segunda-feira, 1 de abril de 2013

SOB PRESSÃO - MAIS UM CASO ONDE POLÍTICOS QUEREM NA MARRA FORÇAR PERITOS A LIBERAR GERAL.

INSS promete examinar reclamações sobre perícias
Intenção é reduzir o número de perícias que são negadas aos trabalhadores

Últimas do contai

Em torno de 600 perícias médicas estão sendo realizadas por mês em Vacaria, sendo que destas, aproximadamente 40% são indeferidas pelos peritos. Os integrantes da Comissão Intersetorial de Saúde do Trabalhador estiveram reunidos com representantes do INSS para tratar do assunto.

O coordenador da comissão Sérgio Poletto destaca que o percentual de trabalhadores que não conseguem obter o benefício mesmo não tendo condições de desempenhar as funções é muito grande. Alguns encaminhamentos foram acertados como o encaminhamentos das denúncias a ouvidoria do INSS.

O gerente executivo substituto da regional do INSS José Carlos de Oliveira explica que será necessário protocolar as reclamações dos trabalhadores que precisam de perícias e encontram dificuldades.

Postado 01/04/2013 às 09:10 por Aldoir Santos.

Nota do BLOG: E qual seria o percentual que o coordenador acha que é razoável? Ora, se a pessoa não tem condições de desempenhar as funções, esse percentual deveria ser ZERO, não? Se está incapaz e é filiado e está em dia ao RGPS, tem direito ao benefício. Por isso volto a perguntar: Que diabos de percentual é esse e de onde o coordenador se baseia pra proferir tamanha besteira?

Ou será que a verdade não é bem essa? Apenas para lembrar, a média nacional de indeferimentos do INSS para o auxílio-doença é de 30%, uma das menores do planeta. A Justiça, quando acionada, referenda a decisão do perito em 90% das vezes (quando há assistência técnica do perito na lide).

3 comentários:

Heltron Xavier disse...

Média Nacional 35% A 55%. Entre regiões distintas onde a maioria sequer teve um mínimo contato.

Estão na média

aldofranklin disse...

Hoje para aquele momento de reflexao, passo a frase a seguir da filósofa russo-americana Ayn Rand ( judia, fugitiva da revolução russa, que chegou aos Estados Unidos na metade da década de 1920), mostrando uma visão com conhecimento de causa:

- Quando você perceber que, para produzir, precisa obter a autorização de quem não produz nada; quando comprovar que o dinheiro flui para quem negocia não com bens, mas com favores; quando perceber que muitos ficam ricos pelo suborno e por influência, mais que pelo trabalho, e que as leis não nos protegem deles, mas, pelo contrário, são eles que estão protegidos de você;quando perceber que a corrupção é recompensada, e a honestidade se converte em auto sacrifício; então poderá afirmar, sem temor de errar, que sua sociedade está condenada".

LEMBRA DE ALGUM PAÍS?

Regi disse...

http://achadoseconomicos.blogosfera.uol.com.br/2013/04/01/com-dilma-renda-de-empregado-do-setor-privado-sobe-mais-que-a-do-servidor/