sábado, 15 de fevereiro de 2014

INCOMPETÊNCIA "MAIS MÉDICA" SEM LIMITES: CUBANOS FICAM SEM COMER POR INSANIDADE SECTÁRIA DE GESTOR



"Problemas de logística no transporte do programa Mais Médicos têm prejudicado o almoço dos médicos que atuam em algumas capitais como Fortaleza, o que tem gerado reclamações. Na capital cearense isso ocorre com os estrangeiros que atuam em bairros mais afastados da região hoteleira, que levam até 2 horas no deslocamento dos postos de saúde até a avenida Beira-Mar, onde estão hospedados.
Como o turno da manhã vai até 13h e o serviço de almoço geralmente se encerra às 14h30min, é comum que os médicos cheguem aos hotéis e não tenham como comer.
Neles, são disponibilizados café da manhã, almoço e jantar. Por isso, o jeito tem sido recorrer a lanches nos postos de saúde, pagos pelos próprios profissionais."
Não temos conseguido alugar moradias perto dos postos de saúde”, reconheceu o coordenador do programa em Fortaleza, José Carlos Souza Filho, ao jornal Diário do Nordeste. O prazo para solução do problema é janeiro de 2014, quando a tendência é que todos os médicos estrangeiros já estejam morando em apartamentos mobiliados."

Nota do BLOG: O escravo é enviado para trabalhar nos postos de saúde da periferia e são hospedados em luxuosos hotéis da Beira Mar?????  E o custo disso tudo, incluindo transporte? Como não consegue alugar moradia próxima mas consegue hotel de luxo? Será que vamos descobrir que o preço das "diárias" está acima da média do local?? Mais Médicos, Mais Negócios para Você? 

2 comentários:

Heltron Xavier disse...

Fortaleza é a quinta maior cidade do Brasil com 2,5 milhões de pessoas e milhares de imóveis em todas as regiões da cidade, inclusive mobilados para alugar.

Tem algo errado aí

aldofranklin disse...

Tem nada errado!
A diária é cheia e o político pega a parte dele "por fora"!
É assim q funciona!

Vc ta no Brasil, pense como político brasileiro ora bolas!