sexta-feira, 12 de abril de 2013

Segurados levam seus filhos para Ambientes Insalubres, repletos de doentes,. Isso está certo Arnaldo!? Algum médico do trabalho responde por isso?

12/04/2013
Brinquedoteca, um lugar para crianças em agência do INSS 

Um ambiente onde sempre se ouvia criança chorando. Agora, reina a alegria. É o serviço de acolhimento às crianças que acompanham os pais no atendimento da Agência da Previdência Social Campina Grande – Tiradentes. Uma brinquedoteca, idealizada pela servidora Flávia Sorayma Delgado da Costa, foi instalada na APS e tem sido motivo de satisfação e descontração para as crianças.

O projeto surgiu de uma conversa informal onde Flávia e outros servidores da Seção de Logística discutiam a implantação de algum projeto que envolvesse o bem-estar dos servidores da seção. No bate-papo, a servidora relatou suas experiências do tempo em que trabalhava em outra APS e as dificuldades no atendimento de mães com crianças. Segundo ela, as crianças geralmente são inquietas e requerem atenção especial.

Para compor o ambiente na Agência Tiradentes, Flávia teve a ajuda das servidoras Juçara Leite e Eliane Conrado. As colegas de trabalho contribuíram na compra de mobília para o ambiente, composto por mesa infantil, cadeiras e uma barraca. As servidoras também conseguiram doações de brinquedos com familiares e amigos.

O gerente-executivo do INSS em Campina Grande, Eleumar Meneses Sarmento, elogiou a atitude da servidora e destacou a iniciativa como um exemplo a ser seguido pelas demais agências vinculadas à gerência: “Estamos começando a ser uma gerência de iniciativas positivas e espero que a experiência se amplie nas agências deste INSS que ainda não dispõem deste serviço aos nossos segurados”, disse.

O chefe do Serviço de Benefícios, Jobson Sales, que estava à frente da Agência da Previdência Social Tiradentes, agradeceu a atitude da servidora e ressaltou o ato de solidariedade: “Flávia, continue assim com ideias inovadoras e com atitude e disposição para colocá-las em prática”, expressou.

Para a segurada da Previdência Social, Emanuele Silva do Bu, que buscou atendimento na Agência Campina-Tiradentes acompanhada da sua filha Kathlyn Sophia, de 3 anos, a brinquedoteca é importante para distrair a criança no tempo de espera, “Achei ótimo! A espera fica menos estressante para mim e para minha filha.


4 comentários:

Francisco Cardoso disse...

Qualquer coisa que ocorrer a essas crianças o INSS responde diretamente.

Heltron Xavier disse...

Bem, apenas quero gerar a polemica sobre a falta de posicionamento oficial de um serviço de medicina do trabalho, a responsabilidade e o risco, quem vai ficar cuidando delas?

aldofranklin disse...

Essas ciancas nao adoecem
Se uma cair e quebrar o dente o inss ta lascado
Se uma for sequestrada o inss ta lascado
Se nao tiver monitor e tiver briga o inss ta lascado
Se um brinquedo desses cair na cabeca de uma crianca o inss ta lascado
...
Parabens pela idéia. Ai o segurado leva a crianca na pericia e qualquer coisa a responsabilidade é do INSS

Ana Beatriz disse...

Deveria haver um posicionamento oficial de algum responsável pela segurança do trabalho no local (engenheiro de segurança ou técnico de segurança), e nào de um médico do trabalho, no meu entender.