quarta-feira, 12 de setembro de 2012

ROTINA DO ABSURDO

12/09/2012 16:52
Vídeo revela mau atendimento no INSS
Rapaz filmou a discussão entre uma atendente e uma mulher que tentava protocolar pedido de aposentadoria

JOÃO PAULO SARDINHA 

Insatisfeito com o mau atendimento numa agência do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) em Ubatuba, um gerente comercial resolveu filmar a discussão com uma servidora do local.

O vídeo foi parar no ‘Youtube’ e tem feito sucesso nas redes sociais do mundo todo. Leonildo Rolim dos Santos, 28 anos, acompanhava sua mãe que tenta se aposentar por tempo de serviço.

A funcionária do local se negou a protocolar o pedido de aposentaria, o que deu início a uma discussão na agência. O bate-boca incluiu até palavras obscenas ditas pela atendente.

Santos, depois do episódio, fez Boletim de Ocorrência e irá encaminhar denúncia ao Ministério Público em São José dos Campos.“A gravação foi premeditada. Tinha que gravar para comprovar”, disse Rolim. “A funcionária chegou a dizer: ‘No Brasil, muitos não contribuem e querem se aposentar. Brasileiro deveria vadiar menos’”, completou o gerente comercial, que é estudante de Direito.

O vídeo colocado na web foi assistido por 17.758 pessoas no Brasil. A filmagem também foi vista por internautas de Portugal, Angola, Estados Unidos, Moçambique, Cabo Verde, Japão e Reino Unido. “O pior é que, antes de atender minha mãe, a funcionária estava atendendo a uma senhorinha do mesmo jeito.”

Outro Lado / Por meio de sua assessoria de imprensa, o INSS informou que já tem conhecimento do fato e já solicitou à Corregedoria do órgão que apure, por meio de procedimento administrativo disciplinar, se houve conduta inadequada por parte da servidora.
Eis o o vídeo:

3 comentários:

Heltron Xavier disse...

O problema no INSS que foi o estopim foi a dissonância entre o escrito e a palavra do servidor.

Nem sempre o que está escrito no resultado ou carta é o que de fato está registrado. Problema na certa.

As normas internas mudam, mas as cartas ainda continuam no modelo antigo. Há casos de todos os tipos como nexos, pareceres e mesmo prazos impressos diferentes dos desejados pelos funcionários.

Tive um caso em que apesar da minha perícia ter sido registrada com DCB específico o sistema imprimiu e enviou resultado de indeferimento.

Os segurados de posse do resultado errado podem tomar atitudes como essa. Os funcionários lidando com uma situação que não criaram e sendo filmados e chamados de ignorantes, mal educados e o mais.

Veja que a funcionária deixa claro que o prazo iria ser o determinado por ela na data da entrada, mesmo assim o cidadão confuso de posse de outra informação nas mãos, procurando seus justos direitos - e alguma confusão também, sem dúvidas - elege a carta como a dona da verdade, ao invés da informação da servidora a sua frente. Em quem confiar?

Francisco Cardoso disse...

A funcionária do início do vídeo estava correta, os diretos são assegurados a partir da data do agendamento. Se o cidadão duvidava da informação e só acreditava no que uma suposta carta dizia, porque perguntou então? Ele provocou demasiadamente e sem propósito a funcionária, desrespeitou-a acintosamente cometendo crime de desacato a servidor público e aparentemente não estava interessado em marcar nada, apenas causar um vídeo polêmico para aparecer no youtube. No fim, uma outra funcionária, revoltada com o desrespeito do autor do vídeo, perdeu a linha e a compostura e a razão ao mandá-lo enfiar o celular no rabo, não deveria ter feito isso e responderá por isso, mas que fique claro que as senhoras foram provocadas ao extremo por um petulante que desacatou uma funcionária a ofendendo profissionalmente e por fim mandou cancelar tudo, mostrando que só estava a fim de causar confusão, a prova maior é o celular empunhado e o chamamento à polícia. Aliás, cadê o vídeo da PM chegando na Agência? Não deve ter ido né....

O pior de tudo foi a violação ao estatuto da criança de do adolescente ao filmar sem proteger uma criança que assistia assustanda a todo o escândalo. A criança parecia ser parente do segurado agressor e foi filmada e exposta mundialmente no youtube de forma irresponsável e absurda.

Este é o perfil dos profissionais da queixa: mal intencionados, desrespeitosos e provocadores.

Perito.Judicial disse...

O problema dele, é que o celular era pequeno, não o satisfez.