segunda-feira, 7 de outubro de 2013

1 EM CADA 5 DIRETORES DE ESCOLAS SÃO INDICADOS POR POLÍTICOS. SE ISSO É UM PROBLEMA, IMAGINA NO INSS COM 100% DE INDICAÇÕES...

Matéria da FSP de hoje publica os problemas das indicações políticas na educação e os transtornos decorrentes dela (clique aqui).

E no INSS, que 100% das indicações de chefias são políticas?? É....

Um comentário:

aldofranklin disse...

A ministra das Relações Institucionais, Ideli Salvatti (PT), negou nesta segunda-feira (7) que tenha cometido alguma ilegalidade ao usar o helicóptero do Samu para participar de eventos em Santa Catarina, Estado onde é pré-candidata ao Senado.

"Tem uma instrução normativa da Polícia Rodoviária Federal que legaliza isso, que autoriza isso. Todas as utilizações foram autorizadas pela Polícia Rodoviária Federal. Portanto, não tem nenhuma ilegalidade, nem nada. Outros ministros já utilizaram ou utilizam, então, ilegalidade nenhuma."

Reportagem publicada na edição desta segunda do jornal "Correio Braziliense" afirma que a ministra costuma usar a única aeronave da Polícia Rodoviária, conveniada ao serviço de atendimento médico, quando está no Estado.

O helicóptero, equipado com maca e tubo de oxigênio, é usado para resgatar vítimas de acidentes. Quando Ideli precisa usar a aeronave, no entanto, os equipamentos são retirados e o atendimento de urgência aos pacientes, suspenso.

Segundo o jornal, a ministra voou no helicóptero para participar de eventos sem relação direta com a sua função de articuladora política, como inauguração de obras e entrega de casas.