quinta-feira, 22 de agosto de 2013

DERRAME DE LAUDOS FALSOS NA GRANDE SÃO PAULO ENVOLVENDO NEOPLASIAS

Recentemente diversos peritos das gerências da Grande São Paulo reportaram o recebimento de laudos estranhos de pacientes supostamente com neoplasia de próstata (CID-X C61). Os laudos vinham fotocopiados com cor ou em preto em branco com o timbre de instituições como A.C. Camargo e ICESP. São todos falsos.

Todos apresentam textos similares, mudando apenas o nome do cidadão, mas até a identificação em código de barra dos laudos do ICESP é igual. Em contato o Instituto disse que este código pertence a uma paciente mulher. Além do laudo falso o carimbo médico também é falso,  o nome escrito não bateu com o CRM após checagem junto ao Cremesp.

Este BLOG recomenda que todos os SST de São Paulo e as Gerências Executivas tomem medidas no sentido de coibir mais essa fraude, sugerimos que se faça uma checagem de todos os benefícios concedidos com CID C61 nos últimos 120 dias em todas as gerências paulistas e que se acione os devidos órgãos de combate à fraudes além de pedir aos peritos mais atenção com laudos vindos de centros de tratamento de câncer.

Interessante lembrar que esse tipo de situação, comum, só foi vista pois os laudos pararam nas mãos dos peritos. No novo modelo proposto pela DIRSAT/INSS, esse tipo de derrame de laudo falso passaria batido sangrando o sistema em cifras indecentes.


Laudo Falso em nome do A.C. Camargo, grande centro de cãncer paulistano. Histórias iguais com mudança do nome do segurado frauador, aqui omitido. Os laudos apresentam o mesmo teor e em muitos casos o mesmo RGH. O nome do médico é falso também.


Laudo falso do ICESP - Textos similares, só o nome do segurado fraudador muda (aqui omitido), código de barra pertence a um prontuário de uma mulher e o carimbo abaixo é falso - o CRM pertence a um médico de nome diverso inativo desde 1999 e o nome por extenso não é de nenhum médico cadastrado no Cremesp.

6 comentários:

aldofranklin disse...

Que nada!
Esse sistema será um Sucesso com o novo modelo de avaliacao Pericial!
Destaco ainda que o Povo brasileiro é tido como o Mais Honesto do mundo, disputando cabeça a cabeça o posto com a Suíça!
Por fim "matéria falsa" pois nao existe atestado falsificado ainda mais no âmbito do INSS! Será justamente por base na honestidade e sinceridade do povo brasileiro, o sucesso do modelo pericial baseado em atestado!

Alexander Kutassy disse...

E não serão apenas Atestados de C61, mas tem todos os códigos CID à disposição para variações intermináveis, de formas que - coitados - os agentes administrativos jamais irão dominar estas feras que encostarão nos balcões ávidas pelos recursos previdenciários, cuja cornucópia se hipertrofiará para depois virar estrela anã ou buraco negro.

Fernando Antônio disse...

Para a humanização e melhor atendimento médico-pericial no INSS é fundamental o INSS disponibilizar/garantir o mínimo de 30 minutos por cada atendimento médico-pericial/INSS.

Atualmente a média de tempo de 20 minutos é insuficiente para um atendimento correto, com avaliação dos detalhes da história dos sintomas e sinais do paciente, com avaliação de detalhes do exame físico, com avaliação de detalhes dos exames complementares de laboratório e de imagens como RX, tomografias, ressonâncias magnéticas e outros além de análise detalhada sobre as condições de saúde do segurado/INSS, os tipos de trabalhos que o segurado/INSS exerce ou já exerceu, suas condições sociais/familiares, sua carga cultural/grau de escolaridade, cursos realizados e o enquadramento ou não nas Leis Previdenciárias.

Não se pode ultrapassar o quantitativo de 12 perícias médicas do INSS no período de 6 horas de atendimento à população para se propiciar a possibilidade de um atendimento médico-pericial de qualidade ao cidadão segurado do INSS.

JOSÉ ALBERTO ARMÊNIO disse...

ALGUÉM PODE ME EXPLICAR O INSTÁVEL HEMODINAMICAMENTE NO CORPO DOS ATESTADOS ?

Marcelo Rasche disse...

Quando eu ainda atendia em PS, o termo "instével hemodinamicamente" era usado para situações como infarto com choque cardiogênico. Sabe-se lá o que significa no contexto desse atestado, anemia????

Francisco Cardoso disse...

Foi assim que começaram a desconfiar, o texto não era plausivel.