sexta-feira, 29 de abril de 2016

GABAS "VOA" DA PREVIDÊNCIA, MAS VAI POUSAR EM CURITIBA, COMO RÉU DA LAVA JATO...

A CAMINHO DE SÉRGIO MORO

A presidente Dilma Rousseff nomeou Carlos Gabas para a Secretaria de Aviação Civil (SAC). Gabas, que se tornou uma das pessoas mais próximas da presidente, fora citado na Operação Lava Jato por um ex-vereador do PT como alguém com forte influência nos fundos de pensão ligados a estatais e próximo ao ex-tesoureiro petista João Vaccari Neto, preso em Curitiba. Gabas sempre negou qualquer irregularidade.

Com a nomeação, Gabas, que substitiu o deputado federal Mauro Lopes (PMDB-MG) na Pasta, passa a ter foro privilegiado, pois a secretaria tem status de ministério.
Gabas, que exercia o cargo de secretário de Previdência no ministério do Trabalho, também não tinha bom relacionamento com o ministro Miguel Rosseto.

O problema para Gabas é que não deverá ficar muitos dias no cargo. A votação no Senado que deverá resultar no afastamento da presidente Dilma Rousseff ocorrerá no dia 11 de maio.


Gabas vai pousar no Afonso Pena por vários motivos: Por envolvimento no escândalo da CONSIST (Consignados do MPOG), por envolvimento no escândalo da BANCOOP, por envolvimento em diversos escândalos nos Fundos de Pensão (PREVIC - CPI) e principalmente por já ser réu condenado por PERJÚRIO cumprindo TAC (Termo de Ajustamento de Conduta) junto à Justiça de Brasília. Um dos termos o proíbe de se envolver em novas denúncias criminais sob pena de cancelamento do TAC e cumprimento da pena pois foi réu confesso. 

Como se vê, o que não falta é denúncia a caminho. Junto com Gabas cairá toda a República de Araçatuba. Os servidores do INSS, os verdadeiros servidores, vão levar tempo mas os escombros de Araçatuba serão varridos pro lixo da história.

2 comentários:

traductoresprof disse...


muchisimas gracias!

peritos traductores

traductoresprof disse...

¡Gracias por tu trabajo!

peritos traductores