terça-feira, 4 de fevereiro de 2014

FINALMENTE O POVO BRASILEIRO TEM ACESSO AO DOCUMENTO SECRETO DO "CONTRATO DE TRABALHO" DO AGENTE CUBANO DO PROGRAMA "MAIS MÉDICOS"














































5 comentários:

MAURICIO disse...

Sera que nao eh barriga do Joao Santana e Piadilha para tentar desmoralizar a critica. Pra que Ditador iria fazer contrato? Nao necessita. Manda e pronto. Se desobedecer babaus. Acho que nao iam nos dar essa de bandeja.....

aldofranklin disse...

Se liga mano!
Vc acha q a médica iria se expor assim, procurar ajuda com deputado e fazer a correria para conseguir pra se libertar da escravidão?

Ela recebe menos q faxineira em São Paulo! Fora isso tomando chapéu de prefeito e tendo que arcar com moradia e alimentação nesse País com inflação comendo no centro, vc faria diferente? Veja a expressão dela, de escrava! Nessas horas o "direitos humanos" se esconde! Só aparecem quando a puliça ta sentando o pau na bandidagem! País é hipócrita!

Padilha e Dilma jogam o sambarilove pro póvao dizendo que é um sucesso e que esses médicos são carinhosos e apalpam as pessoas! Só querem votos! Não querem melhorar a saúde não nem pagar descente pros médicos brasileiros! É só lero-lero!
Padilha é dos mais cínicos que existe!

Sinceramente cansa a pessoa ver o País se lascando em tudo e a rapinagem agindo forte!

tumpopolis disse...

Que "coincidência"! Desde que o PT se entranhou no governo, que não se fala mais em médicos, dentistas, enfermeiros, etc. É só "profissional de saúde" prá cá e prá lá, e a tal da "multidisciplinaridade", blah, blah...Tá lá no contrato (?!?) da escrava: a profissão é médica, mas virou PROFESSIONAL DE LA SALUD! Ideologia rançosa tipo exportação pros palhaço...

Gustavo M. Mendes de Tarso disse...

Mas não entendo. Eles não vieram por amor e para ajudar o Brasil? Então agora estes sentimentos são mercantilizados? Acho que ninguém vive apenas de sorriso e aperto de mão. Uma lástima.

mauro vieira disse...

Mauro V Coutinho vA Dra. Ramona Matos Rodrigues tem o direito de querer viver com o namorado em Miami.
Isso é um problema dela com as autoridades de seu país e não nos cabe, a brasileiros, darmos palpite sobre as regras cubanas de emigração, que, atualmente, só restringem a saída de médicos, cientistas e militares. Os Estados Unidos restringem a entrada em seu país e que, volta e meia, vemos cenas dantescas de dezenas de “chicanos” mortos ocultos em vagões de trem para tentar entrar no “eldorado” americano e ninguém diz que, com isso, ferem a liberdade de ir e vir.
Mas a Dra. Ramona não tem o direito de ilaquear a boa-fé do povo brasileiro montando uma história farsesca sobre as razões de sua tentativa de fuga para Miami.
A Folha, hoje, revela o suficiente da história para que compreendamos que, como disse Janio de Freitas, esta história “vá dar rumba
há 34 minutos · Curtir