quarta-feira, 3 de abril de 2013

MEMORANDO SECRETO DA AUDITORIA E DA CORREGEDORIA MOSTRA QUE INSS NÃO TEM CONTROLE SOBRE QUADRO PERICIAL - GERENTES ESTÃO SENDO CULPADOS.

Uma ação até então reservada da Auditora Geral do INSS, Sra. Sueli Romero, em conjunto com o Corregedor-Geral do INSS, Sr. Sílvio Seixas, ainda em andamento, está provando e mostrando que o INSS não possui o menor controle e gestão sobre o quadro de peritos. O quadro completo ainda não está montado, mas as parciais apontam para um quadro de grave crise na gestão da perícia médica do INSS.

Cerca de 200 a 300 peritos já foram "aleatoriamente" escolhidos, dentre os quais este que vos escreve, e sem especificar o motivo a AUDIGER e a CORREG pediram dados sobre números de perícias, agenda sisref e outras informações que foram cruzadas durante acompanhamento por um mês, com o Gerente Executivo e o SST justificando todos os códigos colocados no sistema.

O quadro levantado é aterrorizador e mostrou, para os colegas da Auditoria e da Corregedoria, que a gestão da perícia médica no INSS é anárquica.

O que os gerentes não sabem é que na alta cúpula da autarquia, quem está levando a culpa pela má gestão são os próprios gerentes-executivos. 

O memorando secreto não pode ser exposto por preservação de identidades mas os dados já levantados provam de forma cabal que o INSS JAMAIS FEZ todas as ações de gestão necessárias para evitar o credenciamento.

Algumas respostas de gerentes beiram ao escárnio ao dizer que "É, esse fulano não trabalha mesmo" a outras como "Não sei explicar porque nos dias A B e C o fulano não tinha perícia agendada".

A conclusão parcial é que não existe linha de comando no INSS e os Gerentes Executivos estão sendo culpabilizados por isso.

Essa ação conjunta dos nobres colegas Sueli e Sílvio só provam que o INSS não cumpriu a determinação judicial de fazer todas as medidas administrativas antes de credenciar e expõe os gerentes executivos a processos por improbidade no TCU, MPF, CGU e na própria CORREG caso eles peçam o credenciamento.

3 comentários:

PauloVieira disse...

Bela conclusão:
a roda não é quadrada. Rs..rs..rs..
Há anos estamos alertando que a coisa caminha galopantemente para a zona total e somente agora estão chegando a conclusão que a culpa não é do surrado Perito.
Culpabilizar os chefes não médicos pela bagunça na perícia do INSS talvez traga algum resultado positivo, como reduzir a avidez por cargos de chefia e o reconhecimento do Governo da necessidade de deslocar a Perícia Médica da Previdência Social para outro Ministério, o mais distante possível do INSSANO.

Cesar disse...

Prezado Francisco acredito que tambem fui um dos escolhidos de forma aleatoria hummm,preciso te contar o fato, preciso de seu email particular grato cesar silva Viçosa MG-cesar.silva@inss.gov.br

aldofranklin disse...

César email institucional é so pra coisas do trabalho! 100% trabalho!
Pode dar demissão outro uso sabia?
Sua caixa postal pode ser aberta por gestor sabia?
A DATAPREV pode abrir sabia?

SO ASSUNTO de Trampo!
Passa gmail, Yahoo, etc