sexta-feira, 27 de setembro de 2013

ACABOU O DINHEIRO - PARTE 2 - CRISE DO ORÇAMENTO DERRUBA DIRETOR DO INSS E COLOCA NOVO MODELO EM XEQUE.

A crise no orçamento do INSS é mais séria que o transpassado na nota abaixo. Não são apenas os eventos de capacitação que sofrerão cortes. Todas as despesas de logística do INSS, como água, luz, manutenção, estão suspensas até 2014. Não há dinheiro nem para pagar as contas de telefone já em cobrança pelas operadoras.

O INSS aposta no seu peso político para conseguir prorrogar vencimentos e evitar cortes, obviamente tendo que pagar tudo em 2014 com os devidos juros extorsivos praticados no mercado, para alegria dos operadores. Por isso não devemos observar cortes de luz ou água, mas provavelmente para diminuir o dano a autarquia vai bloquear linhas telefônicas, cortar verbas de manutenção bem como transportes em geral.

A primeira vítima foi o Diretor de Orçamento, Finanças e Logística,  Pedro Augusto Sanguinetti Ferreira, que teve sua cabeça cortada hoje. Assumiu temporariamente a direção Lenílson Queiroz de Araújo, Coordenador Geral de Engenharia e Patrimônio da DIROFL, que assume um abacaxi pois as APS estão em situação precária, algumas caindo de podre e vamos para mais um forte e ensolarado verão brasileiro com a perspectiva de muitos pedidos de conserto de ar refrigerado sendo sustados por falta de verba.

E tem outro problema: Com o corte no orçamento, a eterna equipe de capacitação e homologação do SIBE já foi dispensada para seus Estados, causando tristeza para os que contavam com o adicional das diárias sem fim pois esse sistema nunca saiu do papel. Desde 2008 o INSS promete o SIBE e sempre fica para o próximo ano. 2013 não foi diferente mas dessa vez a desculpa é o corte no orçamento. Como que a DIRSAT pretende implantar esse novo modelo já anunciado nos jornais sem o SIBE? Pois com o sistema atual, o SABI, é impossível fazer a habilitação e os fluxos pretendidos, a não ser que se minta para o sistema chamando administrativo de médico. Qual número vão colocar no campo "CRM"? Ou seja, mais promessas descumpridas, mais trapalhadas sem fim. Esse assunto será abordado com mais profundidade semana que vem.

Os salários dos servidores e o dinheiro dos benefícios não estão em risco já que possuem rubrica própria, pois se dependesse da competência da DIROFL não ia ter salário nem benefício até 2014, imaginem o potencial explosivo disso.

Até quando o INSS vai ficar refém da má gestão? Nem podemos culpar o Presidente, pois como já dissemos aqui em outros tópicos, o Presidente do INSS é a "Rainha da Inglaterra" do "Reino Unido da Esculhambação". Os verdadeiros culpados são os eternos olheiros e capitães-do-mato de servidores, a mando do Comissário, esse sim responsável final por tudo o que ocorre dentro da autarquia.

Em tempo: Bem lembrado pelo colega Heltron, os terceirizados (poucos) que se cuidem, pois o dinheiro só virá, na melhor das hipóteses, em 2014. Se forem depender disso pra pagar as contas, as operadoras não terão a mesma condescendência que estão tendo com o INSS...

4 comentários:

Heltron Xavier disse...

Sem falar nos colegas terceirizados. Estes dinheiro só ano que vem na melhor das hipóteses

Francisco Cardoso disse...

Terceirizado vai tomar calote...

aldofranklin disse...

Seguinte: Dinheiro acabou pois o pessoal está curtindo bastante! É GT, viagens, diárias, Hotéis classe A com regabofe do bao! Extravasando mesmo hehe!
Já o dinheiro q a Previdencia gasta com pagamento de benefícios, os 300 bi, governo arrocha no imposto, e nao é a toa q ta batendo recorde de arrecadação! Então é isso! Pessoal curtiu bastante com essa verba! Agora so no próximo ano! Se acabou meu filho pois porque alguém gastou é usufruiu firmeza!
E outra coisa, dá uma olhadinha nas licitações do INSS no é-licitação, e se liga na parada!

Gustavo M. Mendes de Tarso disse...

Enquanto isto, eu sofro ameaça de morte na sexta-feira (27/09/2013), por um segurado que bolou um sistema de imobilização do tipo 8, com presilhas de sutiã, de tal forma que ele poderia a colocar e retirar a qualquer momento. Como se não bastasse, o administrativo entregou a perícia na mesma hora que causou a confusão. Fiz o protocolo da ANMP, que nem se dignou a entrar em contato comigo para fornecer suporte. Mandei mensagem para o Dep. Manoel da frente parlamentar pelo Twitter que também nem se dignou a responder. Na última entrevista do Jarbas ele comentou se seria necessário o corpo de outro perito na mesa para ter greve e reestruturação. Bem, se for o meu honrem meu nome e meu CRM lutando, pois a minha vida inteira eu lutei e vou morrer lutando.