segunda-feira, 10 de junho de 2013

NÃO HÁ NADA QUE NÃO HAJA - O COICE

Rapaz leva coice e tenta agredir médico que o atendia
Segunda-Feira - 10/06/2013 - 18h23

Atualização: 18h26 de 10/06/2013

Um rapaz de 18 anos e o pai dele, que não teve a idade divulgada, são acusados de ameaçar e tentar agredir um médico da Santa Casa de Araçatuba. A confusão aconteceu nesta segunda-feira (10) depois que o jovem deu entrada no hospital, após ter levado um coice de um cavalo.

De acordo com boletim de ocorrência, o rapaz tinha uma lesão no olho direito. O paciente foi anestesiado e era examinado pelo médico, quando teria dado um tapa na mão do profissional que o atendia. Por motivos não informados, o paciente disse ao médico que iria pedir ao cavalo que desse um coice no olho dele. O médico terminou o procedimento e foi a uma sala, onde pediu exames ao paciente.

Enquanto avaliava os pedidos, o pai do paciente teria entrado na sala e ameaçou o médico. Depois que o jovem passou por exames, ele teria xingado o profissional. O pai do jovem avançou sobre o médico, mas não conseguiu agredi-lo porque foi contido pela esposa. O caso foi registrado como ameaça e será encaminhado ao Necrim (Núcleo Especial Criminal), que trata de conflitos de menor potencial ofensivo.

5 comentários:

aldofranklin disse...

Pra que arriscar-se antedendo esse Povinho?
Tai um Serviço que poderia ser realizado pelo Medico Importado!
Atender esse Povinho que habita nesse País cada dia ta mais difícil! Sao verdadeiros animais, nao importa o Serviço que esteja sedo oferecido aos mesmos!
País vai de mal a pior!

Alexander Kutassy disse...

Neste país, ser médico ou perito médico se provam profissões de risco, inclusive pelo próprio fato de não serem reconhecidas como tais.

Herbert disse...

Fato narrado por colega perito: o mesmo atende no SUS, em horário compatível (antes que comecem as besteiras). Filha de paciente atendida por ele disse que procuraria o consultório particular. Até aí tudo bem. Mas que não pagaria a consulta pois a mãe dela era paciente do SUS, dele, e como não tinha vaga, ele, o médico idiota, teria que atendê-la gratuitamente.

Não existe mais limite. O partidão conseguiu deturpar direitos e deveres, propriedade e mérito. O país acabou. Por isso o Alckimin, com todas as suas falhas, superou o chefe do partidão nas intenções de voto em SP. O pessoal que trabalha mesmo, não aguenta mais tanta sacanagem.

Francisco Cardoso disse...

Parabéns pro cavalo...

eliana santos disse...

Oha Francisco nao te conheço filho vc sabe o q aconteceu no hospital,o medico depois de 2 horas e meia que o menino deu entrada ai que o medico veio atender o medico falou que o menino tava anestesiado mas e pura mentira depois da estupides do medico o pai do menino ficou nervoso e foi p defender o filho acho que vc ainda nao e pai ne, sabe francisco os animais deles sao tratados com muito amor eles tem sentimentos muito ao contrario de vc ,o medico falou a versao dele vc estava la p ver eu estava,na hora que o medico mexeu no ferimento ainda nao anestesiado o menino tirou a mao dele mas nao p dar um tapa mas sim pela dor que estava sentindo como ele estava anestesiado se depois da briga veio os policiais chegaram e o menino ainda nem tinha tomado anestesia os policiais sao prova filho que nenhum procedimento ainda nao tinha cido tomado.Sabe Francisco a gente pensa que as coisas ruins so acontece na casa do vizinho deixa um ente querido seu chegar a precisar do hospital e ser tratado como esse menino foi e duro que a corda estoura sempre p lado mais fraco.o que a gente fala aqui a gente paga aqui mesmo na terra nunca julgue alguem sem conhecer ta .