quarta-feira, 13 de junho de 2012

OPINIÃO: DE ONDE A FOLHA TIROU O "EXEMPLO DO INSS"?

O INSS anda cada vez mais atolado em notícias mostrando seu fracasso gerencial junto ao auxílio-doença, que representa atualmente apenas 70% de todo o seu atendimento. As causas para esse fracasso já foram amplamente discutidas neste BLOG.

Semana passada matéria veiculada no Jornal Hoje da Rede Globo provou o que falávamos ao mostrar o fracasso que é o 135 e as ilegalidades que ele comete com o cidadão, com ênfase nas respostas pífias e pinoquianas do Presidente do INSS quando instado pela emissora.

Subitamente dias depois a Folha de São Paulo solta um editorial sobre o "Exemplo do INSS" onde cita as "medidas gerenciais" que "transformaram o INSS" e cita que o ponto de estrangulamento do modelo seria a "inflexibilidade do servidor público" fazendo loas ao fim do carreirismo público.

Todos os que precisam ou conhecem o INSS estranharam o editorial, que vem na linha da matéria da época sobre o "Big Brother" da Previdência e os elogios governamentais ao sistema de monitoramento eletrônico que o INSS implantou para APENAS alguns benefícios, como o auxílio-doença. Esse sistema não monitora os processos de recursos e juntas de recursos parados há ANOS nas prateleiras da casa. Tudo bem, papel não grita.

Mas voltando ao assunto, poucos dias depois a Veja solta nota onde mostra a plena INSATISFAÇÃO da Casa Civil com o INSS, obrigando o Presidente da casa e o Ministro Garibaldi a se submeterem a humilhantes "batimentos de pontos" semanais na mesa da ministra, que de fato deve estar enfurecida com o INSS pois em sua base eleitoral é onde o Instituto apresenta desempenho dos mais pífios.

Ora, Veja e Globo mostrando o fracasso da gestão do INSS e matérias na Época e Folha de SP enaltecendo o INSS (em especial o sistema de monitoramento) parece estranho, tão estranho que sugere um ardil armado especialmente para fritar a altas temperaturas o atual presidente, Mauro Hauschild, e beneficiar seu adversário político na Casa (segundo a mesma imprensa), o atual Secretário-Executivo e ex-Ministro da Pasta, Carlos Gabas.

Não que o Presidente do INSS não mereça a fritura, ele a está merecendo pelas suas atitudes e parece que está diuturnamente trabalhando (usando as palavras de um notório amigo do Presidente) para jogarem cada vez mais óleo nele. Ao invés de se aliar aos seus pares diplomados e especializados da autarquia, preferiu seguir o velho jogo de empurra em vigor e agora está isolado, pois seu adversário conta com o apoio dos administrativos e o presidente conta com a rejeição dos peritos e vários procuradores e analistas.

Gabas x Hauschild - Quem vai ganhar? 


Mas o que chama a atenção é como se está capitalizando em cima de um sistema que monitora apenas parte do serviço do INSS e, principal, monitora apenas o tempo gasto e não é feito um diagnóstico e não se vê nenhum resultado, pelo contrário. Apenas uma visão detalhada da tragédia que se tornou o atendimento no INSS sem nenhuma medida efetiva tomada.

Que adianta fazer um big brother e enxergar "tudo" se os incompetentes que tornam o INSS um paquiderme demenciado continuam em seus postos?

Ou pior, será que quem está lendo o sistema de monitorização entende o que está vendo? Numa autarquia com menos de 25% de diplomados, tenho minhas dúvidas. Quando não se sabe onde está, um mapa não irá ajudar; ou para quem desconhece para onde se vai, qualquer caminho é correto.


"Se não soubermos o que se procura, jamais saberemos interpretar o que estamos enxergando."

2 comentários:

Heltron Israel disse...

Excelente Chico,
Quero apenas relembrar o tragi-cômico episódio dos peritos do "canadá" onde na iminência de se punir o servidor se percebe que era um erro administrativo, claro que não enfatizado, e se tentar corrigir tudo com uma das piadas mais sem graças que se tem noticia. O sistema de monitorização é um cego lendo grego em braille.

aldofranklin disse...

Eu vou dizer uma coisa: o cabra chegou trazendo expectativas de todos, foi levado no papo pelo Gabas, que é "ligeiro", tão ligeiro q levou ate a Presidenta no Lero-Lero...ACORDA PRA JESUS cabra, a panela tá no fogo alto, tua carreira política vai se acabar rapaz, olha pros peritos, pessoal intelectualizado e diferenciado, conversa com eles e propõe mudanças pra vc dar a volta por cima senão vc vai dançar e seu projeto político vai pro brejo pra sempre! E o outro vai se capitalizar no teu espinhaço!!