sexta-feira, 24 de maio de 2013

QUERIDOS PERITOS

Polícia investiga fraude em liberação de alvarás judiciais para obter benefícios do INSS

3 Comentários:

Natalia diz: 24 de maio de 2013

"Engraçado né... pois quem está realmente doente não consegue nunca o benefício, precisa estar ali quase morto e bem possível desses médicos peritos infelizes ainda dizerem que a pessoa pode trabalhar. Digo infelizes porque até parece que eles nunca ficarão doentes, que não tem familiares que também podem ficar em tal situação. Acho merecido quando levam uns tabefes mesmo. Brasil é o país da falta de vergonha, vão pra bem longe com esse moralismo de bolsa isso, bolsa aquilo. Cambada de vagabundo que não quer trabalhar e quem trabalha de fato e paga os impostos direitinho tem que "penar" na mão desses corruptos."


Pedro Rocha Vasconcelos diz: 24 de maio de 2013

"É isso ai Natalia, tem médicos do INSS que dão alta até pra morto, e pra quem precisa ficar realmente parado, em tratamento, negam o beneficio.
E a turma do mensalão continua na rua.
Ultimamente só se fala em fraude.
Eta brasilzinho."

edison diz:24 de maio de 2013

"Engraçado, como esses patifes, canalhas (inclusive uma servidora da Advocacia geral da União, pasme!!!!!) conseguem estes benefícios tão facilmente??????
Enquanto isso, quem realmente precisa nem mesmo morrendo consegue a tempo seu benefício???????"

2 comentários:

Airton Jr. disse...

Por esses comentários vê-se o quão "progredido" o nosso pais da piada pronta e do faz de conta está de nível intelectual...Rumando para o progresso e para o fundo do poço com a política assistencialista do governo, igualzinho a Europa!!

comentários de uma parcialidade e preconceito inacreditáveis!!

aldofranklin disse...

País é repleto de Gentalha!
Aqui ta pior que a Índia!
País cada vez pior! Quanto pior, melhor!
Paîs é lixo!
País ta entre os 5 piores do mundo em Serviços Públicos!
E o Povo? Nível educacional lá embaixo!
Povo quer beneficio, povo nao quer estudar, povo é mediocre! Povo é aproveitador! Povo é metido a experto!