terça-feira, 15 de outubro de 2013

EDITORIAL: ERRO CRASSO DE PRESCRIÇÃO DE "MAIS MÉDICOS" MOSTRA HORIZONTE SOMBRIO AOS BRASILEIROS DEPENDENTES DO SUS

O caso do erro crasso de prescrição de antibiótico feita por intercambista* contratado a 10.000 reais por mês (mais que a renda mensal de médicos brasileiros segundo o IPEA, mais que o salário público pago a qualquer médico do SUS neste país) mostra que estamos apenas no início de uma série de graves erros médicos sequencias cometidos contra a população carente dependente do SUS que por obra e graça do senhor Ministro Padilha e Presidente Dilma estão agora expostos a condutas inadequadas promovidas por ditos profissionais que sequer sabemos se são médicos de fato, a julgar pela qualidade da documentação que os Conselhos Regionais de Medicina andou recebendo das mãos do MS.

A cegueira ideológica muitas vezes mata e nesse caso vai matar quem nada tem a ver com isso, ou seja, cidadãos abandonados pelo Estado que entre optar pelo nada e alguma coisa obviamente aplaudiram o alguma coisa. A questão é que se trata de uma covardia sem limites expor a população a esse tipo de atendimento e sabemos que o MS optou por abrir mão do Revalida não pelas desculpas idiotas como a que "com o revalida ele poderá trabalhar em qualquer lugar", pois isso se resolve com visto de trabalho e contrato de trabalho específico, como em qualquer lugar do planeta. O motivo da não-revalidação é a certeza de que com essa prova, 90% desses ditos intercambistas não seriam aprovados, malogrando o plano traçado há 2 anos de "cubanizar" a saúde brasileira.

E como prova de que o intercâmbio é fictício, a receita absurda passou sem que nenhum "tutor" filtrasse a besteira. Somente agora, após primeiro negar responsabilidade, que o MS vai mandar um "tutor" (quem? de onde?) para checar o caso. Pela gravidade da prescrição seria de bom tom mandar junto uma equipe do CEATOX e uma UTI Móvel, eventualmente um patologista será necessário.

Portanto não se espantem, a coisa só vai piorar. Intoxicação por macrolídeo e subdose de cefalosporina foi apenas o "couvert" dessa refeição indigesta que os irresponsáveis Padilha e Dilma estão obrigando os brasileiros a ingerir.

Cansamos de avisar que isso iria acontecer e não levou nem uma semana para iniciar a bizarrice. Infelizmente veremos mais disso nos próximos meses, com a esperança de que o STF bote uma pedra nessa farsa chamada "Mais Médicos", que pela qualidade apresentada deveria se chamar "Maus Médicos".

*este blog se recusa a chamar intercambista não revalidado de médico. Médico é quem estuda, tira diploma legalizado e, se necessário, se submete às provas de revalidação com sucesso.

4 comentários:

Marcelo disse...

como sempre, uma matéria interessante, um comentário lúcido e extremamente inteligente. Abraços, caro colega Francisco Cardoso.

JANIO DE QUADROS disse...

A ganancia pelo poder deste partido Mequetreve, embusteiro, não tem medidas: Não quer entregar a saúde aos médicos porque sabe que não haverá convivência com as praticas manipuladoras que o atendimento a estas populações favorece. Daí trazer gente descompromissada, aventureiros, que se curvam a esta insanidade. Mas não poderia ser diferente: o pecado original é a ignorância e isto eles de sobra.

aldofranklin disse...

Pessoal,
Quando o programa Mais Médicos foi criado, gestado pelo João Santana, o homem do Marketing de Dilma, tinha por objetivo a recuperação dos índices de popularidade perdidos para que a reeleição da Presidente se mantivesse viável! Junto a isso, tem o interesse do Partido dos Trabalhores em eleger o Ministro da Saúde, o Padilha, como Governador do Estado de São Paulo!
Nós que acompanhamos isso, vimos a troca de farpas que ocorreram nesses últimos 3 meses!
A retirada da delegação concedida aos Conselhos Regionais dos Médicos, do registro profissional e a trazida para o Ministério da Saúde, trouxe consigo o compromisso do Governo em averiguar se a Documentação e a Capacitação dos Médicos importados eram adequadas ao exercício da Medicina no País! Óbvio que não! A Sociedade está atenta e principalmente os médicos formados nesse País, para denunciar e expor de forma um tanto midiática, qualquer erro ou desvio ético ocorrido pelo exercício da Medicina pelo profissional importado!
Uma coisa que o Governo quis confiar, foi justamente NA VIRTUDE dos médicos brasileiros em corrigir erros seja no diagnóstico ou na prescrição! Acontece que nem todo medico, eu diria até que uma parte expressiva, não está cedendo sua virtude para ser usado como instrumento político pelo Governo do PT e vou além, estão deixando arder, chegar nos finalmentes, pois somente com a Dor, com a Perda, com o Sofrimento familiar é que a grande massa de ignorantes deste País verá que O MeDiCo BRASILEIRo queria o melhor para o povo e a Sociedade!
É um absurdo o medico ser penalizado e ser colocado como vilão pela ineficiência do PT em trazer eficiência a Saúde Pública! Em praticamente 3 mandatos que tiveram o Comando do País nas mãos, pouco ou nada se avançou, seja na Educação, a maior parte continua ignorante e massa de manobra eleitoreira, seja na Saúde, sucateando a Saúde Pública e concedendo benefices a iniciativa privada, via Sistema Suplementar, que de suplementar, só no nome, passou a ser o principal! Tanto é verdade, que desconheço o Político de Brasília que realize os seus tratamentos ou de familiares, no Sistema Público! É só inflamar a unha do dedão do pé que já estão pegando o Jatinho e vindo pra São Paulo, pro Hospital Sírio Libanês, tratar-se na "ilha de excelência médica" que temos no País!
O Governo tem que corrigir o problema na Raíz, instituindo a Criação da Carreira Pública de Medico de Estado, investindo na Infra-estrutura e no aparelhamento das Unidades de Saúde e principalmente deixar de demagogia e aprovar o Ato Medico como deveria e não a Colcha de Retalhos que se viu no Congresso Nacional!

H disse...

O programa Mais Médicos é uma fantasia para o programa real "mais cubanos e comunistas" evangelizando o povo...se não for coisa pior como verba disfarçada para retorno ao país. Uma "maquiavelagem".