sexta-feira, 19 de outubro de 2012

SETE PASSOS PARA A QUEDA (DO PRESIDENTE DO INSS)

1) Sul lidera atrasos em perícias médicas do INSS (Junho/12)
http://zerohora.clicrbs.com.br/rs/geral/noticia/2012/06/sul-lidera-atrasos-em-pericias-do-inss-3807122.html

2) "Talvez não cumpram as jornadas" Presidente Hauschild promete resolver crise em 90 dias (Junho/12)
http://wp.clicrbs.com.br/diariosdebrasilia/2012/06/26/%E2%80%9Ctalvez-nao-cumpram-as-jornadas%E2%80%9D/

3) Candidato a Vereador em Bom Retiro do Sul - Marcelo Hauschild (Agosto/12)
http://www.eleicoes2012.info/marcelo-hauschild/

4) Presidente licenciado em campanha para o amigo de Lajeado (que foi eleito)
http://www.youtube.com/watch?v=uB9izyomdW4
(Fala como presidente do INSS e em nome do governo.)

5) Presidente do INSS faz força, mas não elege irmão em Bom Retiro do Sul (Notícia de Blog local)

(destaque para a parte: "A coligação dos Hauschild, liderada pelo prefeito eleito Pedro Wermann, PTB, foi acusada de uso pesado de recursos heterodoxosHá forte boataria em Bom Retiro do Sul de que Dilma não gostou da viagem eleitoral de Hauschild e poderia demiti-lo.")

6) Presidente do INSS faz campanha e é demitido (Out/12)

7 )Hauschild confirma demissão (Out/12)

Um comentário:

Heltron Xavier disse...

Fatos sombrios... A Revista o Consultor Jurídico teria tirado do ar "a confissão". Mas por sorte temos aqui registrado.

O CONSULTOR JURÍDICO
16 de outubro 2012
ATUAÇÃO POLÍTICA
Advogado da União, presidente do INSS é demitido

A presidente Dilma Rousseff demitiu o presidente do INSS, Mauro Luciano Hauschild. Segundo o colunista Josias de Souza, do jornal Folha de S.Paulo, o motivo foi um pedido de licença de 20 dias nos quais o advogado da União participou de campanhas municipais no seu estado, o Rio Grande do Sul. Ainda segundo o jornalista, avaliações periódicas feitas pelo governo mostraram uma deterioração dos indicadores de desempenho do INSS.

À revista Consultor Jurídico, Hauschild confirmou a notícia e a justificativa da decisão da presidente quanto à atuação política, mas afirmou que não vai falar sobre caso até conversar com o ministro da Previdência, o senador licenciado Garibaldi Alves (PMDB-RN), para saber sobre seu futuro.

O demitido fora alçado ao cargo em janeiro de 2011. Ex-procurador federal com atuação na área previdenciária, foi chefe de gabinete do ministro Dias Toffoli, no STF. De acordo com a Folha, ele fora guindado ao posto na cota do PMDB do Senado, sob apadrinhamento do líder do partido Renan Calheiros (RN).

Natural de Bom Retiro, no Rio Grande do Sul, Mauro Hauschild, formou-se em Direito e em Matemática na Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Lecionou a disciplina em diversas escolas públicas da região. Exerceu funções administrativas no Ministério do Exército e no Ministério Público Federal até ser nomeado procurador federal da Advocacia-Geral da União.

Especializou-se em Direito Constitucional e gestão pública e também atuou como procurador regional da Procuradoria Federal especializada do INSS nas 1ª e 4ª Regiões. Todos os cargos foram ocupados mediante aprovação em concursos públicos.

Hauschild foi diretor da Escola da Advocacia-Geral da União e ocupou o cargo de adjunto do advogado-Geral da União no ano de 2009.

Revista Consultor Jurídico, 16 de outubro de 2012

http://www.conjur.com.br/2012-out-16/dilma-rousseff-demite-mauro-hauschild-presidencia-inss