sexta-feira, 29 de abril de 2016

PRISÃO IMINENTE FEZ GABAS "VOAR" PARA MINISTÉRIO. ELISETE TEVE PEDIDO DE DEMISSÃO NEGADO...

Até dias atrás Carlos Gabas estava soltando mensagens pela Esplanada dizendo que se ele saísse do INSS que a casa ia cair, que só ele entendia do sistema, que sem ele 30 milhões de pessoas iam ficar sem benefício, etc.

Até que os ventos frios sopraram de Curitiba e chegaram informes que na semana que vem seria "alta" a probabilidade do Comissário ser preso pela Operação Lava Jato em uma nova fase que está em construção. Provavelmente seria na próxima terça-feira.

Foi o suficiente para rapidamente o discurso mudar e ele "voar" para um dos diversos ministérios vagos do Planalto, pegou um onde sua presença não fará nenhuma diferença, mas ganhou foro privilegiado.

Atônitos por terem sido abandonados com uma mão na frente e outra atrás, os gabetes e asseclas e apadrinhados do Comissário entraram em desespero absoluto. Subitamente ninguém mais conhece Gabas, todos negam terem sido amigos ou sequer ter trabalhado junto e Gabas passou a ser mal falado dentro da previdência como o responsável por todos os problemas.

A Presidente Elisete pediu demissão ao Ministro Rossetto, que enquadrou a funcionária: "agora no fim é que a senhora pede pra sair? não, vai segurar a bronca até o final", disse o Ministro, ordenando Elisete a segurar sozinha toda a bomba do INSS até dia 11 de maio, quando acabará o foro privilegiado de todos no governo federal.

Antevendo o afundamento da Nau, petistas passaram a semana em São Paulo e Belo Horizonte, buscando amparo. Haja cargos e secretarias, heim Pimentel e Haddad?

Em São Paulo buscando um foro privilegiado para chamar de seu, ou apenas de uma nova sombra para continuarem se refrescando, estavam hoje Gabas e Stefanutto.

GABAS "VOA" DA PREVIDÊNCIA, MAS VAI POUSAR EM CURITIBA, COMO RÉU DA LAVA JATO...

A CAMINHO DE SÉRGIO MORO

A presidente Dilma Rousseff nomeou Carlos Gabas para a Secretaria de Aviação Civil (SAC). Gabas, que se tornou uma das pessoas mais próximas da presidente, fora citado na Operação Lava Jato por um ex-vereador do PT como alguém com forte influência nos fundos de pensão ligados a estatais e próximo ao ex-tesoureiro petista João Vaccari Neto, preso em Curitiba. Gabas sempre negou qualquer irregularidade.

Com a nomeação, Gabas, que substitiu o deputado federal Mauro Lopes (PMDB-MG) na Pasta, passa a ter foro privilegiado, pois a secretaria tem status de ministério.
Gabas, que exercia o cargo de secretário de Previdência no ministério do Trabalho, também não tinha bom relacionamento com o ministro Miguel Rosseto.

O problema para Gabas é que não deverá ficar muitos dias no cargo. A votação no Senado que deverá resultar no afastamento da presidente Dilma Rousseff ocorrerá no dia 11 de maio.


Gabas vai pousar no Afonso Pena por vários motivos: Por envolvimento no escândalo da CONSIST (Consignados do MPOG), por envolvimento no escândalo da BANCOOP, por envolvimento em diversos escândalos nos Fundos de Pensão (PREVIC - CPI) e principalmente por já ser réu condenado por PERJÚRIO cumprindo TAC (Termo de Ajustamento de Conduta) junto à Justiça de Brasília. Um dos termos o proíbe de se envolver em novas denúncias criminais sob pena de cancelamento do TAC e cumprimento da pena pois foi réu confesso. 

Como se vê, o que não falta é denúncia a caminho. Junto com Gabas cairá toda a República de Araçatuba. Os servidores do INSS, os verdadeiros servidores, vão levar tempo mas os escombros de Araçatuba serão varridos pro lixo da história.

APÓS 13 ANOS, INSS SE LIVRA DO ENCOSTO. JÁ FOI TARDE!!!

Tudo bem, ele foi nomeado Ministro da Aviação Civil pra ter ainda alguns dias de foro privilegiado e para tentar uma quarentena (4 meses de salários) quando for demitido, mas sabemos que o Comissário, no fim dessa história, irá pousar em Curitiba....

O encosto já foi, mas deixou muitos "escombros"... A limpeza será difícil é árdua, mas será feita milimetricamente....

Graças a Deus, já vai tarde Comissário!!

SECRETARIA DE AVIAÇÃO CIVIL
DECRETO DE 28 DE ABRIL DE 2016
A PRESIDENTA DA REPÚBLICA, no uso da atribuição
que lhe confere o art. 84, caput, inciso I, da Constituição, resolve
NOMEAR
CARLOS EDUARDO GABAS, para exercer o cargo de Ministro de
Estado Chefe da Secretaria de Aviação Civil da Presidência da República,
ficando exonerado do que atualmente ocupa.
Brasília, 28 de abril de 2016; 195º da Independência e 128º
da República.
DILMA ROUSSEFF
Eugênio José Guilherme de Aragão

quinta-feira, 28 de abril de 2016

RESTRITO UMA OVA. DIRBEN DESCONHECE OS PRINCÍPIOS DA PUBLICIDADE E DA TRANSPARÊNCIA... INSS PROCRASTINA CUMPRIMENTO DE ACP NO RIO GRANDE DO SUL.

A Diretoria de Benefícios (DIRBEN) quer procrastinar cumprimento de decisão judicial que pode favorecer milhares de beneficiários na Região Sul e para isso edita um memorando-circular com carimbo de "RESTRITO", para evitar que a sociedade saiba dessa artimanha.

Restrito uma ova! A administração pública tem que publicizar e dar transparência a todos seus atos, exceto os que tenham proteção de sigilo judicial ou administrativo à luz da Lei Nº 12.527/11.

O INSS é obrigado a retroagir os efeitos da ACP dos 45 dias a 29.01.2009 mas não irá fazê-lo tão cedo, prejudicando todos os requeridos entre 29/01 a 19/09/2001, por isso quis, inutilmente, impor sigilo (ilegal) a este memorando.

Já que o INSS quer esconder, nós publicamos. Ai vai o memorando que quer sonegar direitos dos sulistas e achamos que o subscritor desse memorando deveria responder PAD perante à CGU por primeiro tentar procrastinar e segundo por tentar esconder.

terça-feira, 26 de abril de 2016

INSS DEVERÁ REVOGAR MEMORANDO 17 (SOBRE ACABAR COM O PP DE PERÍCIA DE ADMINISTRATIVOS)

Soubemos agora há pouco que um dos poucos atos de lucidez do INSS nos últimos tempos, o Memorando-Circular 17, que acaba com a prorrogação automática de benefícios administrativos e orienta agendamento de perícia médica em sede de perícia inicial, será revogado pelo INSS.

Aparentemente o setor administrativo do INSS não gostou de ter que encerrar benefícios e agendar perícias para meses a posteriori, estão com medo da reação do segurado que está desfrutando de benefício sem precisar de perícia, também rolou um movimento interna corporis sindical de não gostar de ver o que eles chamam de "mais uma vez o INSS se vergar à ANMP", o que é absolutamente mentira. O INSS se rendeu à realidade dos fatos, simples assim.

O fato é que em revogando o Memorando 17, o que por si só seria motivo da queda de toda a diretoria por incompetência absoluta, sinalizará para a sociedade que o INSS está completamente perdido, sem rumo ou direção. 

Mas talvez seja isso mesmo...

FALTA DE CHICOTES E MASMORRAS FAZ DIRSAT RECUAR DE MEMORANDO NAZISTA CONTRA PERITOS

A Perícia Médica do INSS, aquela que sempre é pressionada por gestores a "dar um jeitinho" ou "atender de qualquer jeito" em nome do "social", foi surpreendida dias atrás com a publicação do Memorando-Circular 02/2016 da DIRSAT, que determinava uma série de providências a ser tomada pela perícia e por gestores em caso de erros de fixação de datas como DID, DII e DCB. As mesmas datas que os mesmos gestores todos os dias tentam se meter, influenciar, atrapalhar e determinar aos peritos em seu assédio moral diário à categoria.

A surpresa foi pela criminalização da perícia médica que o Memorando trazia, praticamente empurrando qualquer possível erro para as masmorras do MOB, CGU e Corregedoria. Uma facada nas costas típica de nazistas.

Fomos duplamente surpreendidos por ver esse memorando ser revogado, de forma sumária, sem maiores explicações, no mesmo dia. Eles já não constam nos sistemas sequer como revogados, foram apagados do sistema, mas nós temos a cópia deles:

Memorandos nazistas da DIRSAT, agora apagados do sistema

Como nenhuma bondade é de graça, fomos investigar e descobrimos que a revogação foi exigência de servidores lotados no MOB, Corregedoria e Auditoria, diante da perspectiva de que milhares e milhares de "denúncias" fossem agora direcionadas mensalmente às suas mesas.

Sem chicote suficiente, nem guilhotinas ou masmorras em quantidade compatível com a demanda, a pressão fez a DIRSAT voltar atrás.

Este blog também soube de outra razão "oculta" na pressão dos carrascos previdenciários para a DIRSAT revogar o memorando. Imagina o trabalho que ia dar, né?

Porém a intenção depublicar tal memorando mostra a disposição da atual diretoria em querer criminalizar toda a nossa atividade e todos os servidores médicos. Esse deveria ser mais um, dentre vários, motivos para os peritos pararem de atender a pedidos "especiais" dos chefetes das APS, SST ou demais membros da gestão. Deveria pois ainda vamos ver peritos fazendo "favores" aos chefetes e estes só aprenderão quando forem traídos pela gestão. Infelizmente alguns só aprendem quando são encaminhados às masmorras inssanas.

LISTÃO DA DEGOLA JÁ ESTÁ PRONTO. VAI SER UM MASSACRE. CINARA TENTA SE SALVAR JUNTO AO PMDB.

O PMDB não vai deixar barato as exonerações sumárias promovidas pelo PT no ocaso de seu governo. Assessores e aliados do maior partido do Brasil já fizeram o listão das demissões que irão lotar as edições do DOU assim que a Presidente Dilma for afastada.

No caso do INSS será um verdadeiro massacre. De cara toda a cúpula do MPS, diretoria do INSS, superintendências e cerca de 90 gerências executivas vão perder seus titulares e toda a cadeia abaixo de apaguinados. A lista está encabeçada por Gabas e Elisete. Este blog teve acesso à lista e por um momento se confundiu achando estar diante de um exemplar da folclórica Enciclopédia Barsa. Os abatidos nesse momento final do lulopetismo em Brasília voltarão com a graça dos ressuscitados em posições de poder.

Cinara Fredo, atual DIRBEN, desesperada com a possibilidade de voltar a Curitiba para habilitar salário maternidade, está contando com o apoio de seu padrinho e amigo pessoal, Lindolfo Sales, para se manter em Brasília. Já não conta com a DIRBEN mas qualquer DAS que mantenha seu apartamento funcional onde rega suas plantas carnívoras que no passado devoraram Brunca.

Por falar em Brunca, esse já procurou ex-chefes da época em que era funcionário de confiança do PSDB no INSS (foi o único que sobreviveu a diáspora tucana promovida pelo PT em 2003). Acha que vai ficar em Brasília mas o passaporte dele já está carimbado de volta a Campo Grande. Sua SPPS será esvaziada.

Lindolfo Sales vai se safar pois é do PMDB, porém não ficará no cargo atual, mas já trabalha para salvar sua amiga Cinara, que anda na esplanada dizendo a todos os peemedebistas como é difícil "trabalhar com o PT". Para o Sol não lhe rachar a cara, um vidrinho de óleo de peroba e um batom de manteiga de cacau está sempre à mão da Diretora de Benefícios.

Servidores que estavam há 10, 12 anos em Brasília ou nas capitais das superintendências, com famílias montadas, filhos na escola, já foram avisados que em breve terão que retornar às suas cidades de origem. O desespero é tamanho que muitos se recusam a acreditar que acabou e que haverá um milagre para salvar Dilma, fenômeno conhecido como "sebastianismo dilmês".

Os mais realistas já esconderam os retratos de Lula, Dilma e Gabas na gaveta dos fundos e estão procurando partidos como PPS, PR, SD, PSB e até mesmo PDT para conseguirem ficar na boquinha.

O nosso estimado procurador Pantera, Stefanutto, já anda exibindo suas credenciais do PSB, quando era aliado de Eduardo Campos no MCTI, para conseguir escapar do massacre e considera até mesmo voltar a São Paulo, porém está enfrentando dificuldades.

O Aeroporto de Brasília vai ter que montar esquemas de filas especiais e vôos extras para tantos servidores que serão despachados de volta e tantos outros que já estão arrumando as malas para ocuparem seus cargos, apartamentos funcionais, DAS e demais benesses.

terça-feira, 19 de abril de 2016

DILMA, AGRADEÇA A GABAS: DEPUTADO FEDERAL QUE ELE AJUDOU EM 2010 VOTOU SIM PELO SEU IMPEACHMENT

Em 2010 o então Ministro Gabas deu uma mão a um colega administrativo que estava impedido de assumir mandato como deputado federal por enquadramento na Lei da Ficha Limpa. Se trata do Deputado Federal e ex-Gerente Executivo de São Luís, Cleber Verde (PRB-MA).

Anteontem o deputado Cleber Verde, o que foi salvo por Gabas em 2010, votou a favor do impeachment da Presidente Dilma Rousseff. Esse voto a Presidente deve diretamente a Gabas.




O STF não foi tão tolerante assim e o deputado responde à Ação Penal 497 desde 2008 (clique aqui).

Esse caso foi denunciado pelo perito.med em 2010: http://www.perito.med.br/2010/10/ta-tudo-dominado.html, vejamos abaixo:

"Para fugir da cassação do registro de sua candidatura, determinado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), e assim driblar a Lei da Ficha Limpa, o deputado Cleber Verde (PRB-MA) teve a ajuda do ministro da Previdência, Carlos Eduardo Gabas.

Há sete anos, quando era agente administrativo do INSS do Maranhão, Verde foi condenado em processo administrativo por participar de um esquema de concessão de aposentadorias fraudulentas.

Em 2003, entrou com recurso contra a punição, que foi seu afastamento do cargo. Mas só na última segunda-feira, 18 dias depois da cassação do registro pela Lei da Ficha Limpa, Gabas desengavetou o processo e assinou uma portaria extinguindo a punição.

A portaria não só levaria à anulação da cassação do mandato pelo TSE como permitirá ao parlamentar receber todos os salários não pagos pelo INSS desde 2003.

O texto da portaria determina a revogação da punição que suspendia Cleber Verde do quadro de pessoal do INSS-MA, e sua reintegração à função. Como a decisão do TSE cassando o registro do deputado é fundamentada na decisão administrativa resultante da sindicância anulada por Gabas, o deputado escapa da Lei da Ficha Limpa.


SE "GABAS" DO NEPOTISMO...

As denúncias desse blog sobre o nepotismo de Carlos Gabas finalmente alcançaram a grande mídia. Em recente nota, o Sindicato Nacional dos Funcionários do Banco Central (SINAL) criticou o nepotismo de Gabas, que mantem sua esposa em cargo de confiança na Funpresp (Leia a nota em: http://portal.sinal.org.br/publicacoes/se-gabas-do-nepotismo-2/). A nota foi republicada em blogs da grande mídia.

Este blog desde 2013 vem denunciando as práticas ofensivas à Lei de Carlos Gabas. A prática de nepotismo foi aqui resumida:


Gabas já foi condenado em uma das ações listadas acima (perjúrio) e está cumprindo Termo de Acordo para não ser preso. Uma das partes do termo diz que ele não pode ser denunciado por outro crime. O crime está flagrante, enquanto a esposa de Gabas, também servidora pública, permanecer em cargo de confiança da Funpresp, o chamado nepotismo cruzado.

Será que agora as entidades vão abrir os olhos e denunciar Gabas pelo nepotismo? Parabéns à SINAL.



TERRA ARRASADA EM AÇÃO. GABAS VENCE ROSSETTO E ALEGRE É DEMITIDO. ELISETE SERÁ EM BREVE.

Terra Arrasada

Terra arrasada em ação. Com os expurgos de hoje já são 10% dos Gerentes Executivos exonerados nos últimos 15 dias. Duas superintendências também ficaram acéfalas: SR-II e SR-IV. Gerências grandes como São Paulo Centro e Goiânia estão acéfalas. Está tudo parado e ninguém sabe o que fazer, os substitutos também em compasso de espera evitam mudar alguma coisa. Mais exonerações estão a caminho.

Gabas vence Rossetto

O Gerente de Canoas e candidato de Rossetto à presidência do INSS, Alberto Alegre, foi exonerado hoje. O pretexto foi o voto de seu tio, deputado do PTB, a favor do impeachment no último domingo. Até onde sabemos, um dos motivos do voto foi justamente o governo não ter cumprido sua promessa de empossá-lo presidente do INSS. De qualquer maneira foi uma grande vitória de Gabas contra Rossetto,o ministro que não trabalha.

Nem Alegre nem Elisete

Porém a atual presidente, Elisete, nada tem para se contentar. Conseguiu sobreviver à investida de Rossetto mas em breve será demitida, junto com Gabas, quando o Senado aprovar a denúncia vindo da Câmara.

Sabendo disso, vários de seus subordinados e diretores já estão, secretamente, participando do beija-mão à equipe de Temer, alegando que o "novo presidente" precisará de gente que entenda do riscado lá dentro, para evitar um colapso nos primeiros meses.

Enorme Carinho

A Superintendente de São Paulo, Ivete Bittencourt, pode ficar tranquila que o nome dela está fora da lista de exonerações, pelo menos enquanto ainda existir o Governo Dilma. Todos sabem o enorme carinho que Carlos Gabas nutre por sua subordinada desde a época em que ele era Gerente Regional em São Paulo.

TCHAU QUERIDO


segunda-feira, 18 de abril de 2016

TCHAU QUERIDO (2)

Nunca apareceu par trabalhar mesmo...

A PERGUNTA QUE NÃO QUER CALAR

Gabas vai para a República de Araçatuba ou para República de Curitiba?

#tchauquerido

JÁ COMEÇOU A TRAIRAGEM DENTRO DO INSS

Mal alcançado os 342 votos pela admissão do pedido de impeachment da Presidente Dilma, diretores e gestores do INSS foram flagrados procurando o PMDB para fazer juras de amor à Temer e "esclarecer" que nunca foram tão fãs assim do PT.

A luta por manter o DAS e em alguns casos não ter que voltar para a cidade de origem após anos e anos em Brasília está causando verdadeiro desespero em gestores que antes eram da mais absoluta confiança do governo, e de Gabas.

Esses servidores não estavam preparados para sair tão cedo de Brasília. Achavam que seus cargos eram eternos e que suas cadeiras, inclusive, já estavam tombadas pelo patrimônio público....

A presença da ANMP dentro do plenário de votação, mostrando a força da representação de seus diretores, causou pânico pois esses gestores sabem muito bem o que fizeram de perseguição contra os peritos nos anos petistas...

A trairagem já rola explícita no Planalto. Rainha morta, Rei posto. Viva o Rei...

sexta-feira, 15 de abril de 2016

PLACAR DO IMPEACHMENT PERITO.MED - PREVISÕES APONTAM QUE 342º VOTO SERÁ DA BAHIA.

Estudos feitos baseados no levantamento do Placar do Impeachment (Estado de São Paulo), Termômetro do Impeachment (O Globo) e do Mapa do Impeachment (Movimento Vem pra Rua), apontam que o Impeachment da Presidente Dilma Rousseff será aprovado no próximo domingo por 367 votos a favor contra 141 votos contra com 5 faltas, numa mediana sem considerar possível efeito "manada" quando o quórum de 2/3 for atingido.

Considerando efeito manada, os votos a favor poderão ser de até 390 a favor do impeachment. As previsões cravam que o Estado que dará o voto derradeiro será a Bahia. Provavelmente na primeira metade da ordem alfabética da lista de deputados baianos. 

No momento ele consta como indeciso, mas se votar a favor, o voto derradeiro deverá ser de Cacá Leão (PP-BA), numa variante que deve pegar entre Benito Gama (PTB-BA) a Lúcio Vieira Filho (PMDB-BA). Se Cacá Leão não votar a favor, pela mediana o mais provável é que seja de Cláudio Cajado (DEM-BA).

Pela ordem aprovada pela Presidência da Câmara dos Deputados, quando chegar no 15º Estado (Mato Grosso), o placar deverá estar próximo de 141 a favor contra 41 contra. Na segunda metade, o número de votos a favor vai disparar com a entrada de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais, porém o máximo de votos a favor que deveremos ter será em torno de 337 ao terminar a contagem de Pernambuco. Com 39 deputados, a Bahia terá a maior probabilidade de cravar o voto derradeiro.

Em caso de efeito manada antecipado, será em Pernambuco o voto derradeiro, numa janela que irá de Jarbas Vasconcelos (PMDB-PE) a Tadeu Alencar (PSB-PE).

O Nordeste representará quase 50% dos votos a favor de Dilma, entre 67 a 71. Para se ter uma ideia, as bancadas da Bahia e Ceará darão respectivamente uma média de 19 e 13 votos, respectivamente, à Dilma Rousseff. Comparando, São Paulo e Minas Gerais também darão em média 13 votos pró-Dilma, com bancadas duas a três vezes maiores que Bahia e Ceará, respectivamente. Rio de Janeiro deve dar 11 votos pró-Dilma.

É difícil fazer projeção estatística em um quadro tão mutante, mas pelos números e curvas já apresentadas até o presente este deverá ser o cenário mais provável.

FUSÃO DO MTE COM MPS É UMA FARSA. ROSSETTO É O "CHEFE DA FESTA".

Repugnante o estado em que se encontra o Ministério do Trabalho e da Previdência Social. Além de nunca dar as caras no trabalho, preferindo ficar em rádios dizendo "não vai ter golpe", o cosplay de Ministro, Miguel Rossetto, está promovendo um verdadeiro balcão de empregos de amigos dentro do Ministério.

Até hoje, em plena crise institucional, estão sendo admitidos cargos e cargos DAS de amigos do Sul, sem vínculo público, nos mais diversos cargos possíveis, com salários elevados, que também não aparecem em Brasília.

Chama atenção alguns casos, como a de uma ex-babá que prestava serviço na Presidência da República e agora presta serviços no MTPS em cargo DAS, bem próxima a Rossetto.

Além disso, Rossetto transformou o MTPS em uma espécie de agência de viagens, nunca se gastou tanto em passagens aéreas para os mais diversos servidores e o próprio Ministro, que está usando dinheiro público para promover atos partidários em seu curral eleitoral. É a "Air
Rossetto".

Qualquer economia pretendida com a fusão do MTE e do MPS foi superada, e muito, pelos gastos pornográficos que Rossetto vem promovendo no novo MTPS. Aliás, essa fusão é uma farsa. Gabas continua "Ministro de Fato" da previdência social, as estruturas continuam separadas, existem dois RH, duas logísticas, tudo separado. O gabinete do "antigo" MTE está inchado de tantos gaúchos e associados nomeados às "caçambas" diariamente pela caneta nervosa do Ministro.

Por isso tanta revolta e grito. Os valdevinos que ora ocupam o Ministério como verdadeiros "sem terra" ocupando fazendas alheias sabem que jamais irão auferir tanto lucro sem arregaçar as mangas como agora. O desespero é natural. Não haverá mais passagens aéreas de graça, restaurantes caros, cartões corporativos e toda a orgia financeira pública que estão promovendo nesse momento.

É uma vergonha o que estão fazendo com o Trabalho e a Previdência. O mais paradoxal é que essas pastas tão importantes estão dominadas por quem não trabalha e não é previdente. 

É hora do basta! Hora de erradicar os prófugos de Brasília. Chega!

quarta-feira, 13 de abril de 2016

ONOMATOPÉIA PREVIDENCIÁRIA

Servidores do INSS sofrem há 15 dias com quedas e bloqueios intermináveis... Se houve o casamento do SAT e do SAG, conforme informativo do INSS, estes então já foram pro divórcio litigioso....

O que está havendo, parece, é que o SAT se uniu ao SAG, que despediu o SGA, que não cruzou com o CNIS, que não transportou pro SABI, ai o SISAGE perdeu a agenda do SIBE, deixando o PRISMA desabilitado, o CTC foi pro espaço e a mistura do SAT, SAG, SABI, SGA, SISAGE, SIBE, CNIS e MACIÇA deu tudo OFF....


LACAIO DO MST

Enquanto a previdência social afunda no caos gerencial, o Ministro Perpétuo da Previdência Carlos Gabas se dedicou esse final de semana, juntamente com Ministro da Justiça Aragão, o doidão da ayahuasca, a intervir junto ao governo do Distrito Federal para salvar a pele do MST que, descumprindo as regras, baixaram barracas em frente ao Teatro Nacional em Brasília.

Chegaram a, vejam só, chamar a "Força Nacional" para proteger os vagabundos.

Não deu certo, a polícia militar do GDF botou todo mundo pra fora, inclusive os ministros trapalhões...

Que papel ridículo...

quarta-feira, 6 de abril de 2016

TEM PEIXE NA REDE......

Em determinada Gerência Executiva de uma grande cidade onde recentemente o(a) Gerente Executivo(a) foi vítima do Fla x Flu da política nacional, um determinado SST está cantando de galo crente que se segurou no cargo, inclusive começando a maltratar aliados da ex-gerente.

Mal sabe ele que um ex-diretor associativo de determinada entidade, atualmente isolado por seus pares em uma grande e esvaziada agência da referida localidade, está manobrando intensivamente para ser o novo SST da "nova gestão" e deu largos passos nesse sentido nos últimos dias.

No dia que o postulante ao cargo, conhecido pelego, formar fileira na sua frente, o atual SST vai sentir falta dos amigos do(a) Gerente que agora expurga...

Quem avisa amigo é....

quinta-feira, 31 de março de 2016

ENQUANTO SERVIDORES SE MATAM EM AGÊNCIAS PODRES PARA BATER METAS E CUMPRIR REPOSIÇÃO, EM BRASÍLIA...


Ah que maravilha.... Em todo o país servidores do INSS se matam em agências podres, infestadas e sem sistema para cumprir metas impossíveis...

Enquanto o drama aumenta pela necessidade de reposição de trabalho pós-greve e a iminência da queda da GDASS na maior parte do Brasil, em Brasília está tudo OK:





Servidores felizes, fazendo ioga, ginástica, terapias relaxantes, tudo em ordem, nenhuma crise, graças a Deus em pelo menos uma região do Brasil está tudo bem pro INSS, né?

O colega de camisa azul claro é um representante do INSS de Moçambique, sendo recepcionado pela assessora pessoal da presidente Elisete, que se encarregou de mostrar ao visitante como que o INSS brasileiro é uma maravilha de lugar...

São esses acima que escrevem os memorandos e portarias que são impostas goela a baixo pelo Brasil. Trata-se de trabalho muito tenso e pesado, por isso a necessidade de relaxar....

Um, dois, um, dois, um, dois...

quinta-feira, 24 de março de 2016

CONTINUA A GUERRA

Continua sendo travada nos bastidores a guerra entre Rossetto e Gabas pela presidência do INSS. Gabas tem recusado sistematicamente todos os pedidos de Rossetto e ambos estão buscando na Presidente Dilma amparo para seus pleitos.

O Gerente de Canoas não gostou da forma como foi abordado pela Presidente Elisete e nem por alguns de seus apoiadores, evidente que negou tudo mas continua sendo a carta principal na mão de Rossetto. Se ele conseguir assumir a Presidência alguns colegas que o criticaram estarão em maus lençóis...

Como vingança, o grupo de Rossetto inflou na mídia matérias sobre a reabertura da investigação do MP Paulista sobre o Bancoop, agora investigando Gabas e Vaccari, e fizeram até o MP colocar na nova denúncia que se trata de investigação sobre o "condomínio Jardim Anália Franco e outros", justamente o condomínio onde Gabas e Elisete possuiriam apartamentos no quarto andar, conforme o relatado.

Porém como tudo em Brasília está paralisado por causa do processo de impeachment em curso, por enquanto nada mudará.

PARABÉNS ROSSETTO, PARABÉNS ELISETE

Taxa de desemprego dispara 9,5% esse mês e 20% dos jovens estão desempregados no Brasil - Parabéns Ministro Rossetto...

Segurado armado ameaça peritos em Salvador, que paralisam atendimento, e o INSS mente na cara dura justificando que a paralisação foi do "sistema e apenas naquela agência"... Parabéns Presidente Elisete...

E assim vamos no teatro da vida...

quarta-feira, 23 de março de 2016

ROSSETTO, O PROFETA DO CAOS, AVISA - "NÃO VAI TER GOLPE, DIGO, BENEFÍCIO"


Enquanto ergue o punho direito para gritar "Não vai ter golpe" em comícios dentro do Planalto, enquanto aparece em carro alegórico assistindo um dos políticos mais ricos do país (Lula) discursar contra as elites, o Ministro Rossetto assiste de forma absolutamente inerte, insensível e impávido a:



  •  20 milhões de desempregados em curva crescente;
  •  500 mil gestantes e mães demorando 6 meses para obter uma licença-maternidade;
  •  2 milhões de segurados esperando 90 a 120 dias para passar em perícia médica;
  •  2 milhões de trabalhadores esperando 90 dias para um processo de aposentadoria;
  • Centenas de mães de bebês com Microcefalia aguardando BPC sem prazo para perícia;
Nem mutirões a perícia médica consegue fazer pois falta sistema, funcionários, segurança, salas e logística para fazer tais atendimentos.

Sob sua gestão o INSS pifou, o MTE derreteu, nada funciona e a tendência é a de piora.

Para a população, quando o Ministro Rossetto grita "não vai ter golpe", o significado é "não vai ter benefício", "não vai ter salário"...

Depois se perguntam porque a popularidade do governo não passa dos 10%...

Enquanto isso, os servidores se perguntam: Quando Miguel Rossetto irá, de fato, assumir o Ministério do Trabalho e Previdência Social? Depois ele reclama quando falam que o único quadro que presta na DS é o Raul Pont...

A BAIXARIA SÓ VAI PIORAR, O CONGRESSO TEM QUE DECIDIR LOGO.

Ciente de que não tem atualmente votos para deter o impeachment nem na Câmara, nem no Senado, o Governo decidiu partir para a luta final: as próximas semanas serão de muita baixaria, muito tapetão, pressão extrema no STF, ataques vis ao Juiz Sérgio Moro, ao Congresso, ao Judiciário como um todo e ao MPF. Abrir flancos em excesso, ainda mais para um exército com baixa artilharia, denota desespero e falta de foco.

A ordem "não declarada" é bagunçar, gritar, desordem, correria, boataria e quebrar a banca. Vale tudo no desespero de tentar impedir o inevitável. O grito do afogado diz "não vai ter golpe", apesar do impeachment estar na CF 88 e das evidências terem sido avaliadas pela Justiça, TCU e demais órgãos.

A escumalha ainda restante vai se reunir nos guetos de sempre (Largo de São Francisco, PUC-SP, Cinelândia, Departamento de "humanas" da USP e Federais) e protestar contra o "golpe", Ministros empossados pelo atual governo estão recebendo "a fatura" de forma contundente, desordem social é o objetivo. Listas de "artistas e intelectuais" que nunca produziram um clássico, uma tese, um invento, serão distribuídas para tentar contrapor o noticiário.

Jornais chapa-branca como a Folha de São Paulo serão usados para desestimular a bola de neve do impeachment. Governadores fracassados como o Dino do Maranhão serão acionados (a excelência tem 500 lixões clandestinos em plena capital reproduzindo hordas de mosquitos transmissores de doenças, mas vive em Brasília ultimamente).

Ridículas tentativas de um apoio internacional baseado em governos falidos e em clima de fim de festa como os bolivarianos será tentada, com "ameaças de isolar o Brasil" (o que seria uma benção, nos livrar desse Mercosul).

Por isso urge ao Congresso dar celeridade a este processo, seja o resultado que for. Nada de aditar isso ou aquilo, só servirá para atrasar a votação. Todos os deputados e senadores sabem que, mesmo fora da denúncia, as delações e gravações estarão "in pectore" na hora da votação.


A cada dia, a cada contagem, o desespero da turma só vai aumentar. As últimas balas estão sendo disparadas, vide a decisão de Teori Zavascki hoje à noite. No fim, porém, a nau vai afundar em sua própria incompetência.

terça-feira, 22 de março de 2016

NÃO VAI TER GOLPE

Relato dos dias atuais:

"Há meses meus amigos me falavam que minha mulher me traía, mas nunca apresentaram provas. Pois bem, um desses meus amigos seguiu minha esposa na última quarta e a gravou entrando em um motel dentro do carro do meu chefe e, pior, conseguiu filmá-la lá dentro tendo relações com meu chefe e mais outro cara ao mesmo tempo.
Um absurdo!!! Como pode uma coisa dessas? Uma gravação absolutamente ilegal, sem autorização do STF, sem nada.... Um descalabro completo, que tempos são esses onde a Lei é descumprida e ninguém faz nada?
Imediatamente retirei esse amigo da minha lista de amizades, bloqueei ele nas redes sociais e um grupo de juristas vai pedir pedir sua prisão. Minha mulher, meu chefe e o tal cara estão me dando todo o apoio.
Não vai ter golpe no meu casamento. Fora coxinhas!"


Ufa! Pensei que era corno...

quinta-feira, 17 de março de 2016

O GOVERNO É UM BANCO IMOBILIÁRIO

Até a data de ontem este blog achava que essa carta só existia no Banco Imobiliário...



HOJE A LAVA-JATO COMPLETA DOIS ANOS. PARABÉNS BRASIL. FICA A SUGESTÃO.

Em primeiro lugar parabéns aos operadores da Lava Jato pelo segundo ano de vida que está mudando a cara do Brasil.

Diante dos últimos eventos, este humilde blog tem uma sugestão para evitar confusões parecidas no futuro:

Aprovar uma emenda à Constituição estabelecendo que, uma vez iniciada uma investigação em determinado fórum policial, judicial ou do MP, que a mesma não mudará de sede em virtude da aquisição ou perda de foro privilegiado por parte do investigado durante o processo.

Assim não voltaríamos a ver cenas como as de ontem.

O PT É UMA SEITA

O PT nomeou 8 dos 11 Ministros do STF, 6 dos 7 Ministros titulares do TSE e 26 dos atuais 31 Ministros do STJ, mas diz que é perseguido pelo Poder Judiciário.
O PT comanda o executivo do país há 13 anos, mas alega ser vítima de um "Estado de Exceção".

O PT controla diretamente 30% do PIB e tem forte influência sobre os 70% restantes via empréstimos, subsídios, permissões, concessões, barreiras tarifárias, licitações públicas, participações estatais e de fundos de pensão, seus líderes se hospedam nos melhores hotéis, comem nos melhores restaurantes e viajam nos melhores jatinhos, mas alegam serem "vítimas das elites".

Em 13 anos o PT distribuiu mais de R$ 22 bilhões em publicidade estatal, sendo R$ 8 bilhões apenas para as Organizações Globo, mas alega ser vítima de um complô midiático e grita "Fora Globo".

O PT comanda a economia do Brasil há 13 anos mas alega que a crise é culpa da Operação Lava Jato.

E tem gente que acredita....

Na verdade, quando temos crenças muito arraigadas, não há evidência contrária que nos faça mudar. É preferível ignorar, negar ou falsificar as evidências do que encarar o choque de realidade.

O PT é uma seita. (na imagem acima, a cerimônia do "não vai ter golpe").

LULA, O BREVE. O PIOR MOMENTO DO BRASIL.

Este blog até agora se calou diante do escândalo assombroso que vem sendo revelado pela Operação Lava Jato, que hoje completa dois anos.

Porém assistir a posse de Lula, após as gravações de ontem, num Palácio do Planalto transformado em palanque político com direito a gritos de assembléia, ódio, discurso partidário, em uma cerimônia formal da Presidência da República, que grita que "não haverá golpe", é demais. Ali não é lugar para comício!

Todas as formalidades foram para o ralo. Todo o respeito foi para o lixo. A chefe da República execrando a Justiça e usando sua prerrogativa para blindar da prisão um ex-presidente pego com batom na cueca.

O comportamento moleque de autoridades e chefes de Estado, cercado da pequena claque, com um batalhão militar cercando o Palácio do Planalto por estarem com medo do povo (o povo real, não o povo fictício que eles se auto-intitulam líderes), isso é um absurdo.

A Presidente usando do expediente para se explicar de gravação que diz tudo o que ouvimos, que vergonha, que República de Bananas... Gritos de "abaixo a Rede Globo", como assim?

Desafiando publicamente um Juiz de Primeira Instância? Desafiando todo o Sistema Judiciário Brasileiro? Como se posicionam o STF? o STJ? Chamados de acovardados pelo ex-chefe de governo...

Se a posse era hoje, porque divulgaram que seria na terça? 

Se havia dúvida da presença de Lula, porque apressar uma assinatura de termo de posse? Qual a pressa? 

Se era apenas para Lula assinar por precaução de não comparecer à posse, porque dizer "para usar se precisar"? Usar onde?

Para que publicar às pressas um DOU com nomeação antes da assinatura do Termo de Posse?

Se já havia assinado o termo de posse porque assinou de novo?

Práticas tão repugnantes que apenas uma escumalha poderia ser capaz de perpetrá-la, só faltam as foices e martelos dentro da claque.

A cara de Lula na posse diz tudo. Estamos no pior momento do Brasil. Ainda bem que será breve.

quinta-feira, 10 de março de 2016

ELISETE REAGE.

Alertada por este site que a conspiração estava armada e que iria levar uma pernada do Ministro Rossetto, a Presidente do INSS, Elisete Berchiol, que sempre acredita neste blog (e o faz bem), iniciou um amplo movimento junto à sua base de apoio para desarmar a bomba gaúcha.

Ainda não conseguiu impedir plenamente a sua saída, mas segundo a fonte que nos relatou inicialmente os planos de Rossetto, conseguiu por ora estancar o processo para uma rediscussão. O Ministro ficou furioso e está contra-articulando pesadamente, segundo a mesma fonte. Os eventos recentes envolvendo o ex-presidente Lula ajudaram Elisete pois o assunto "INSS" ficou temporariamente em segundo plano.

O que prejudica Elisete, porém, é sua própria Diretoria. Basicamente Rossetto diz que nada tem contra Elisete mas que ela não soube formar uma boa diretoria e por isso sua gestão não está a contento. 

De fato o INSS está o caos e os planos de reposição pós-greve não estão agradando. Rossetto é contra, por exemplo, que o INSS não coloque todos os peritos para fazer perícia nas agências.  Mal sabe ele que a autarquia faz isso não por desejo, mas por impossibilidade física de colocar mais que 2.500 peritos por dia para fazer agenda. Ou seja, o INSS pode contratar 10 mil peritos, continuará colocando apenas 2.500 para atender a população nas agências, por falta de infra-estrutura e de servidores administrativos para habilitar o aumento da demanda de agendamento.

Esse engessamento é culpa exclusiva da Diretoria do INSS que não faz as mudanças necessárias para aumentar o atendimento por questões corporativistas (não querem colocar mais administrativos na linha de frente habilitando perícias), por questões de gerenciamento inadequado (erros na operação do benefício) e por incapacidade de melhorar a infra-estrutura existente.

Se Elisete pretende continuar Presidente do INSS vai ter que mostrar que não está satisfeita com os resultados apresentados por sua Diretoria e trocar diversos diretores, a começar pelo "Procurador Pantera" que trabalha todo dia por sua queda e também pelos Diretores de Benefícios, Cinara Fredo, e de Saúde do Trabalhador, Sérgio Carneiro. Além de ser comum ouvir nos corredores dessas diretorias tratarem a Presidente com adjetivos pejorativos como "interiorana", "filha da roça", "inculta", etc, os diretores estão fazendo um trabalho pífio em suas respectivas áreas, demonstrando extrema incompetência..

Como já dizia Giuseppe Lampedusa em sua obra Il gattopardo: "tudo deve mudar para que tudo fique como está".  Se insistir em manter esses nomes,  Elisete vai afundar.

quarta-feira, 9 de março de 2016

PROJETO PP (PP FANTASMA) NÃO RESISTE AO PRÓPRIO INSS - PROJETO PILOTO NAUFRAGA NA PRÓPRIA FALTA DE GESTÃO E ESTRUTURA DA AUTARQUIA.

O projeto PP (PP Fantasma), um projeto piloto ilegal e anti-ético iniciado em Sergipe para tentar fazer concessões automáticas de benefícios e com isso deixar o INSS "menos dependente de médicos", afundou na própria falta de estrutura da autarquia.

Não precisa mais da ANMP metralhar a proposta nem o CFM se descabelar para destrinchar a anti-eticidade da proposta.

O INSS sempre se supera. Os segurados não estão conseguindo agendar o PP automático no setor administrativo por falta de vagas no SISAGE. Por causa disso, o 135 está simplesmente agendando esses PP para a agenda do perito, muito antes dos 120 dias previstos, desvirtuando a proposta e matando o projeto.

A ANMP pode poupar suas coronárias. Se no projeto piloto já está esse horror, imagina nacionalmente. Por isso que sempre dizemos: Quem é ruim se destrói sozinho, né Sérgio Carneiro....

PROJETO PP EM SERGIPE DESTRÓI SERVIÇO DE ORTOPEDIA PÚBLICO NO ESTADO

Um dos efeitos colaterais desses projetos de concessão automática de benefícios por incapacidade, já cantado por nós há muito tempo, e que irá ocorrer também se expandirem isso para todo o Brasil, foi a superlotação e destruição dos serviços ambulatoriais de ortopedia do SUS de Sergipe.

Os consultórios públicos estão lotados de cidadãos pedindo atestados médicos aos moldes do que pede o INSS e ortopedistas, atônitos com a demanda e não entendendo porque um cidadão com fixador externo precisa de um atestado médico para provar incapacidade, estão se recusando a fornecer esses documentos para quem  não está agendado, a fila disparou e os próprios peritos médicos locais estão sendo cobrados pelos colegas do porque da exigência de atestados, quando então são explicados que a exigência é do setor administrativo e não médico.

A situação só não está pior pois o próprio INSS não consegue dar conta da demanda administrativa criada por esse fluxo anômalo do PP Fantasma.

Sérgio Carneiro quando implementou benefício automático na PMSP paralisou o ensino público em 2004.

Sérgio Carneiro quando implementou benefício automático no INSS em Sergipe paralisou o atendimento em Ortopedia (70% da demanda de benefícios).

Sérgio Carneiro é um perigo para o Brasil e precisa ser afastado urgentemente do INSS e de qualquer outro órgão onde ele possa causar danos. Que ele volte para a linha de frente, será menos danoso.

MESMO PROCESSANDO O INSS HÁ QUASE 10 ANOS, CRISTIANO KOCH CONTINUA GERENTE-EXECUTIVO

Há mais de 15 anos ocupando cargos DAS e de confiança no INSS, o servidor Cristiano Koch parece gozar de prestígio junto à Superintendência III, pois nem um largo processo que move contra o próprio INSS há quase 10 anos o impediu de permanecer em postos de confiança.

Os processos se referem a execução em desfavor do INSS em parcelas remuneratórias sobre gratificações e outras prestações ganhas pelo SINDSPREV/RS no longuíquo ano de 1995 e que o Gerente Executivo de Caxias do Sul, Cristiano Koch, resolveu ter pra si em 2008, conforme constam os processos listados abaixo:

5. Processo: 2008.71.00.033148-2

Basicamente o servidor foi promovido a Gerente Executivo em 2010, 2 anos após processar o INSS, em valores que atualmente beiram os R$ 30.000,00 segundo consulta ao site do TRF-4 e o INSS, até hoje, recorre contra seu próprio agente de confiança, Gerente-Executivo, querendo refazer o cálculo.

O detalhe é que, mesmo ganhando salário vantajoso à época (tinha função), o Gerente Cristiano teve a cara de pau de pedir assistência jurídica gratuita, alegando ser pobre. Mas essa a Justiça pegou e indeferiu.

O que dizer de uma pessoa que, ganhando salário acima da média para sua formação, alega pobreza para Justiça Gratuita? Com a palavra o INSS....

segunda-feira, 7 de março de 2016

PARABÉNS GERENTE-EXECUTIVO DE CAXIAS DO SUL, CRISTIANO KOCH, POR SUA GRADUAÇÃO EM DIREITO....

Só resta saber onde o Gerente Cristiano arrumou tempo para a Graduação do Curso de Direito da Universidade de Caxias do Sul (UCS), cujos cursos concorrem em horário concomitante ao que ele deveria estar a serviço do INSS, já que como Gerente-Executivo deve dedicação integral à autarquia.

Mesmo o curso noturno daria problema de compatibilidade no horário de entrada ou então traria questionamentos sobre a sua qualidade de saúde e de vida ao gastar boa parte do seu descanso noturno em curso de graduação.

De qualquer maneira o Gerente entrou na lista do ENADE 2015 da UCS, conforme o link abaixo:


Isso significa não só que fez a faculdade como a está concluindo sendo o ENADE etapa obrigatória. Para fazer o ENADE você precisa ter pelo menos 80% do curso feito ou pretender concluí-lo até julho do ano seguinte. O tempo coincide com o tempo em que está portariado como Gerente Executivo.

Para um gerente que se diz tão "rígido" e preso às "normas e às leis", é melhor começar a se explicar pois segundo apuramos a ANMP prepara umas surpresas contra esse Gerente por sucessivos casos de assédio e improbidades contra os peritos de Caxias do Sul além de questões envolvendo o erário público.

Este blog contribui com a Associação dos Peritos dando este singelo informe que julgamos merecer apuração.

sábado, 5 de março de 2016

FINALMENTE O ROSSETTO APARECEU, GENTE!!!


Defender o trabalho e a previdência que é bom, nada!!!! Violência é o trabalhador esperar 150 dias pra uma perícia, Ministro.... Esperar 150 dias para uma licença-maternidade, Ministro, 4 meses para uma avaliação de aposentadoria, 5 anos para uma revisão de benefício, Ministro...., 10 milhões de desempregados, isso sim é violência, e ocorre na SUA GESTÃO, Ministro, SEU LEGADO!!!

Se Vossa Excelência cuidasse melhor do seu Ministério e dos seus servidores, ajudaria muito mais o Lula do que falar bobagem na imprensa....

Quem diria, mas a atuação do Ministro Rossetto é tão pífia e sem sentido que está fazendo gente sentir saudades do Gabas...

sexta-feira, 4 de março de 2016

ROSSETTO BATE MARTELO: GERENTE-EXECUTIVO DE CANOAS SERÁ NOVO PRESIDENTE DO INSS. ELISETE SERÁ TRAÍDA.

O Ministro Miguel Rossetto (também conhecido como Grossetto por sua gentileza e Vaporetto por sua presença em Brasília) já bateu o martelo: Alberto Carlos Freitas Alegre, atual gerente-Executivo de Canoas/RS, será o novo presidente do INSS em substituição à atual presidente Elisete Berchiol. A mudança será concretizada nas próximas semanas.

Elisete será traída pois contava com um acordo firmado com Rossetto onde ele prometia apoiar e não mexer no INSS, em especial após ter assinado um acordo que cessou a greve dos peritos do INSS pois essa era uma condição para sua permanência, mas parece que Rossetto esperou justamente esse evento para começar a mexer as peças.

Isso representa um ataque direto da Democracia Socialista (corrente de Rossetto) em área que sempre foi ocupada pela Construindo um Novo Brasil (corrente de Gabas/Elisete).

Para não piorar a situação, será dado à Elisete uma boa posição: A ela será dada um cargo importante junto ao Ministério do Trabalho e Previdência Social em São Paulo.

Não foi dessa vez, Inspetor Clouseau. Diga-se de passagem a atuação da "Pantera" Stefanutto não foi suficiente para ele ser o Presidente do INSS, mas ajudou a construir a traição à Elisete.

Para entenderem melhor esse cisma DS x CNB, sugiro uma preve leitura abaixo:

"Diz a piada que com um comunista se tem uma tese, com dois comunistas se tem um partido, com três se tem uma revolução e com quatro comunistas se tem uma dissidência. Ao contrário dos movimentos de direita, os de esquerda sempre se caracterizaram pelo excesso de "mentes geniais" e de "insubordinados" à ordem, que a qualquer momento ou desculpa se organizavam em um coletivo próprio enfraquecendo a luta central. No Brasil isso foi também verdade e do Partido Mãe (PCB) nasceram mais de uma centena de dissidências, tendências, coletivos e movimentos, alguns virando partidos políticos, outros não, cada um com uma tese própria e, principalmente, uma liderança própria, fragmentando a luta coletiva e favorecendo á direita. Mesmo quando se unem, as operações "em paralelo" permanecem.

O PT, apesar de não ser comunista em sua base formadora, recebeu um forte apoio dos movimentos socialistas e foi o maior agregador desses movimentos "satélites" em especial em seus primeiros dez anos. Muitos coletivos optaram por aderir ao PT por enxergá-lo a grande força de esquerda nascente. Se realmente tivessem lido e estudado sobre comunismo e esquerda, veriam que o PT jamais se propôs a isso e sempre foi um partido burguês sindical de tendência social-democrata ao estilo leste-europeu (Solidariedade Polonês como exemplo mor, Lula e Lech Walesa são os líderes desse movimento).

Por ser um movimento anti-soviético, tanto o Solidariedade quanto o PT jamais poderiam ser taxados de "comunistas", por isso mesmo o PT recebeu carta livre da ditadura brasileira, em especial do então todo poderoso General Golbery, para crescer, como forma de rivalizar com o então crescente MDB (que daria origem ao PMDB). 

O fato do PT ser chamado de "comunista" hoje em dia é devido, em parte, a ter aceito a inclusão de dezenas de movimentos satélites comunistas perdidos e soltos durante a década de 80, diretas Já e fim da ditadura, mas o Partido sempre foi um movimento de característica sindical, coletivista, burguês (por ser sindical), calcado nos movimentos do sindicalismo do ABC paulista em conjunto com a ala à esquerda da Igreja Católica que precisava de um espaço para manifestação política (Comunidades Eclesiais de Base, Teoria da Libertação, CNBB). O exemplo maior dessa sinergia foi a ação do primeiro Bispo da Diocese de Santo André, Dom Jorge Marcos de Oliveira, o "bispo vermelho", que deu apoio teórico, logístico e econômico para a fundação das primeiras associações sindicais do ABC, em especial os sindicatos dos bancários paulistas.

O fato é que o PT foi o porto seguro de muito movimento comunista que estava à míngua e sem destino no fim do regime militar e precisavam de um espaço para voltar a respirar e praticar seus esportes favoritos: a retórica e a dialética.

Nenhum desses movimentos foi tão importante e duradouro como a Democracia Socialista. Criado no fim da década de 70 como uma organização política marxista não-armada que em 1986 aderiu ao PT. Com forte base no Rio Grande do Sul e em Minas Gerais, a DS foi a responsável por dar sucessivas vitórias eleitorais ao PT no RS e conseguiu introduzir no PT a política das tendências, onde agrupamentos poderiam ter uma certa autonomia em seu discurso e atuação, limitados obviamente pelas linhas centrais da direção do partido.

Apesar de importante, a DS sempre careceu de grandes nomes políticos e quadros técnicos, sendo Raul Pont (RS) o grande quadro dessa tendência. Apesar disso, sua retórica socialista quase o levou à presidência do PT em 2005, no auge da crise do mensalão, quando perderam por pouco da corrente dominante desde o início do Partido, a Articulação (atual Construindo um Novo Brasil). A dissidência (olha ela ai de novo) da tendência Aliança Popular Socialista, que traiu o acordo de apoio no segundo turno, foi vista como essencial para a derrota da DS. A APS acabou saindo do PT e, honrando as tradições socialistas, virou um novo partido, o PSOL. Jamais a DS teve chance igual de comandar alguma coisa, até que Dilma Rousseff foi reeleita em 2014.

Querendo autonomia e distância do grupo de Lula, Dilma constrói um governo com forte presença da DS, tanto por sua proximidade (ambos são do Sul) quanto por ser a única corrente com algum quadro que já experimentou governos (no RS). Os petistas ligados à corrente majoritária, CNB, se sentem traídos e uma intensa luta interna tem início.

Na previdência social, que sempre foi da CNB, a nomeação de Rossetto (DS) como novo Ministro do Trabalho e Previdência Social (MTPS) sacudiu as bases do antigo MPS. Um acordo de paz, no entanto, garantiu que Rossetto só cuidaria das questões relativas ao trabalho e Gabas continuaria como "Ministro informal" da Previdência Social, tanto que Rossetto ocupa o gabinete do antigo MTE e Gabas permanece no seu gabinete com a mesma equipe.

O medo de dar uma zica na rotina da previdência social e deixar 30 milhões de aposentados e afastados sem benefícios sempre fez o governo ser muito cauteloso ao se intrometer no INSS. Parece que, agora, Rossetto dará os primeiros passos para infiltrar a DS dentro do aparelho previdenciário."

quarta-feira, 2 de março de 2016

STEFANUTTO, A PANTERA PREVIDENCIÁRIA, ATACA DE NOVO E AJUDA ANMP A RATIFICAR O MEP E O ATO MÉDICO

A ANMP deveria premiar o Procurador-Chefe do INSS, Alessandro Stefanutto, com a Medalha de Mérito Previdenciário. Nem a melhor bancada de advogados do Brasil faria o que a nossa pantera previdenciária fez recentemente para os peritos.

A ANMP ingressou com ação na Justiça para obrigar o INSS a fornecer processos formalizados aos peritos quando da realização da perícia médica. O que é o óbvio ululante pois todo serviço federal trabalha assim.

Porém o INSS, a autarquia onde tem mais casos de corrupção do Brasil segundo a CGU, encomendou ao nosso Pink Panther uma defesa para impedir que a tese da ANMP prosperasse.

Dentre vários absurdos, Stefanutto oficiou ao Juiz que "não havia risco aos peritos médicos" pois "o médico tem plena autonomia para requisitar os documentos que julgar necessários ao segurado".

Ora, o INSS há anos vem combatendo isso e assediando os peritos a trabalhar sem lenço nem documento para produzirmos laudos de baixa qualidade como se fossemos máquinas de moer carne. Afirmar isso em juízo é quebrar todo o pensamento "interna corporis" do INSS sobre o ato médico.

O que o Juiz fez? acatou integralmente a tese da AGU, indeferiu o pedido da ANMP mas reafirmou, em sentença, que o perito tem autonomia para solicitar a documentação que achar necessária, ou seja, ganhou mas não levou e, melhor, ajudou a ANMP a ratificar os conceitos do Movimento de Excelência Pericial e do Ato Médico.

Agora todo perito médico tem respaldo JUDICIAL para, uma vez iniciada a perícia, solicitar todas as documentações que julgar necessária, sob pena de remarcação da mesma.

Está de parabéns, Stefanutto. A ANMP deveria contratar o senhor. 

ANMP, dá a medalha pro Pantera, ele merece....

sábado, 20 de fevereiro de 2016

INSS PUBLICA A "IN DA FRAUDE".

INSS publica a IN 85, que modifica a IN 77 para tentar tornar desnecessária a formalização de processos antes da perícia médica do auxílio-doença. É a "IN DA FRAUDE".

Desde que os peritos tiveram o entendimento da necessidade da formalização de processos para seu trabalho, não por apego ao papel ou burocracia, mas pela segurança que traz ao trabalho e a possibilidade de documentar melhor cada caso, o INSS vem loucamente lutando contra isso.

A própria ANMP publicou estudo correlacionando as gerências mais resistentes ao processo com as que tem mais problemas em operações da polícia federal. Este blog sabe de casos como em determinada gerência no entorno do Vale do Paraíba que tem uma penca de servidores investigados pela Polícia Federal e que está tornando a vida dos peritos um inferno por não quererem fazer a formalização. É apenas um exemplo.

O INSS primeiro intimidou os peritos, não deu certo. Publicou memorando que não tem competência para legislar, não deu certo. Agora soltou mudança da IN que na verdade a torna ambígua, pois o artigo 410 dá autonomia ao médico, o 673 exige o processo mas o 410-A diz que não é necessária a formalização do processo para fazer a perícia médica do auxílio-doença e ai perguntamos: Por que apenas a do auxílio-doença? Por que as perícias de revisão, aposentadoria especial, recursos e demais casos precisam da formalização, sendo que em muitas delas ainda é necessário usar o SABI. Qual é o critério?

A experiência consolidada até o momento mostra que a feitura em si do processo formalizado leva pouco tempo. O que mais leva tempo é a limpeza de inconsistências de cadastros do Ax1, algo que no modo antigo poderia ser acelerado "apagando" alguns dados mas na formalização isso não é mais possível. Mesmo assim esse tempo são poucos minutos. Não justifica esse argumento de "falta de servidores".

A desculpa de falta de espaço para os processos é ridícula pois o INSS tem milhões de outros processos anuais devidamente arquivados, é lorota.

No pós-greve, o INSS ainda não publicou as normas da reposição das perícias mas já publicou duas normas contra a formalização das mesmas. O que mostra que para a autarquia esse tema é muito caro, ao ponto de ofuscar a própria greve. Por que?

Quem tem medo do processo formalizado?

A verdade é que a formalização expõe os esquemas de fraude que assolam as agências país afora. O que as quadrilhas temem?

  • Não querem requerimentos assinados para impossibilitar a materialidade ("não fui eu quem requereu esse benefício")
  • Não querem cópia autenticada de CTPS para poderem lançar vínculos no CNIS de forma impune.
  • Não querem os atestados médicos FALSOS/GRACIOSOS arquivados para se eximirem de culpa ("não fui eu, foi o perito que me declarou incapaz").
  • Não querem DUT FALSAS assinadas para impossibilitar a materialidade ("não foi minha empresa que fez esse documento").
  • Não querem formalizar os documentos pois teriam que remarcar milhares de requerimentos sem os documentos necessários.
  • Não querem RG falsificado fotocopiado e autenticado no processo para facilitar as fraudes. E por ai vai....
O que espanta, portanto, é a própria autarquia, que deveria ser a guardiã da legalidade, se insurgir contra a formalização do processo e chancelar esse tipo de risco ao sistema. Claramente os gestores que apoiaram essa IN 85 agiram em defesa da famosa cultura institucional inssana que facilita fraudes em detrimento do rigor técnico sob o pretexto do "cunho social" conforme este blog já escreveu em 2012 (clique aqui e aqui). O próprio diretor técnico de saúde do trabalhador em palestras Brasil afora critica o "legalismo" e a vigilância dos "Us" (TCU, CGU, MPU) como se isso fosse um impedimento para a "modernização do atendimento". Fala sem vergonha ou medo.

Não à toa, o INSS é a autarquia mais processada do Brasil, é a única e eterna campeã do ranking anual de fraudes da CGU (Há 13 anos em primeiro lugar, desde o início da apuração, tridecacampeão da corrupção) e a quantidade de servidores exonerados do INSS por ilícitos é 650% maior que a média de todos as outras repartições públicas federais,

Está na hora de acabar com essa cultura permissiva de fraudes em nome do "social".

Caros diretores da ANMP, urge uma ação judicial para salvaguardar os direitos dos peritos médicos neste caso. Não podemos mais ficar tão expostos à fraudes e outras anomalias de um sistema que opera a descoberto, incompleto, restritor de escrita e sem certificação.

Esse é o valor de face da IN 85. Qual rosto cabe nessa nota?

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2016

ALESSANDRO STEFANUTTO, O "INSPETOR CLOUSEAU" DO INSS.

Os peritos médicos previdenciários devem muito à Alessandro Stenafutto, Procurador-Chefe do INSS. Hoje foi anunciado o acordo entre governo e peritos com vantagens significativas para a categoria, após 165 dias de movimento paredista. Isto não teria sido possível sem a escalafobética atuação do nobre procurador, que entre trapalhadas, estratégias estrambólicas e conspirações para derrubar a Presidente do INSS, fez com que os peritos médicos e em especial sua entidade de classe, a ANMP, ficassem praticamente imunes aos ataques desferidos pelo governo.

Essa estabilidade jurídica precipitada pelas desastradas intervenções da PFE-INSS garantiu poder de fogo à ANMP e jogou rio abaixo as tentativas do INSS e MPOG em secar a greve e derrubar a representação sindical da categoria.

Levando a presidência do INSS sempre ao caminho errado, Stefanutto, nossa pantera cor-de-rosa previdenciária, deixou os gestores tentarem abafar a greve divulgando números inflados de atendimento pericial no início do movimento. A ANMP gravou todos os números, que serviram para ajudar a entidade a derrubar, na Justiça, alegações de que a greve estaria prejudicando seriamente a população. Com isso se perdeu a chance de minar a greve impondo judicialmente um elevado percentual de comparecimento aos grevistas. Quando percebeu o erro, o INSS parou de divulgar esses números, mas já era tarde.

Para piorar, isso ajudou a ANMP a conseguir uma liminar bloqueando o corte do ponto. Era necessário então mudar a estratégia. Identificando a força da representação da ANMP como principal problema, nosso Clouseau Inssano partiu para tentar desqualificar a entidade como representante da perícia. A ideia seria bloquear judicialmente a ANMP como representante e com isso "os peritos ficariam inseguros e voltariam ao trabalho". Após visitas da AGU à Ministra do STJ responsável pelo julgamento, a mesma subitamente cancelou a liminar e declarou a ANMP "não legítima a representar a categoria em situações de greve por não ser sindicato".

Perfeito, só que ele esqueceu de combinar com os russos: Não só os peritos permaneceram unidos sob a égide da ANMP como o INSS ficou, da noite pro dia, impedida de articular qualquer medida punitiva contra a ANMP pois se a ANMP não era legítima, não poderia ser multada, processada ou intimada. Stefanutto criou a greve sem líder de direito, mas com líder de fato. Sua estratégia rocambolesca acabou blindando a ANMP e seus dirigentes e os peritos não voltaram ao trabalho, pior, a adesão aumentou.

Sem poder agir por cima, então nossa pantera do seguro social tinha que ter outra forma de articulação. Eis que subitamente procuradores da república em cidades do interior passaram a ingressar com ações na vara federal local, contra a ANMP, exigindo o que não se podia mais pedir na via superior, ou seja, multa, elevação do percentual de atendimento, etc. A primeira experiência exitosa foi em Montes Claros - MG. Mas como não poderia deixar de ser, a marca da pantera se fez presente. O procurador da república não previu que ao argumentar a longa fila como base para suprimir a instância superior, induziu o Juiz a decretar que o INSS teria que atender obrigatoriamente segundo a ordem cronológica de agendamento. 

Os senhores sabem como é para achar um cidadão que mora a zilhões de quilômetros da agência em locais com baixa cobertura de correios e telefone, ambiente rural por excelência? Na prática isso congelou o atendimento e as agências locais ficaram cheias de peritos, sem nada a fazer, por falta de agenda.

A tabelinha Stefanutto x Darcy Vitobello (MPF) também atuou em Sergipe, onde usaram a greve para tentar outra forma de combate: impor um projeto ilegal de fluxo pericial aos peritos médicos. Novamente sem combinar com os russos, ou seja, os peritos, o resultado foi a recusa total dos colegas da referida gerência em aceitar o fluxo irregular proposto, o projeto ficou paralisado e ainda acabou atraindo as entidades médicas a favor da ANMP e contra o INSS. Bastou ele abrir a boca e os peritos ganharam o apoio maciço da sociedade contra o projeto previdenciário do momento.

Após enfiar o INSS em um atoleiro saariano e impedir sua atuação junto ao STJ , complicar o fluxo na via inferior e ajudar a amealhar dezenas de apoios à ANMP, restou a desqualificação pura e simples da associação dos peritos e o achaque com faltas injustificadas aos mesmos. "Agora eles voltam", disse o procurador....

Só que não, os peritos desafiaram as faltas e no limite, voltaram em estado de greve. Sem alternativas, com a categoria desgastada e o governo idem, o acordo foi feito em bases bem favoráveis segundo reporta a ANMP e o próprio INSS na data de hoje.

A ANMP deveria contratar Stefanutto, pois toda vez que ele abre a boca para tentar desqualificar os peritos e a perícia o resultado é que a ANMP nem precisa mais se defender já que angaria apoios de toda sorte indignados com o total desconhecimento do procurador sobre o que versa. É uma máquina de perder processos.

O INSS já devia saber disso: Há anos sob a direção do nosso  Pink Panther, a PFE virou a Perdedora Federal Especializada: não consegue vencer uma ação movida contra o INSS. Sob a gestão de Stefanutto, a despesa com benefícios pagos por ordem judicial subiu de 2% para 13% no Brasil (INSS em Números 2010 e 2015) chegando a 25% em localidades no interior.

Em 2011, numa tentativa de implantar na marra o "novo modelo previdenciário" ele conseguiu a façanha de "perder" uma ação da DPU em Porto Alegre que acabou depois virando o maior pesadelo para a autarquia, pois vem gerando há anos bilhões em prejuízo em concessões sem perícia e que ocupam o tempo de servidores do seguro social, travando outros projetos.

Há tempos Stefanutto vem enfrentando rebelião dos jovens advogados do INSS que abandonaram cargos em Brasília e se recusam a ficar na presença do líder fanfarrônico,

Mesmo com sua pífia atuação na greve dos peritos, Stefanutto ainda tem a coragem de percorrer corredores em Brasília se lançando como substituto da atual Presidente do INSS. Com procuradores assim nenhum presidente do INSS precisa de inimigos.

"Eu não sou o máximo? Posso até ser Presidente do INSS...."

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016

PFDC, O PAU MANDADO DO INSS.

(*na caricatura ao lado, Elisete e Darcy)
Durante anos a fio este blog criticou o Ministério Público Federal, a parte que cuida de assuntos previdenciários, por atuar como um verdadeiro advogado de defesa do governo e por se preocupar apenas em atacar servidores (peritos, em especial) poupando os grandes gestores do INSS. A isso chamamos de "política do holofote".

Recentemente tivemos dados que comprovam não apenas um alinhamento ideológico entre os membros da PFDC e o Governo, como que pelo menos uma importante atriz desse processo vem agindo como uma verdadeira advogada do INSS, como uma pau-mandada do INSS.


Soubemos através de procuradores da república, que não querem se identificar, que Darcy Vitobello, subprocuradora da república e a principal responsável pelo GT da Previdência Social da PFDC, anda ativamente procurando os colegas das PR regionais para demovê-los de aceitar denúncias feitas por peritos contra o INSS e, ao contrário, investigar a conduta dos peritos, transformando o denunciante em denunciado.


Em pelo menos duas ocasiões os procuradores regionais se irritaram com a conduta da colega de Brasília, dizendo se tratar de uma interferência indevida e que iriam sim dar seguimento às denúncias dos peritos de que o INSS estava forçando-os a trabalhar sem processo formalizado.


O pior é que os procuradores da república procurados não haviam sequer entrado com a denúncia, os peritos anunciaram apenas aos Gerentes Executivos do INSS que tinham feito a representação no MPF. Os Gerentes informaram à Presidente Elisete, no que aliás estão obrigados a fazer, e então "subitamente" a Procuradora Darcy passou a disparar telefonemas para os colegas locais que ainda preparavam a denúncia...


Como a subprocuradora Darcy Vitobello soube de tais ações se as mesmas ainda não estavam protocoladas? Como ela soube se apenas a Presidente do INSS sabia dessa movimentação, após ser informada pelos gerentes locais?


A amizade de Darcy e Elisete é pública e antiga, remontam da época em que ambas trabalhavam em São Paulo, uma na PRR e a outra na SR I. O que não se sabia era que a amizade iria além de meras visitas e partiria para atuação conjunta a favor do governo e contra uma categoria profissional e contra a lei.


Numa outra vertente, recente reportagem do Correio Brasiliense mostra a queixa de uma diretora de um instituto de defesa de previdenciários contra o Procurador-Chefe da PFDC, Aurélio Rios, por não fazer nada para intervir na greve dos peritos médicos e por se recusar a tentar nacionalizar ações civis públicas regionais que beneficiariam milhões de segurados. O que a diretora não sabia é que o Procurador não fez, não faz e não fará nada pois existe claramente um alinhamento ideológico entre a PFDC e o INSS, o Governo em geral.


A própria ANMP divulgou meses atrás uma série de reuniões com a PFDC tentando convencê-los a agir contra a gestão, mostrando a farsa do INSS nas reuniões com o GT, onde em quase 10 anos nenhuma promessa da autarquia foi cumprida, mas a PFDC não fez absolutamente nada diante do levantamento da ANMP.


Aliás, falando de greve, teve uma reportagem onde a subprocuradora do INSS, digo, MPF,  Darcy Vitobello, criticava o STJ pela liminar concedida à ANMP e trabalhava para sua derrubada...


Este humilde blog sugere que todos os peritos de todas as gerências onde estiver havendo resistência ao processo formalizado promovam denúncia de apuração de conduta criminosa por parte do INSS e do Gerente Executivo local junto à Procuradoria da República local, solicitando apuração dos fatos.


Não informem isso ao INSS para evitar que o procurador receba telefonemas indecorosos da subprocuradora do INSS, digo, MPF. Sugerimos o modelo abaixo:

"À Procuradoria da República de ______________________________

Por meio desta solicitamos a investigação de possível conduta criminosa por parte do INSS em especial dos gerentes __________________________________________________________ que estão ameaçando os peritos médicos da gerência ____________________________________ de processos e punições por não quererem trabalhar sem a presença do processo formalizado do benefício por incapacidade, exigido pela Lei 9.784/99, IN INSS/PRES 77/2015 e Decreto 3.048/99, bem como solicitamos averiguação de quais interesses movem esses servidores públicos a querer que os peritos médicos trabalhem na informalidade sem o devido registro dos atos realizados em um processo formal. O INSS ainda não possui processo eletrônico nos termos da MP 2.200-1 e Decreto 8.539/15. Anexo documentos ___________________________________________________.
Att

______________________________________________-"
Aqui a lista das Procuradorias da República nos Estadoshttp://www.pgr.mpf.mp.br/conheca-o-mpf/procuradores-e-procuradorias/prs

Ah, não avisem ao INSS nem à PFDC, claro.

Para saber mais:
http://www.perito.med.br/2011/10/politica-do-holofote.html
http://www.perito.med.br/2011/11/politica-do-holofote-ii-mpf-mantem.html
http://www.perito.med.br/2012/04/o-ministerio-publico-e-o-urso-polar-da.html
http://www.perito.med.br/2012/01/e-quem-fiscaliza-o-mpf.html
http://www.perito.med.br/2011/01/perolas-do-gt-previdencia-da-pfdc.html
http://www.perito.med.br/2011/01/perolas-do-gt-da-previdencia-da-pfdc.html
http://www.perito.med.br/2012/01/critica-ao-mpf-e-ao-gt-da-previdencia.html
http://www.perito.med.br/2012/01/mpf-para-que-te-quero.html
http://www.perito.med.br/2012/01/mpf-escuta-um-lado-e-acusa-servidores.html
http://www.perito.med.br/2014/07/inss-e-mpf-se-unem-para-acabar-com.html
http://www.perito.med.br/2012/06/missa-de-um-ano-pelo-gt-da-pfdc.html