segunda-feira, 20 de maio de 2013

ESCÂNDALO NAS APOSENTADORIAS POR INVALIDEZ DO SENADO FEDERAL

http://g1.globo.com/fantastico/noticia/2013/05/aposentados-por-invalidez-do-congresso-seguem-trabalhando.html


19/05/2013 23h18 - Atualizado em 19/05/2013 23h46


Aposentados do Congresso por invalidez seguem trabalhando

Fantástico encontrou pessoas que recebem altos benefícios do Senado e da Câmara, mas trabalham e ganham dinheiro.

Durante três meses, o Fantástico investigou a farra das aposentadorias por invalidez no Congresso Nacional. O programa encontrou pessoas que recebem altos benefícios do Senado e da Câmara, mas levam uma vida normal, trabalhando e ganhando dinheiro, mesmo que no papel esteja escrito que elas deveriam estar afastadas por causa de alguma doença.

2 comentários:

Fernando Antônio disse...

Responsabilidade do serviço previdenciário do Senado, que deve reavaliar de 2/2 anos todos os aposentados por invalidez sobre a possibilidade de melhora clínica e retorno à aptidão laboral ou indicação de programa de reabilitação/readaptação profissional.

O aposentado por invalidez deve notificar o emprego de origem sobre a melhora clínica o que na prática poucas vezes ocorre.

A sociedade deve denunciar, no ministério público, no órgão de origem do trabalhador ou no INSS, aposentados por invalidez que voltam ao trabalho.

A grande e principal falha é do serviço previdenciário, no caso o RH e junta médica do Senado que deve revisar de 2 em 2 anos todos os casos de aposentadorias por invalidez.

Eric Carter Riesz disse...

Na prática raramente seja no ambito federal, estadual , ou municipal, aposentados por invalidez são reavaliados, a menos que ocorram escândalos, caso recentemente mostrado no Fantástico na Assembleia Legislativa de Santa Catarina onde dezenas de servidores foram aposentados por doenças graves e alguns com salarios de mais de 25.000 reais com cardiopatia grave trabalhando como advogados. Enquanto isso infelizmente na mesma reportagem de ontem no Fantástico mostrou o drama de uma Senhora que não conseguiu se aposentar pelo INSS, com vários problemas de Sáude... infelizmente tal reportagem vem reforçar uma imagem injusta de vilão dos médicos peritos do INSS, realidade que não se comprova na prática, com certeza pelo quadro mostrado esta Senhora Marisa Ferreira Sarto, deveria estar Aposentada mas por engano da Perícia, seu auxilio doença foi cassado e a mais de 10 anos ela está nesta via crucis para se aposentar... lamentável ver um ex Deputado Francisco Gonçalves Filho Médico Obstetra aposentado por Cardiopatia Grave trabalhando normalmente... neste caso acho que pela repercussão do caso a Sra Marisa finalmente será aposentada pelo INSS.. quando aos ex motoristas do Senado, acho que o Presidente do Senado irá revisar suas aposentadorias, quanto ao ex deputado e médico , tenho minhas dúvidas se ocorrerá algo... o corporativismo na Câmara Federal e muito forte... ainda mais quando se trata de um ex deputado...