terça-feira, 17 de setembro de 2013

Presença de Médicos estimularia Melhorias na Infra-Estrutura?

Padilha prevê melhorias em infraestrutura

São Paulo (ABr) – O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, disse ontem que a chegada dos médicos estrangeiros nas comunidades pobres do país vai estimular a melhora da infraestrutura nas unidades de saúde. “O maior obstáculo era ter o médico. Construir a unidade de saúde, equipá-la e mantê-la reformada é uma ação que o município fica estimulado a fazer quando vê que nós conseguimos garantir um médico para atender aquela população”, declarou o ministro, que participou da cerimônia de abertura da Semana Interna de Prevenção de Acidentes do Trabalho da Mercedes-Benz, em São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo.

Padilha citou situações que viveu quando trabalhou como médico na Amazônia. O ministro foi supervisor de um núcleo da Universidade de São Paulo (USP), atuando em comunidades amazônicas, e conta que percebeu que a chegada dos médicos atraiu desenvolvimento para a região.

“Não tinha nenhuma estrutura nos lugares onde trabalhamos. A presença de médicos lá estimulou o município, outras universidades e organizações a montar estrutura. Uma aldeia indígena não tinha nada, hoje tem centro cirúrgico, ambulatório para tratamento. A cidade de Santarém (PA) não tinha uma faculdade. Hoje tem a faculdade de medicina, que é um grande hospital regional”, disse. O ministro informou ainda que todos os municípios participantes do Programa Mais Médicos usarão recursos do Ministério da Saúde para reforma, ampliação e construção de unidades de saúde.

Comentários:
* Em Oposição ao Modelo de Saúde "Médicocêntrico" tão combatido pelo Carneiro, o mesmo governo entende que o médico é o ponto central da saúde? Primeiro se leva o médico paga-lhe salário para nada fazer, depois se faz a unidade de saúde e dá as condições de trabalho?! Quer dizer que presença do médico faz os poíticos investirem na saúde? E por que não funciona em alguns dos maiores prontos socorros do país lotados de médicos!? 
** O golpe de mestre do governo está por vir. O Governo vai liberar geral tudo aquilo que esqueceu de liberar em 2011 e 2012 enquanto o povo morria. Imagine que agora a sangria fará parecer que ele estava certo com o Mais Médicos. Levou os médicos e, de repente, começaram a brotar equipamentos e paredes do chão. Com isso ele tentará provar que a sua intenção era legítima e tem resultados quando na verdade há decadas os médicos já apontam que o problema é a falta de investimento. É o beijinho de bondade na testa da criancinha na véspera da eleição. 

4 comentários:

E.G. disse...

Imagina....... se quando o médico é livre para criticar ou ir embora as coisas não melhoram. Imagina se com um médico acorrentado na mesa não podendo ir embora vão providenciar alguma coisa.

Expeditp disse...

Tinha escrito um baita comentário... Quando fui postar vi que o colega acima (E.G.) já havia resumido, de modo muito mais claro e eficaz, o que tinha escrito.

Os gestores já sabiam que ia vir médico a muito tempo. Não dava pra reformar os postos?

O gestor ganhou um carimbo com CRM bem em ano eleitoral. Já vejo os pacientes reclamando que o médico não fez o laudo para o INSS, isenção tarifária... do jeito que ele quis.

E não pensem que isso vai acabar tão cedo. Pois os prefeitos querem o mesmo benefício na época das eleições municipais.


Alexander Kutassy disse...

Respondida a dúvida transcentental:
Primeiro o ovo!
Depois,a galinha!
Morramos em paz.

aldofranklin disse...

Ministro Padilha está de parabéns!
Agora com o Medico, o Político vai melhorar a infra-estrutura, vai comprar remédio, cadeira, maca e leitos! Além de equipamentos de diagnostico claro!

Se o medico já está garantido, é só complementar hehe!
Que Ministro bom de papo!