quarta-feira, 15 de maio de 2013

PRESIDENTE DA AMB NA CÂMARA

15 de Maio de 2013•17h30 • atualizado às 17h32
'Brasil quer trazer a escória', diz associação sobre médicos cubanos
Em audiência na Câmara, Florentino Cardoso negou que os problemas da saúde pública no Brasil passem pela falta de profissionais

"Desafio a quem quer que seja mostrar a excelência da medicina cubana. Os médicos formados lá estudam quatro anos, mas, para poderem exercer a profissão naquele próprio país, têm que estudar mais dois anos em outra faculdade", argumentou.

5 comentários:

Marcelo Rasche disse...

Não demorou para baixarem o nível e usarem palavras como "escória".

Baixou até o chão.

Aloísio disse...

O uso de argumentos com ofensas.. só mostra como a pessoa que argumenta não tem argumentos pra conversar... é lógico que em Cuba tem excelentes profissionais bem como Tb tem péssimos.. igual ao Brasil que tem bons médicos e Tb ruins profissionais... Em todas as profissões encontramos bons e maus profissionais..

Não vejo nada demais o Brasil contratar Cubanos ou Portugueses ou Espanhóis para trabalhar nos interiores onde os médicos nacionais não querem trabalhar. na verdade a experiência se mal sucedido vai expor as mazelas da falta de infraestrutura dos médicos brasileiros...

Querem melhores salários??? Façam Greve!!! Não perceberam que o governo não dialoga com quem não o castiga... ou então aguentem...

aldofranklin disse...

Então vai lá Marcelão, mostra com sua educacao o que é o certo? Mostra com teu fino trato a Realidade do Brasil e a realidade da Medicina Cubana!

Ja Aloisio, nao tem medico no interior pois muitos Prefeitos fazem "a pegadinha do Malandro" glú glú!
O medico vai e o Prefeito nao paga! Quando paga, paga dois ou três meses! Vc trabalha de graça que nem Relógio?
Isso sem contar a falta de Infra-estrutura!

aldofranklin disse...

Hugo Chavez que o diga! Foi tratado pelos "Melhores" e estes erraram logo de inicio o Tratamento! O que aconteceu? Ta comendo capim pela raiz meu caro!
Nao se iluda! Depois que a URSS deixou de enviar $$$ pra Cuba o negocio desandou! Nao se faz nada sem $$$, nenhuma revolução se faz sem $$$!

Francisco Cardoso disse...

O uso do termo escoria foi pesado mas a verdade nao pode ser escondida: os formandos dd lá NAO sao médicos. Sao agentes comumitarios travestidos de médicos. Vejam o curriculo da elam.