segunda-feira, 14 de outubro de 2013

MODELO NEGATIVO

Oficina discute nova ação política de enfrentamento ao modelo de gestão no INSS
14/10/2013
O objetivo do evento foi discutir com os demais dirigentes da entidade a parceria firmada entre o Sindsprev e a UNB, visando à construção de uma proposta alternativa de modelo de gestão.

"Nesta sexta-feira, 11/10, no CFL, dirigentes do Sindsprev participam de uma oficina, intitulada Modelo de Gestão Coletiva da Organização do Trabalho, com a professora do Departamento de Psicologia Social e do Trabalho da Universidade de Brasília (UNB), Ana Magnólia Mendes. A atividade marca o início de mais uma ação política do Sindicato de enfrentamento ao atual modelo de gestão no INSS."

"...Ana Magnólia ressaltou, ainda, como ponto negativo imposto pelo modelo produtivista, a degradação das relações de trabalho, gerando práticas de violência, assédio moral e afastamento por problemas de saúde, como estresse e depressão. “As consequências causadas ao trabalhador por este modelo são cumprimento de metas inatingíveis e graves casos de adoecimento entre os servidores, comprometendo a qualidade do trabalho "

Um comentário:

aldofranklin disse...

O modelo atual é o MoDELO POLVO, pois o Servidor tem que ter vários "braços" pra fazer mais serviços ao mesmo tempo e assim substituir a falta crônica de Servidores na Autarquia!
Só pra ter uma ideia, de 2010 pra cá, o INSS perdeu aproximadamente 2000 peritos, que representam uma perda de cerca de 40% da força de trabalho e no entanto, houveram aumentos no número de segurados, no número de solicitações de benefícios! entretanto o Governo foi ineficiente em repor seus quadros! Não à toa, é a Carreira Pública que mais tem Exoneração a Pedido por causa desse Ciclo Vicioso que se instalou!
É ou não é uma Gestão padrão FIFA?