segunda-feira, 1 de abril de 2013

EFEITO PÓS-REVOGAÇÃO DO MEMO 42

INSS - 01/04/2013 11h48
Atualizado em 01/04/2013 11h51

Diminui a demora da perícia médica em Novo Hamburgo
Em março espera caiu para oito dias no Município
Gustavo Henemann

Novo Hamburgo- Demora na realização das perícias médicas para obtenção do auxílio doença, é uma das maiores queixas dos trabalhadores brasileiros. Mas essa não é a realidade que vive a gerência executiva do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) de Novo Hamburgo. Apesar de nos primeiros meses do ano o agendamento de perícias terem demorado em média 33 dias em janeiro, e 22 dias em fevereiro, devido ao período de férias de muitos peritos, no mês março a espera é de até 8 dias.

De acordo com o chefe do Serviço da Saúde do Trabalhador da gerência hamburguense, Felipe Lagranha, nada impede que o segurado consiga uma vaga de perícia até para o próprio dia de solicitação - neste caso, para o segurado que procura o agendamento na própria agência. “Nossa demanda está adequada. Como posso ter agenda de um dia para o outro, às vezes pode demorar um pouco mais, porque essas vagas são preenchidas rapidamente”, garantiu. Enquanto Novo Hamburgo apresenta esse resultado, outras cidades da região têm problemas nos prazos.

Dados atuais da Previdência Social apontam que em Canoas os segurados marcam as perícias para até 62 dias, já em Porto Alegre esse número cai para até 48 dias, por exemplo.
http://www.jornaldegramado.com.br/novo-hamburgo/447066/diminui-a-demora-da-pericia-medica-em-novo-hamburgo.html

2 comentários:

Médicos e Peritos disse...

E não digam que é cerceamento de direitos porque não é. O requerente pode recorrer ao órgão recursal (JRPS). Só não pode é ficar agendando perícias e mais perícias para o mesmo requerimento, estupidez que o memo 42 permitia.

aldofranklin disse...

Pericia infinita bem ao estilo do Brasileiro, naquele ditado:

Vou tentar, se colar colou!