terça-feira, 14 de maio de 2013

POR QUE NÃO, PRESIDENTE DILMA?

Hoje no Portal de Notícias do Senado temos nota que em 72% das comarcas do Brasil não existe o serviço de assistência gratuita para a pessoa carente que não pode pagar advogado, a Defensoria Pública da União.

O déficit de defensores públicos no país é de 10.578 profissionais. Segundo extrato da nota: "O congresso analisa instalação de defensorias em todo o país no prazo de 8 anos".

Ora senhores. O acesso à Justiça é um direito do cidadão e um dever do estado. A pessoa não pode ficar 8 anos esperando um formando em direito ser aprovado em concurso público para poder lhe defender perante os imensos desafios que uma economia globalizada como a brasileira impõe a todos.

Ter um DPU perto da sua casa é uma emergência para o qual o governo não pode ficar dependente dos defensores públicos atuais, que preferem morar nas capitais.

Por que não fazemos assim então: O governo brasileiro vai importar 6.000 advogados/bacharéis em direito de Cuba, sem aprovação da OAB, sem revalidação do diploma, para atuar como defensor público nas áreas mais carentes.

Se pode pra médico, porque não pode para bacharéis em direito?

Fica a dica,

3 comentários:

E.G. disse...

Por que os governos federal, estaduais e municipais são os maiores réus da história. Ora pois.

Jose Luiz Pinheiro Lima disse...

Bacharel de direito não pode ser defensor, tem que ter OAB.
Dilma pode até validar na canetada o diploma cubano mas o judiciário não vai aceitar que alguém sem OAB represente em juízo.

aldofranklin disse...

Nao quer que medico atenda sem!
Por que advogado nao pode? O Governo concede um Provisório, um registro provisório na OAB valido por 3 anos a modo dos Medicos Cubanos!
Vê que maravilha! Essa pouca vergonha de uma acao durar 10, 20 anos é que nao pode! O autor morre e nao saibo resultado...