segunda-feira, 12 de agosto de 2013

EDITORIAL: GOVERNO QUER ACABAR COM A PERÍCIA, MAS FALTA CORAGEM.

"Fruto da política persecutória, satanizadora e aviltadora de grande parte do governo e da sociedade corrupta e alinhada ideologicamente com as pautas anti-médicas da ditadura suicida socialista que aqui instalou, os peritos são diminuídos na complexidade de seu julgamento, que é um juízo técnico de valor, e parece haver uma determinação de expô-los aos leões diariamente; leões estupidamente ignarus mas que, cheios de empáfia, se arvoram na ousadia de emitir juízos irrefutáveis sobre o juízo pericial, que nem sempre, inobstante todo o embasamento e conhecimento técnico, é um juízo cabal e final, justamente por causada complexidade que tem um ato pericial.

A ordem é causar a desordem e esta política de destruir e moer peritos já começou há muitos anos, portanto a única coisa que este governo não poderia alegar é estar surpreso quanto à fila de perícias alarmante em quase todo Brasil, embora não vá jamais admitir que provocou e engendrou tais filas propositadamente. Mas, com todas as estatísticas, as notícias da mídia e com a política anti-meritocrática pactuando a mediocridade no Brasil, creio não ser preciso nem mais a confissão de ninguém pois os indícios já deixaram de sê-los e passam a compor provas de improbidade administrativa dos gestores.
 
Só falta alguém com coragem para denunciar. Será que o MPF teria esta coragem ou preferirá continuar instaurando ACP mandando terceirizar a perícia e mandando jorrar dinheiro público sem nenhum critério para os requerentes de benefícios por incapacidade, somente pelo fato de a fila está longa? Por quê não atuam na causa do problema ao invés de ficarem remediando os sintomas, esquecendo-se ou esquivando-se de tratar a doença?

A doença é a incompetência, é o recalque, é a vaidade do ganho político pessoal, é a valorização do partido acima do Estado e da sociedade. Até quando o governo vai ser medroso ao ponto de não acabar de uma vez com a perícia enquanto carreira? O governo asfixia a perícia, diminui o seu valor, contribui para sua derrocada, joga para a platéia o papel de carrasco dos peritos, mas não tem coragem de acabar de uma vez com a perícia por um ato próprio e direto de sua própria lavra, mas trata os peritos a ferro e fogo na esperança de que os próprios peritos peçam arrego e joguem a toalha, tornando inviável a carreira. O governo espera dos peritos a rendição total nesta guerra para que não transpareça que suas mãos é que estão sujas de sangue e para não arcar com as consequências do
porvir.

Sinceramente, do jeito que as coisas estão há muitos anos, sem esperança de nenhuma melhora, seria um ato heróico o pedido de rendição dos peritos frente aos desígnios do governo. Estou com o Aldo e acho que temos que acabar logo com este martírio. Penso que a única saída para melhorar alguma coisa é piorar totalmente (e não à conta gotas como faz o governo com a classe) e ter a coragem, que eles não têm, de pedir a exoneração coletiva. Estou pronto para fazê-lo se a categoria estiver disposta.
 
A conta do governo já chegou de sua incompetência de governar e a terceirização total da perícia é o sonho indizível do governo para distribuir a renda finita de quem trabalha para quem não trabalha.
Iremos contribuir mais rapidamente para a bancarrota do país e para a saída dos que , já ricos, fazem caridade aos pobres com o chapéu dos outros, posando de bom moços."
 
Rodrigo Santiago é perito médico, articulista do acrealerta.com e colaborador do perito.med.

2 comentários:

aldofranklin disse...

Tem uma frase de Rui Barbosa que retrata bem a realidade atual do Governo e dos Gestores do Brasil:

" Há tantos burros mandando em homens de inteligência, que, às vezes, fico pensando que a burrice é uma ciência."

Hoje em dia, não há duvidas da inexistência de Meritocracia nas Chefias e nas Decisões! O que observamos é um verdadeiro festival de desmandos e de condutas ignorantes na condução de uma massa populacional que se coloca em posição de "vítima da sociedade" sempre em busca de benefícios! Não há crescimento da riqueza no País e sim daqueles poucos que se dispõe a trabalhar, são verdadeiramente sugados pelo Governo via uma insana fome arrecadatória de tributos a que estamos sujeitos que tem por fim, via programas eleitoreiros "distribuir" o arrecadado e assim perpetuar a classe política no poder, sem que haja nenhuma renovação em seus quadros, ocupados sobretudo pelos mesmos atores!

E digo aos Colegas que, não adianta lutar contra essa Corrente pois por fim, estes tem a massa populacional ignorante de seu lado esperando por algum momento das migalhas que são jogadas pra acalentar literalmente a fome e miséria! Não por mera coincidência, não há crescimento na Educação, único delineador que poderia mudar os paradigmas instalados!

E justamente pensando nessa proposta e conhecendo a realidade da Gestão do Governo, sabedor que não somos oligofrênicos e estamos sempre analisando a conduta que é pautada em Pesquisas Eleitorais, devemos não lutar contra, mas procurar via mecanismo de simbiose nos beneficiar do caos instalado!

A Previdência é conduzida "nas coxas". Os peritos não possuem voz ativa. O MTE não fiscaliza. As empresas não cumprem Normas de Trabalho. Enfim, um verdadeiro caldo para que possamos ressurgir com outra roupagem:
1) Criação de Plataforma de Serviços de Consultoria em Pericia Medica com abrangência Nacional tendo como base os Peritos de Ponta, em associação com Advogados e Medicos do Trabalho em cada Cidade para implantação de uma verdadeira "Fabrica de Processos Judiciais" tendo como liderança Regionalizada o Perito Medico Previdenciário.
2) Alejou no Trabalho, Procure-nos, Trabalha doente procure-nos...Por fim, agiríamos no Pente Fino e Trabalhariamos de forma WEB na elaboração da Peça Processual atuando como atores principais em processos contra as empresas e como atores ocultos em processos contra a Previdência expondo as mazelas da mesma e "ganhando o nosso"...É assim que funciona! E assim seriamos Brasileiros natos!

Chega! Autarquia escrota feita por Gestores escrotos com medidas escrotas! Chega de brigarem contra médicos, de quererem acabar com a Meritocracia a qualquer custo!
Já que não podemos vencer, utilizaremos a Inteligência, o capital Intelectual para nos beneficiar! Aguardem...

angelina disse...

Também acho Aldo. Rodrigo Santiago, os tempos sao outros.

Angelina