quarta-feira, 20 de junho de 2012

GREVE GERAL

Funcionários do Itamaraty aderem à greve dos servidores federais
DANIEL LIMA - AGÊNCIA BRASIL 

Os funcionários do MRE (Ministério de Relações Exteriores) também aderiram à greve dos servidores públicos federais, iniciada nessa segunda-feira (18). Segundo o Sinditamaraty, é a primeira vez que o pessoal do MRE entra em greve.

De acordo com o Sindisep-DF (Sindicato dos Servidores Públicos Federais no Distrito Federal), aderiram à greve os funcionários dos ministérios da Justiça, da Saúde, do Desenvolvimento Agrário, do Trabalho e Emprego, da Previdência Social, da Funasa (Fundação Nacional da Saúde), do Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária) e do Arquivo Nacional, além de professores de universidades federais e auditores fiscais da Receita Federal, que não pararam, mas decidiram fazer uma operação padrão.

O Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão informou que não tem um levantamento dos órgãos que estão com atividades paralisadas e que os dados sobre a greve são de responsabilidade de cada órgão. Na Receita Federal, a informação é que ninguém do órgão falará sobre o movimento dos auditores.

REIVINDIACAÇÕES
Os servidores públicos federais reclamam que não existe uma contraproposta do governo para as reivindicações da categoria enviadas ao governo em janeiro, entre as quais um reajuste de salários, que inclui no cálculo a inflação e a variação do PIB (Produto Interno Bruto), segundo informou José Milton Costa, da Condsef (Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Federal).

Um comentário:

aldofranklin disse...

A ministra do Planejamento não é a Miriam Belquior?

Só pensa nela, tá pouco preocupada pelo Servidor!
Sabe por que? Porque o dela tá caindo no bolso e como a maioria é egoísta, esqueceu as raízes! (A comissária se esqueceu do passado)

Veja a matéria completa na Folha de São Paulo: http://www1.folha.uol.com.br/fsp/poder/49362-a-comissaria-se-esqueceu-do-passado.shtml)

Ela está metendo o p** na b**** do Servidor, notadamente o Médico público, o Perito Previdenciário, o professor e vários outros profissionais de outros Ministérios, articuladora da MP 568, recebe a bagatela de R$ 40,5 mil mensal ( http://www.estadao.com.br/noticias/nacional,salario-de-13-ministros-extrapola-teto-de-r-267-mil,858418,0.htm) ... NAS FOTOS É SÓ SORRISO e GAITADA...