quinta-feira, 30 de maio de 2013

SST 24H

Não colegas, esse título não se refere aos colegas SST que se dedicariam 24h do dia para cumprir a missão institucional da "casa".

Estou me referindo a recente episódio em Gerência politicamente ativa do Sul do país onde o Gerente-Executivo, nomeado em lugar de colega perito médico que cometeu o erro de ser competente na sua gestão, anunciou em uma reunião que trocou o SST e apresentou o novo colega justificando que o antigo "não havia feito suficiente". O colega novo, mesmo sem tomar posse, levantou-se e segundo testemunhas fez um discurso pra lá de pelego com destaque para o seguinte trecho:
"(...) tenho saudades dos tempos das 24 perícias, afinal eram marcadas 24 mas sempre 4 a 5 faltavam e outros 4 a 5 não tinham a documentação, acabavam ficando 15 para cada um, eu era CO e fazia 2 a 3 no primeiro horário porque um colega sempre chegava atrasado e mais umas 2 a 3 porque outro colega levava o filho à psicóloga, então eu passava mais tempo (...) na copa da agência (...) do que fazendo perícia".
Porém, 24h depois, em reunião na SR, ao saber da lista de maldades que deveria cumprir, recuou de sua decisão. Disse na SR que não iria remover à força 8 a 10 peritos de uma grande agência local por não haver motivo técnico para isso, não concordava com 1h de avaliação pela assistente social e 20 minutos pelo perito, ao que foi retrucado como sendo assim por menor demanda do serviço social, disse então que contratassem mais peritos que assistentes sociais, disse que determinada APS para onde os peritos seriam exilados era totalmente inadequada para perícia.

Resultado: Não foi aceito e o mesmo se exonerou sem ter tomado posse, foi sem ter sido. Foi o futuro e agora ex SST em apenas 24h. A gerência em questão está acéfala e pelo visto não apenas no SST.

A gestão inssana está se lixando pra população. Só quer saber de perseguir peritos. Querem nos controlar na marra, de todas as formas possíveis. Se pudessem, seria na bala e no chicote. Os resultados apresentados até agora pela SR Sul respondem plenamente perguntas sobre seu preparo para o cargo bem como o de seus subalternos.

Quanto ao colega que sente saudades das 24 perícias (claro, sente pois nunca precisou fazê-las diuturnamente) fica o recado: In mutiloquio non deerit stultitia.

Um comentário:

aldofranklin disse...

Vamos ser honestos aqui!
Na época de 24 perícias tinha dia que o Perito fazia 30, 32 duas! Bastava faltar alguém!
O cabra que diz que tem saudade é porque ele nunca vivenciou uma coisa dessas! Depois de umas 15 o Peão Medico ja ficava tonto e com a cabeça fervendo, chegava um momento que ja nao tava nem mais entendendo o qe tava fazendo de tão sobrecarregado! Dai nao tinha outra alternativa a nao ser empurrar Atestado na casa de mãe Joana!
Vc vê o espertos de Brasília, vc vê Gestores ninjas, vc vê a Zona que é a Autarquia, vc vê o Brasil sendo levado nas coxas... Por que so o Perito vai dar o Sangue?
É por essas que a Carreira so perde trabalhador! E por essas que esse governo quer inventar moda pra conceder beneficio sem Perito! No passado teve experiências! Quer repetir? Vai lá e faz!
País ja ta lascado mesmo! Da mais essa forca!!