segunda-feira, 23 de setembro de 2013

PROGRAMA MENOS MÉDICOS - Novo Modelo - "Até porque o INSS não precisará daquele quadro de médicos problemáticos..."

8 comentários:

Heltron Xavier disse...

Você, Perito, pensa que tudo vai melhorar e ser muito "importante"!? Que irão reconhecer suas 20.000 horas de estudo superior e sua experiência em fraudes e detalhes técnicos jurídicos em matéria de previdência?

SORRIA VOCÊ É
D-E-S-N-E-C-E-S-S-Á-R-I-O
PARA O GOVERNO E PARA O POVO

A Perícia Médica será o LIXO atômico administrativo. Foi produzida e ninguém sabe o que fazer com ela.

Esse é o raciocínio que reina atualmente... Espernear ou não espernear, eis a questão!






E.G. disse...

Uma ou outra fraude ....... kkkkk. Quero ver quando a secretária desse imbecil tira 4 meses de férias com doença pretensamente ocupacional e volta com estabilidade.

Jose Luiz Pinheiro Lima disse...

E ainda tem perito com condições de aposentadoria pensando se se aposenta ou não e perito com alguns aninhos de pericia pensando em continuar mais 30 anos nessa vida.
Espero que logo o governo consiga o que quer e quebre de vez o RGPS para que a desordem social que virá permita que a Dilma decrete lei marcial e transforme logo o pais em uma ditadura de esquerda que faça Fidel Castro parecer a Mary Poppins, para que o povo brasileiro acorde para o que está fazendo com a democracia que recebeu de presente dos malfadados militares.
Viajem ? O tempo dirá.

Fernando Antônio disse...

Deve-se acabar com a perícia médica do inss !!!
Realocar os atuais peritos em juntas do Siass.

Benefício automático com o atestado para ytodos os segurados do inss.

PRP-inss com demais profissionais da saúde para reabilitar/readaptar/capacitar os segurados com auxílio-doença superior à 1 ano.

Alexander Kutassy disse...

Na ponta do lápis: do que os requerentes reclamam mais? De auxílios-doença não concedidos ou de encerramentos que suprimem a renda sem trabalho? Porque altas sempre serão determinadas, e me pergunto se aí começarão a xingar e reclamar contra esses desumanos multiprofissionais que decidirem pela interrupção ou encerramento dos benefícios. E aí? O que fazer contra esses multiprofissionais problemáticos? A bem da verdade não há só peritos médicos problemáticos. Há políticos problemáticos, ministros problemáticos, presidentes problemáticos, repórteres problemáticos, médicos cubanos problemáticos, contribuintes previdenciários problemáticos... com um detalhe ainda mais problemático: tudo se tornará ainda mais problemático sem os peritos...tão "problemáticos".

E.G. disse...

Acho que estamos no caminho da solução ideal: A decisão Judicial Automática.
Sempre que o cidadão entrar na justiça contra o Estado, presume-se que ele e o advogado sejam honestos e tenham razão e da-se ganho de causa. Fiscaliza-se uns 3 ou 4 pra fazer de conta e rsolvido. Economizaremos bilhões nos tribunais federais.

Francisco Cardoso disse...

Cabe um processo do sindicato contra esse vagabundo.

julioclcampos disse...

Esse cidadão com pinta de inteligente e esperto deveria ser chamado para ser o ministro ou o presidente do inss! Ou quem sabe o Dirsat? Acho que resolveria com todos os problemas dos segurados (e dos não segurados), mas capaz de não aguentar o rojão em 48 horas de "cargo".