sexta-feira, 7 de junho de 2013

"É UM PROBLEMA DE GESTÃO?"

O presidente da CSSF, deputado Dr. Rosinha (PT-PR), explicou que a audiência pública teve como objetivo apontar as causas e formas de solucionar o problema. “No início do governo Lula, em 2003, o INSS, de fato, tinha uma grande defasagem de médicos para realizar as perícias, mas foram realizados concursos para preencher o quadro funcional. Queremos saber o que causa hoje esse atraso nas perícias: são médicos que se aposentaram e não foram repostos, são alguns médicos que pediram demissão, é um problema de gestão?”, questionou Rosinha.

“Isso precisa ser resolvido porque um trabalhador não pode esperar dez, vinte, trinta, cinquenta ou sessenta dias para fazer a perícia. O prejuízo é do trabalhador, do empregador e a própria economia do País sofre com essa demora”, acrescentou o deputado paranaense.

3 comentários:

Heltron Xavier disse...

A primeira coisa para se resolver um problema é conhecê-lo profundamente.

Nós médicos somos acostumados com isso diariamente. Diagnostico errado, tratamento errado, erro grave.

Impressiona que ainda tentem propor situações que são comprovadamente erradas, não por teoria, mas pela prática - forma mais dolorosa, e ainda pensem que pode dar certo.

tumpopolis disse...

Este Dr. Rosinha é o mesmo que nos debates sobre o projeto do Ato Médico disse textualmente "este projeto é muito ruim, porque dá muito poder ao médico..."

Francisco Cardoso disse...

Sim, é um problema de gestão.