terça-feira, 29 de outubro de 2013

ENGAVETADA

SENADO ENGAVETA "CPI DO ERRO MÉDICO"
OUT28

Pressionada pelo PT, a Mesa Diretora do Senado acaba de engavetar o pedido da CPI da Violação do Direito Humano à Saúde (CPI do Erro Médico), que havia sido aprovada pelo presidente Renan Calheiros. Dezenas de dossiês contra médicos, em especial de Brasília, com fotos e provas, pararam na mesa do senador Magno Malta (PR-ES), que lutou pela instalação. Embora o alvo fossem hospitais privados, o PT temia que a CPI atingisse o ministro Alexandre Padilha, pré-candidato ao Governo de São Paulo.

Fábrica de mortes

Segundo Malta, o objetivo era ”apurar falhas no sistema público e privado que resultaram em óbitos”. O MPF está de olho em hospitais de Brasília.

“Nas trevas”

Malta complementa: “Quando eu entrei com o pedido da CPI, recebi e tive todas as assinaturas, e, em seguida, houve uma movimentação no escuro, nas trevas”.

Fonte: JORNAL DE BRASILIA – ESPLANADA

2 comentários:

Francisco Cardoso disse...

Opa, Flávio Dino começou a sentir o peso de ser oposição aos interesses petistas.

Se bem que eu era a favor dessa CPI, pois iríamos usá-la para denunciar a farsa do SUS. A análise petista está correta: Essa CPI seria uma grande ameaça ao Padilha.

Heltron Xavier disse...

Desde o início o PT tentava de todas as formas bocoitar as assinaturas, depois indicar seus relatores, mas a vitória total petista saiu. Arquivamento de uma situação caótica e muito grave para a população!