quarta-feira, 22 de maio de 2013

DESESTÍMULO TOTAL

"Desestímulo Total", esta expressão caracteriza o momento dos Peritos Médicos do INSS. Como não bastassem os problemas costumeiros para se trabalhar como insegurança, falta de estrutura e pressão de todos os lados para exercer a atividade, as poucas conquistas estão sendo perdidas uma a uma e as poucas promessas não se concretizam. As vitórias comemoradas outrora do Mandado de Injunção da Aposentadoria Especial e as 6 horas estão desmoronando por Terra. Os processos dos aposentandos foram arquivados e a cada dia que passa uma nova agência perde as 30 horas por não atingir as metas inatingíveis do Patrão. Aos poucos, retornaremos todos para as 9 horas nas APS. Mesmo a decisão que envolve direito líquido da acumulação de vínculos superiores a 60 horas balançou. Nada escapa. Fomos terceirizados novamente e até dispensados, inacreditavelmente, para pagamento de benefícios por incapacidade. Não recebemos aumentos, recursos ou melhorias. Fantástico, SPTV, Record, CUT, Deputados, Vereadores, AGU, CGU, MPF e o escambau nos julgam sem sequer lerem o que escrevemos. As 20h... Ah! Uma piada de mal gosto eleitoreira até o momento. A Perícia Médica é um Moribundo cuspido e chutado cambaleando na rua entre a loucura e razão do governo. Tudo para atender sorrindo o cliente. 

Um comentário:

aldofranklin disse...

e Concluindo: Ganhar VOTO!

É cara de pau, é esculhambação! E toda Mazela quer jogar nas costas do Perito! Assim fica fácil! E esse Jornalismo Marrom?

Mas a gente vai reagir companheiro!
A luta se dá é na Rua!