quinta-feira, 31 de outubro de 2013

E A PRESIDENTE AINDA QUER MAIS 10.000 MÉDICOS....O CONTADOR AVISA

Recolhimento da Previdência eleva impacto fiscal do Mais Médicos 
Finalizado às pressas para ser apresentado como uma das respostas do governo aos protestos de junho, o programa Mais Médicos - principal vitrine eleitoral da presidente Dilma Rousseff - pode afetar a saúde das contas públicas. Há cerca de duas semanas, o secretário-executivo do Ministério da Previdência Social, Carlos Eduardo Gabas, afirmou em uma reunião a portas fechadas que o programa pode gerar um "rombo fiscal".

3 comentários:

aldofranklin disse...

Isso não é problema, qualquer coisa, se apertar, é só aumentar um pouquinho a carga tributária! Brasileiro paga e é feliz, por que não?!

Tv mais cara, carro mais cara, internet, cabo, roupa, comida, insumos em geral, e tão pagando numa boa!

Outro dia questionaram o Presidente da BMW do por que aqui as as máquinas BM serem tão caras, que respondeu: Brasileiro paga sem reclamar, é status hahahaha!

E o objetivo é VOTO na urna!

É noiz!

Heltron Xavier disse...

Aldo, por falar nisso, está em discussão no legislativo o retorno da CPFM para... não ria... financiar a saúde. Verdade verdadeira. Esse país não é sério....

Jose Luiz Pinheiro Lima disse...

Nunca foi. De 2000 a 2003 eu trabalhava lá e não chegou um centavo de CPMF no Hospital do Andarai, porque agora será diferente ?