sexta-feira, 19 de outubro de 2012

"NÃO É UMA QUESTÃO QUE SERÁ SOLUCIONADA RAPIDAMENTE"

CORREIO DO POVO.COM
19/10/2012 12:06

[...]Ao avaliar sua gestão à frente do instituto, que começou no início de 2011, Hauschild explicou que uma das maiores dificuldades encontradas foi a manutenção dos servidores. Esta é uma das justificativas para os índices baixos em relação à perícia médica. Ele lembrou que estão sendo feitas reuniões semanais para identificar os problemas.
“Chegamos a anunciar a contratação de 375 peritos médicos nos últimos meses e, deste total, em média 30% não assumiram” , contou.

Hauschild ressaltou que há um grupo formado por representantes de diversos ministérios para estudar uma maneira de garantir a manutenção e o interesse dos profissionais, amenizando esse transtorno. “Se busca uma alternativa, como melhorar a remuneração e também oferecer uma jornada diferenciada. Mesmo assim, não é uma questão que será solucionada rapidamente”, projetou. Sobre o quadro de pessoal do INSS, adiantou que há 10 mil servidores em condições de aposentadoria. [...]

Na íntegra:

2 comentários:

Airton Jr. disse...

"..Não é uma questão que será resolvida rapidamente"??

Basta ter vontade política e coragem para querer enfrentar os problemas e "os interesseiros" de frente...

Mas isso nós sabemos que não irá acontecer, pois ESSA sim é A questão que não será resolvida rapidamente...

Heltron Xavier disse...

30% não assumiram e outros 30% assumiram e saíram poucos dias.