que foi ativo na greve com suas perucas e tintas (pintava de azul todo servidor que tentasse entrar para trabalhar nas agências), nos foi vendido como militante do PSTU/Conlutas conforme seu cacique Nelson Novais assim abalizou (e parabenizou no facebook).
Nelson Novais é o organizador e líder da corrente Democracia e Lutas. Mas ao que parece, Marcelo Vasques ( o que vocês chamam de peruquinha pois este é o apelido dele no INSS) é apenas mais um pelego que foi pedir cargo ao PSDB, que não tem escrúpulos e retirou um gerente executivo regional do INSS que era respeitado pelos servidores e se destacava por ser neutro politicamente e se destaca pela capacidade técnica e operacional, chamado Leandro Campos, já indicado a Superintendente do INSS SP. 
Analista e técnicos do INSS estão revoltados com o companheiro do sindicato Marcelo Vasques , se sentem traidos não querem mais um pelego após Gabas (ex-Ministro da Previdência) que era diretor do Sinsprev-sp e também virou as costas ao trabalhador e agora se vê afundado na corrupção dos consignados.
Estamos inconformados com o pedido do cargo por companheiros do PSTU Democracia e Lutas Conlutas ao PSDB, queremos explicações pois a indicação foi do PSDB direto a Brasília. Haddad alega ter sido enganado mas não está fazendo nada para reverter o estrago que causou no INSS em Jundiaí.
Os Servidores querem respostas. Marcelinho Vasques era um dos "gerentes fundador" do SINSSP, um sindicato criados na base do Sinsprev-SP por apoio de Gabas depois que ele perdeu o SInsprev, tanto que é chamado de SindiGabas e que, milagrosamente, após apoio a Dilma Rousseff, conseguiu por engano uma carta Sindical, engano porque o Ministério do trabalho não "percebeu que havia desde 1983 pedido do Sinsprev, quando funcionário público podia ter sindicato. 
Marcelo Vasques foi expulso do SINSSP, desconheço os motivos . Nos usou para conseguir cargo pessoal na base do peleguismo.Este é o traíra que vai assumir em Jundiaí se nada for feito,"

OBS: Texto retirado da fonte, não houve modificações.
OBS 2: Um cara que consegue o feito de ser fundar e expulso de sindicato de servidores realmente não tem como assumir nada em termos de gerência de servidores....

terça-feira, 9 de agosto de 2016

CURRÍCULO DE LÚCIA PAQUIER

Vejam o currículo da candidata de Arnaldo Faria de Sá ao posto de Superintendente de São Paulo:


- Cacique eterna da GEx São Paulo Sul há 13 anos, conseguindo o recorde de ter sob seu guarda-chuva 3 das 5 piores APS do país nas avaliações de auditorias do TCU.

- Substituta imediata de Carlos Gabas (2003-2005), Elisete Berchiol (2005-2011), Dulcina Golgato (2011-2014) e Ivete Bittencourt (2014-2016) na Superintendência Regional de São Paulo.

- Gabete declarada, dizem que já andou na Harley Davidson de Gabas.

- Articuladora do golpe contra a GDAMP em 2007 que gerou a primeira greve de peritos sem o comando da ANMP e precisou de mudanças de regras da gratificação que levaram ao fim da greve e a queda do então presidente do INSS.

- Eterna perseguidora de peritos, detratora do trabalho dos peritos médicos, defendia 48 perícias por dia por perito.

- Em 2010 propôs acordo a peritos de algumas APS em troca da saída deles do MEP, depois foi enquadrada pelo MPF e precisou da ajuda de Brasília para se livrar do processo.

- Em 2013 articulou o fim do REAT em todo o país no escândalo conhecido como "os 40 da Vila Mariana" (clique aqui aqui , aqui e aqui)

- Articula a campanha contra o Governo Temer, contra a MP 739 e sob sua gestão o INSS local está entrando em colapso do atendimento (clique aqui).

Esta é pessoa que o Deputado Arnaldo quer indicar para Superintendente de São Paulo? A perícia médica não admite que o deputado indique ela ou qualquer outra pessoa para esse cargo estratégico. Os amigos de Gabas que o visitem no Planalto, onde está escondido do SISREF que ainda não bateu desde que foi exonerado.

MARCELINHO PERUQUINHA NUNCA FICOU DE PÉ EM LUGAR ALGUM, VIVE SENDO EXPULSO DE ONDE ESTÁ POR SER PELEGO, EM JUNDIAÍ NÃO SERÁ DIFERENTE.

O grande defensor dos administrativos já mostrou a que veio: aproveitando a greve e as passagens pagas pelos Sindsprev da vida, foi a Brasília não para defesa da categoria e sim para articular e pelegar por seu nome na Gerência Executiva do INSS, apoiado apenas, e apenas, por um grupo sectário de assistentes sociais que rezam amém para o partido e não para o INSS. A proximidade desse grupo com o escritório do Deputado Miguel Haddad causou a grande confusão que virou Jundiaí nesses dias.

Vejamos a trajetória do ilustre representante peruquinha: Já passou pela Gex Osasco, Gex São Paulo Sul, Gex Taubaté, Gex São José dos Campos e na Gex Jundiaí já rodou diversas APS sendo expulsa de todas. Além disso foi expulso do SINSSP, não sabemos o motivo, e também já andou passando pela GEx Brasília e Gex João Pessoa.

O sujeito não fica de pé em lugar nenhum. Onde vai atrai a antipatia dos colegas e é expulso. Vive "pulando" daqui pra lá, de lá pra aqui, tanto que seu apelido é "bandeirante" pois estava desbravando todas as gerências paulistas.

O migrante peruquinha conseguiu unir todas as correntes ideológicas da Gerência de Jundiaí, da extrema esquerda à extrema direita, todos contra ele. Perdeu o apoio da base pois o sindicato não aceita peleguismo, nem os partidos que sustentam os sindicatos.

Uma "moção" de apoio feita por pelegos amigos resultou em apenas 29 assinaturas, a maioria de fora de Jundiaí, uma vergonha completa.

O Gerente Executivo precisa ser um líder, que tenha empatia, poder agregador, força de argumentação, olhar de liderança, visão estratégica. Tudo o que peruquinha e suas 3 amigas do serviço social possuem. 

95% dos cargos em Jundiaí estão vagos, ninguém está aceitando a bucha para não ser queimado. Lembro aos colegas médicos de Jundiaí que o SST também está na luta contra o caos peruquento e que se algum colega ousar aceitar cargo em deposição do atual colega, poderá ser enquadrado no CEM, artigo 48: 

"Art. 48. Assumir emprego, cargo ou função para suceder mé- dico demitido ou afastado em represália à atitude de defesa de movimentos legítimos da categoria ou da aplicação deste Código."
Cuidado com o canto da sereia, colegas. Ou melhor, o canto da peruca.

Em tempo: Os servidores da saúde, representados pelo sinsprev local, estão hoje no gabinete do deputado Haddad também manifestando seu descontentamento com a indicação, por peruquinha ter usado o aparelho sindical para conseguir articular sua posse.

segunda-feira, 8 de agosto de 2016

DEPUTADO ARNALDO FARIA DE SÁ, PARA QUE INTERMEDIÁRIOS? INDIQUE LOGO CARLOS GABAS PARA A SUPERINTENDÊNCIA DE SÃO PAULO!!! PAQUIER PRA QUE?


Este blog vem alertando o Governo Federal de sucessivos erros induzidos por petistas e amigos infiltrados por meio de deputados federais e senadores que, desconhecendo o passado de alguns, estão validando a continuidade de petistas na nova administração.

Apesar dos avisos, semana passada a nomeação de um sindicalista do PSTU para a Gerência Executiva de Jundiaí causou o desmonte imediato de toda a região, que está em pé de guerra com o novo Gerente, o peruquinha, que para tentar se salvar no cargo está partindo para ameaças contra os servidores revoltados com sua posse.

Muito nos espanta o informe de que o Governo irá delegar ao Deputado Arnaldo Faria de Sá, PTB-SP, a indicação do Superintendente Regional de São Paulo. Arnaldo Faria de Sá sempre andou de braços dados com Carlos Gabas. São amicíssimos e companheiros de longa data. Qualquer indicação de Arnaldo Faria de Sá será um tiro contra a Perícia Médica e os demais servidores que lutaram contra o antigo governo. O Deputado Arnaldo vive de gritar e causar tumulto contra o governo na esfera previdenciária para conseguir benesses e apoio das bases para suas sucessivas reeleições.

Nunca engoli esse deputado, que vive falando mal da perícia médica. Deputado Arnaldo está, junto com o Senador Paim (PT-RS), percorrendo o Brasil falando mal da MP 739, chamando-a de "MP da Morte", destratando o Presidente Temer e a Perícia Médica.

Inacreditável, então, que o Governo queira dar a esse deputado a indicação do Superintendente de São Paulo. Qualquer nome que ele indique será um nome a favor de Gabas e contra Temer e a Perícia Médica. Que diabos de acordo político é esse, Ministro Geddel?

Pior, soubemos que o nome a ser indicado será o de Lúcia Paquier, atual Gerente Executiva de São Paulo-Sul. Paquier é uma das principais inimigas da perícia médica de São Paulo. Sempre foi próxima a Gabas e Elisete, foi por 13 anos substituta imediata da Superintendência de São Paulo, nas gestões Gabas, Elisete e Ivete. 

Ivete recentemente foi vista na Vila Mariana (sede da GEx SP Sul) armando com Paquier planos para o futuro. São Paulo está em pleno boicote arquitetado pelos petistas ainda empossados que estão criando uma bomba-atômica contra o INSS para o Governo Temer, conforme já escrito neste blog (aqui).

Gabas esteve na última sexta-feita na SR-1, na Santa Ifigênia, armando a substituição de Ivete por Lúcia Paquier, e o Deputado Arnaldo esteve junto nessa aproximação. A indicação de Lúcia Paquier é a pedido de Gabas.

Paquier foi a principal responsável pela greve dos peritos médicos paulistas de 2007. Por armação dela junto com Elisete, São Paulo perdeu a nota da GDAMP em março de 2007. A idéia era forçar os peritos a fazerem 30 perícias por dia, na época eram 24 perícias por dia.

Revoltados, 192 peritos de São Paulo se reuniram espontaneamente, à revelia da própria ANMP à época, no auditório do INSS na Vila Mariana em 07 de março de 2007 e decretaram greve por tempo indeterminado. A própria Paquier foi ao auditório pedir calma e foi escorraçada de lá aos gritos de "golpista e caloteira".

Durante a noite e madrugada de 08 de março de 2007 a ANMP, convocada às pressas pelo governo, discutiu com o então presidente Valdir Simão e o diretor de benefícios Brunca, uma nova metodologia do cálculo da GDAMP que foi finalizada na mesma madrugada e anunciada aos peritos paulistas, que suspenderam a greve no dia seguinte e tiveram sua gratificação glosada paga em abril.

A mudança favoreceu a todo o Brasil e custou o cargo a Simão, que foi trocado poucos dias depois. Paquier se salvou da cagada pois estava protegida por Gabas.

Lúcia Paquier na SR SP significa o fim do projeto BILD em toda São Paulo, que é onde mais tem BILD represado. Lúcia Paquier na SR SP significa guerra dos peritos contra o governo em São Paulo.

Paquier já armou contra as 30h do REAT, foi da GEx dela aquele manifesto dos "40 da Vila Mariana" que fez o REAT ser suspenso por 3 dias em 2012, e este blog liderou à época a reação que fez acabar o golpe paquierano.

Paquier está publicamente se manifestando CONTRA A MP 739, a favor de Arnaldo Faria de Sá e Gabas. 

Nós não aceitamos que Arnaldo Faria de Sá indique nomes para São Paulo e muito menos essa GABETE da Lúcia Paquier. Isso é um completo absurdo.

Ministro Geddel, pense bem nos acordos. Como em Jundiaí, este blog avisa: A nomeação de Paquier ou QUALQUER INDICADO por Arnaldo Faria de Sá trará o CAOS para São Paulo.

PERUQUINHA MARCELINHO, O QUE "LUTAVA PELOS SERVIDORES", ESTÁ AMEAÇANDO EM PLENO DOMINGO A TODOS QUE SE VOLTAREM CONTRA ELE. A REVOGAÇÃO DE SUA POSSE ESTÁ A CAMINHO.


Este blog teve acesso a mais um capítulo da Tragédia de Jundiaí: Após uma fracassada tentativa de conversa com os servidores locais, onde teve que assumir que sua indicação foi política e não por meritocracia, como sempre defendeu, peruquinha Marcelinho, impedido de assumir a cadeira no prédio da Gerência, está usando o apoio de uma funcionária com cargo para sair ameaçando os servidores de PAD e demais processos se continuarem se manifestando contra a indicação do socialista para o cargo de GEx.

Amanhã uma funcionária do INSS ligada ao gabinete do deputado Miguel vai articular uma ameaça coletiva aos servidores do INSS que forem lá protestar contra o peruquinha. Vossa Excelência compactua com isso, Deputado Haddad?

Servidores sendo ameaçados por telefone no domingo por partidários do Deputado Haddad e de Marcelinho Vasques a não irem protestar essa segunda contra o peruquinha? O senhor compactua com isso, Deputado Miguel Haddad?

Será que os eleitores do PSDB vão gostar de saber que o Deputado está indicando socialistas do PSTU e sindicalistas expulsos (Peruquinha foi expulso do SINSSP) para cargos de gestão no governo Temer?

Os servidores porém não está se intimidando e contam com o apoio de todos os demais servidores de São Paulo. Peruquinha, por exemplo, foi impedido de participar de uma reunião de Gerentes Executivos em São Paulo por ordem da atual SR, Ivete BIttencourt.

Este blog soube que a Casa Civil está alarmada com os eventos em Jundiaí e uma revogação da posse de Marcelinho Vasques, o peruquinha, já está no forno.

A pressão contra o Deputado Miguel Haddad está se intensificando e o mesmo teria sinalizado que, se o Planalto o procurar sinalizando que está havendo ruído com a indicação, que ele retiraria o apoio político dado ao socialista do PSTU.

Enquanto Marcelinho continuar gerente, a Gerência de Jundiaí continuará paralisada, comprometendo o atendimento local à população.

Alô Governo, vão manter esse peruquinha no cargo até quando? Deputado Haddad, este blog e todos os peritos médicos do Brasil irão lembrar pra sempre do senhor se esta indicação nefasta permanecer em Jundiaí. Seremos implacáveis.

Fotos do protesto e de peruquinha se explicando:


sexta-feira, 5 de agosto de 2016

NUNCA ANTES NESSE PAÍS - NOMEAÇÃO DE MARCELINHO, O PELEGUINHO, UNIU 100% DO INSS CONTRA ELE. GERENTES EXCUTIVOS E CHEFES LOCAIS ASSINAM MANIFESTO CONTRA O PERUQUINHA.

Isso é inédito e nunca ocorreu antes. Após a equivocada nomeação de Marcelo Vasques, o pelego do PSTU-CONLUTAS, para Gerente Executivo de Jundiaí, 95% das chefias de APS, Benefícios, ADJ, SST e demais cargos entregaram os cargos.

Além disso, algo MAIS INÉDITO ainda ocorreu: Todos os Gerentes_Executivos de São Paulo se uniram e publicaram um manifesto contra a posse de Marcelinho, o peruquinha da greve que pintava as pessoas de azul nas passeatas.

Termos como "sem preparo para o cargo", "indignação" e outros são lidos com perplexidade de quem nunca viu tal mobilização antes na autarquia.

Marcelinho peruquinha conseguiu unir TODOS os espectros ideológicos e partidários contra ele: Quem é a favor do Presidente Temer está perplexo e indignado, quem é a favor da ex-Presidente Dilma está perplexo e indignado. 

Enquanto isso os pelegos do Sinsprev-SP se calam, os pelegos do PSTU se calam e Marcelinho, o peruquinha, vai virar o Gerente-Fantasma de Jundiaí (pois se aparecer lá vai apanhar), ou o Gerente da Gex Fantasma de Jundiaí (pois todos vão se afastar por nojo desse figura).

Vejam os manifestos:



Reparem que a Gerente-Executiva de SP Norte, Geni Farias, puxou a fila. Por motivos óbvios: A mesma estratégia usada por peruquinha em Jundiaí está sendo usada pela chefona da APS Braz Leme, Inês, para lhe tomar o cargo.

Canja de Galinha não faz mal a ninguém, né?

quinta-feira, 4 de agosto de 2016

TRAGÉDIA EM JUNDIAÍ - INDUZIDOS AO ERRO, GOVERNO E DEPUTADO TUCANO INDICAM SINDICALISTA DO PSTU-CONLUTAS PARA GERENTE EXECUTIVO DE JUNDIAÍ. 90% DOS CHEFES LOCAIS PEDIRAM EXONERAÇÃO EM MENOS DE 30 MINUTOS APÓS A NOTÍCIA SER PUBLICADA..

O Governo Federal foi vítima, mais uma vez, de lobos em pele de cordeiro, que conseguindo enganar deputados da base aliada, se infiltram no INSS para exercer sua atividade favorita: o peleguismo com cargo. 

Hoje, induzido ao erro, o Governo nomeou o membro do PSTU-CONLUTAS e militante do "Fora Temer", Marcelo Vasques,  como novo Gerente Executivo de Jundiaí. 

Marcelinho Vasques, como gosta de ser chamado, é um conhecido sindicalista do PSTU-CONLUTAS, dirigente do Sinsprev-São Paulo e articulador de greves, passeatas, paralisações e protestos contra o Governo Michel Temer e contra o Ministro Osmar Terra. Um profissional do sindicalismo pelego.

Se fosse apenas isso, menos mal. O problema é que este servidor, pelo relato, além de pelego e de não ser muito visto na APS, é detestado por toda a gerência de Jundiaí. Ninguém suporta esse PSTU pelego e seus brados, manifestos e questões de ordem infinitas. Ele conseguiu unir todas as vertentes ideológicas locais contra seu nome.

O efeito imediato foi que, em menos de 30 min, 90% dos gerentes de APS, benefícios, ADJ e demais cargos do INSS local pediram exoneração IMEDIATA do cargo. Nunca isso ocorreu antes na história do INSS. Nem na transição PSDB-PT em 2003.
Na imagem acima, cosplay de sindicalista e pagando de socialista. Tudo disfarce, ele já articulava o carguinho...

Marcelinho, apesar de estar na base de oposição ao Governo Temer, pelegou intensamente até conseguir enganar o Deputado Miguel Haddad (PSDB-SP), líder político local, que o indicou para ser o Gerente-Executivo do INSS em Jundiaí.

Isso mesmo senhores: um líder do PSTU, da CSP-CONLUTAS e famoso "arroz-de-festa" de greves e paralisações, foi lamber os pés de um deputado TUCANO e após intenso peleguismo foi nomeado como Gerente do INSS do Governo Temer.

Nas imagens abaixo, o Gerente Executivo de Jundiaí boicotando o Governo, organizando greves, passeatas, protestos, paralisações, sempre com o botton do Sinsprev e do PSTU... Isso dias atrás.

O problema agora é que essa nomeação quebrou a Gerência de Jundiaí. Segundo informações obtidas, conforme já dito, 90% dos servidores em cargos comissionados (Chefes de APS, Benefício, ADJ, etc) pediram exoneração IMEDIATA dos cargos, com documento assinado e protocolado na GEx.

Além disso, os Peritos Médicos estão se articulando para resistir a essa nomeação, pois Marcelinho sempre teve postura sectária contra os Peritos do INSS. Jundiaí é uma Gerência sob Ação Civil Pública e uma das mais complicadas com os BILD. De fato uma paralisia na perícia médica local nesse momento será um desastre.

É vasta a lista de postagens onde o Gerente ai do lado fala mal de peritos, protesta contra peritos, relata vaias a peritos, desqualifica os peritos médicos e exibe profundo recalque e rancor contra a categoria de peritos médicos previdenciários.

Já anunciou publicamente que vai BOICOTAR a MP 739 no que puder... Agora vai ser mais fácil pois virou Gerente Executivo.

Essa nomeação pegou muito mal para todos: O deputado Haddad está sendo cobrado por indicar um dirigente do PSTU e da CONLUTAS para cargo gerencial,  os servidores do INSS em Jundiaí paralisaram atividades e estão protestando contra a nomeação ao qual chamam de "bizarra e inacreditável", o governo se queimou por ter nomeado um vermelho para cargo tão importante. E o pessoal do PSTU está fuzilando, com razão, o "amigo pelego" por ter aceito cargo no governo Temer.

Marcelinho Vasques está isolado, nem foi trabalhar hoje. Não tem apoio dos servidores, dos demais parlamentares locais, nem de sua base partidária tem mais apoio pois está sendo chamado de traidor. Vai assumir uma Gerência esvaziada, sem cargos ocupados e sem quem queira ocupar. Quem é pró-Temer o chama de vermelho, petralha, comunista, golpista e traidor. Quem é pró-Dilma, o chama de mortadela, vendido, capitalista, pelego, golpista e traidor. Ou seja, assmirá uma Gerência completamente isolado.

O Governo não precisa passar por esse constrangimento. O Deputado Haddad, pelo que sabemos, já foi procurado e reconheceu que foi enganado. O Governo Federal foi induzido ao erro também.



Esclarecidos, esperamos que esse erro seja rapidamente corrigido e que a situação não se deteriore em Jundiaí, com repercussões negativas para toda São Paulo.

Na imagem ao lado, conclamando publicamente para paralisações, protestos, espalhando boatos deletérios ao governo Temer...

Inacreditável isso ter passado ao largo dos controles de indicações. Algo está falho e precisa ser corrigido no Governo. Não se nomeia um inimigo de um projeto político assim, desse jeito. Palmas a ele que com seu intenso peleguismo enganou a todos, mas a manutenção dele significará que o Deputado Haddad, do PSDB, será o avalizador de todo o currículo de seu indicado e de tudo o que irá acontecer aos segurados do INSS em Jundiaí. Acorda, Deputado....

GABAS CONFESSA QUE EMPRESA USADA EM ESQUEMA DE PROPINA NO GOVERNO OCUPAVA UM IMÓVEL DE SUA PROPRIEDADE. "ACERTO DE BOCA"....

Do site O Antagonista:
 
Uma das principais empresas usadas pelo esquema de Paulo Bernardo para saques de recursos ilícitos foi a JD2, de Dércio Guedes de Souza. O Antagonista revelou no ano passado que Dércio é amigo de Carlos Gabas e mora numa mansão em Brasília de Jair Bilacchi, sócio oculto de Dércio.

Em depoimento à PF, quando foi conduzido coercitivamente, Gabas admitiu que a JD2 funcionava num imóvel de sua propriedade, sem qualquer formalização de contrato.

O MPF já descobriu também que Gabas é amigo de Adalberto Wagner, lobista da Consucred, outra empresa usada para repasses ilegais. Os procuradores descobriram que Wagner tem negócios com agência de publicidade que ganhou contrato do Ministério da Previdência.

Vejam a ficha do ex-ministro feita pelo MPF, que continua a investigá-lo.
 
 
OBS: Jair Bilacchi é, em tese, o dono da mansão onde mora Gabas em Brasília, tema recorrente deste blog (clique aqui). Gabas, em tese, aluga essa mansão por R$ 6 mil reais, segundo mostrou em contrato sem marca de registro em cartório visível. O preço mínimo em qualquer imobiliária de imóvel dessa natureza, para aluguel, é de R$ 18 a 22 mil reais, por mês.

sexta-feira, 29 de julho de 2016

GABAS A UM PASSO DO CADAFALSO (PELA BOLA SETE, NO BICO DO CORVO, NA MARCA DO PÊNALTI, SINUCA DE BICO....)

De passo em passo (à esquerda), Gabas vai se dirigindo ao seu destino....


A Polícia Federal pediu o indiciamento do ex-ministro Paulo Bernardo pelos crimes de corrupção passiva e por integrar organização criminosa, em decorrência das investigações da Operação Custo Brasil, que apura um suposto esquema de fraude de R$ 100 milhões em contratos de empréstimos consignados no âmbito do Ministério do Planejamento entre 2010 e 2015.

O pedido de indiciamento foi encaminhado ao Ministério Público, que vai analisar se denúncia o ex-ministro. Além do Ministério do Planejamento, Bernardo já comandou o Ministério das Comunicações.

Paulo Bernardo, Paulo Ferreira e Carlos Gabas estão com os bens bloqueados por ordem do juiz Paulo Bueno de Azevedo, da sexta vara da Justiça Federal. Segundo a decisão, Ferreira pode ter bloqueado até R$ 755 mil e o no caso do ex-ministro o valor pode chegar a R$ 102 milhões. A conta é baseada na responsabilidade de cada um no esquema e o caráter do bloqueio é solidário, ou seja, a soma dos bloqueios deve dar R$ 102 milhões.

O ex-ministro da Previdência Social Carlos Gabas não foi indiciado. Segundo os policiais, as investigações sobre a participação dele devem ser aprofundadas.

Se for indiciado, Gabas terá anulado seu TAC (Termo de Ajustamento e Conduta) assinado com o MPF para escapar da prisão em sua condenação por perjúrio (transformado em pena alternativa). Se isso ocorrer, ele corre o risco de ser preso ainda pela primeira condenação antes mesmo de Paulo Bernardo.

Pela bola sete....

COMEÇOU A LIMPA NO MDSA


33 petistas e/ou amigados foram exonerados hoje do MDSA. É apenas a primeira varrida da ampla faxina que esse Ministério sofrerá.

Veja em:

e


quarta-feira, 27 de julho de 2016

CHEGA DE HIPOCRISIA. É PELOS R$ 60,00 SIM!!!!

Poucas vezes se viu tanto incômodo dos servidores do INSS em relação aos peritos quando após a publicação da MP 739/16.

A possibilidade dos peritos médicos ganharem um bônus pequeno em prol de se sacrificar em agendas lotadas enfrentando hordas e hordas de pessoas que farão de tudo para não perderem o benefício (principalmente as que NÃO MERECEM mais estar em benefício, como os 60 mil aposentados por invalidez com CNIS ativo, os centenas de milhares de beneficiários de auxílio-doença de longa duração com CNIS ativo ou provas de atividade laboral) parece que incomodou, MUITO, alguns pelegos. E mais, parece que despertou a FOME de alguns conhecidos lobos velhos vermelhos....

A "preocupação" é tanta que até sindicatos pelegos que nunca moveram uma grama a favor dos peritos passaram agora a querer advogar pelos peritos, vejam só.... Sempre na linha do "absurdo" que representa esse bônus... Alguns administrativos invejosos e hipócritas também caíram nessa repetem bordões de "não vou me vender", "bolsa perito", "vergonha", "ganhar para negar", dentre outros absurdos.

Até o falido e desmontado Sinsprev/SP, que nem a previdência representa pois está dominado pelos funcionários da Saúde e perdeu até mesmo a carta sindical pro SindiGabas (SINSSP), resolveu, ora só, lançar um "manifesto" dizendo que "não é pelos R$ 60,00"...

Quanta mentira, quanta inveja, quanta hipocrisia. São hipócritas!!! Muitos se fantasiaram de vestais da moral e dos bons costumes, arautos da ética e da moral, os probos e puros, para criticar o ganho de uma categoria alheia. 

É PELOS SESSENTA REAIS SIM SENHOR. Se tivessem ganho estariam todos felizes e CALADINHOS. 

Tanto assim que, pressionados pela base, os sindicatos foram de rabinho baixo procurar o INSS para pedir o que?? O que?? Os sessenta reais.... Ou seja, xinga na frente e atrás pede o mesmo? Diz que "não estão à venda" e pedem o mesmo "tutu" pro INSS? Isso sim é coisa de mercenário!!

Nas fotos, os "probos" e vestais do INSS, que não se "vendem", pedindo para serem "comprados" que nem os peritos médicos... Onde está a decência e a ética?

Querem enganar a quem? Se o Sinsprev, sindicato pelego, que não representa nenhum trabalhador da previdência, não quer os R$ 60, porque está em "off" pedindo "equivalência de tratamento" junto ao INSS?

E cadê a ética? Antes era uma ENORME preocupação com o "direito" do segurado, forçando a perícia a atender de qualquer jeito, sem processo, sem luz, sem água, sem segurança, sem sistema, tudo em nome do "direito" do cidadão, coitadinho etc., e agora estão bradando boicote? Que vão deixar o segurado plantado na APS sem ser atendido? Que vão "segurar" o processo? Agora precisa de processo então, né?

Que ética é essa, camaradas? Vocês perderam completamente a MORAL e o DIREITO de cobrar dos peritos doravante qualquer atendimento irregular... 

Essa escumalha que comanda esses sindicatos pelegos vermelhos dos administrativos está levando a carreira deles à bancarrota. Não culpem os peritos de quererem algo melhor para si. LUTEM por seus direitos, é difícil e dá trabalho, duas palavras que vermelhos odeiam, mas é a única alternativa. 

Acabou a era da boquinha, não existe mais Elisete nem Gabas. Entenderam? Vão trabalhar, pelegada!