quinta-feira, 29 de agosto de 2013

CUT SE MANIFESTA, QUEM DIRIA, A FAVOR DOS SERVIDORES DO INSS

CNTSS/CUT repudia declaração manifestada em matéria da Rede Globo

29/08/2013
Advogada entrevistada coloca em dúvida o procedimento profissional de toda a categoria dos servidores do INSS

A CNTSS/CUT – Confederação Nacional dos Trabalhadores em Seguridade Social, como entidade representante legítima dos trabalhadores da Previdência Social, por meio de seu presidente, Sandro Alex de Oliveira Cezar, aqui representando a Direção, torna pública sua indignação em virtude do tratamento pejorativo manifestado contra a categoria dos servidores públicos do INSS – Instituto Nacional de Seguridade Social. O fato a que se refere esta nota trata-se da declaração tornada pública em matéria transmitida pela Rede Globo no domingo, 25/08/2013, no programa Fantástico, tendo como tema a investigação sobre fraude contra o INSS, onde a pessoa entrevistada menciona que todos os trabalhadores do Instituto agem de má fé na execução de suas atribuições.

Para a elaboração da matéria, a equipe de reportagem entrevista a advogada de um dos suspeitos investigados pela polícia. Conforme trecho colocado no ar e reproduzido no site G1, também do grupo da emissora, a advogada faz o seguinte pronunciamento: “A advogada do jogador, Célia Marcondes Smith, nega que o auxílio-doença seja uma forma de Andrei pagar menos pensão alimentícia e diz que não houve pagamento de propina. “O funcionário, quando atende bem, pede realmente alguma gorjeta. Infelizmente, no Brasil, essas coisas acontecem. Se ele teve que dar alguma coisa, enganaram-no. Em nenhum momento, ele pensou que pudesse ser um grupo que tivesse fazendo parte de algum crime”, disse.”

A declaração dada, ao tentar esclarecer questionamento feito pela repórter, atinge de maneira generalizada a categoria profissional. Atos isolados realizados por maus profissionais com a finalidade de benefício próprio ou de outrem e que causem qualquer tipo de dano ao erário das instituições públicas são veemente execrados pelos trabalhadores que exercem suas funções de forma digna e legítima no atendimento prestado à população e que, como toda a sociedade, também quer ver punidos exemplarmente os verdadeiros culpados por este tipo de comportamento.

A forma como a advogada tentou apresentar seus argumentos leva a entender que todos os servidores agem inadequadamente. Esta maneira de se expressar faz com que a sociedade tenha uma impressão negativa ou coloque em dúvida o grau de profissionalismo dos servidores públicos. Ou seja, em nada contribuiu com a verdade e, ao contrário, fere a dignidade dos trabalhadores que atuam de forma correta no cotidiano de suas atribuições. Reiteramos, assim, nosso descontentamento ao ter acesso ao conteúdo da matéria e ver que uma declaração desta natureza que atinge toda uma categoria possa passar sem que se tenha observada a visão do conjunto dos servidores.

Sandro Alex de Oliveira Cezar

Presidente da CNTSS/CUT

Um comentário:

aldofranklin disse...

Jogador foi ingênuo, deu o dinheiro pra conseguir a Aposentadoria mas nao sabia do que se tratava...
Ate o Dep. Donadon em sua votação de cassação, tambem disse que nao era ladrão, que nao roubou os 8 milhões e que foi injusticado! Coitado, foi inclusive condenado pelo Supremo!
O Brasil so tem pessoas honestas e trabalhadoras!
O Governo tambem é honesto, nao ha corrupcao e tudo está as mil maravilhas no Brasil!
Brasil, país de mentirinha, de faz de conta! Aqui tudo pode, nao existe o impossível!
Sejamos justos!