domingo, 10 de março de 2013

BAFAFÁ EM RESTAURANTE REVELA INTENÇÕES DO GOVERNO EM RELAÇÃO À PERÍCIA

Há poucos dias um importante ministro de estado, cuja esposa é mais importante ainda, foi flagrado por várias testemunhas em um luxuoso restaurante da capital federal, na hora do almoço, aos berros com um famoso perito médico conhecido de todos.

As testemunhas disseram a este blog que após um encontro casual neste estabelecimento, um diante do outro, o ministro empunhou dedo em riste e voz grossa contra este colega. Acusava os peritos de terem "traído" o governo e de não quererem "trabalhar". Disse que o que o governo quer dos peritos é que eles "façam perícia" e pronto. "Vocês nos fizeram fazer uma carreira de 40h e depois não quiseram fazer as perícias" acusou o exaltado ministro. "Vocês querem as 4 horas!", insistiu.

Quando confrontado com a notícia de que quem estava liderando a discussão das 4h era o próprio Secretário Gabas, soltou uma risada forte, algo incrédulo. Questionado pelo colega sobre a traição da parte do governo, que não cumpriu a palavra no quesito salarial, estrutural e que ainda impôs um regime de terror aos colegas, o ministro se resumiu a dizer que "defendia a terceirização e que tinha que terceirizar a perícia, pois terceirizado não reclama".  

Após falar isso em voz alta umas três vezes, retirou-se da conversa. 

Procurado por este blog, o famoso colega confirmou o ocorrido. No fim, a certeza de que os tempos que se avizinham são negros para a perícia.

Nota do BLOG: Não procede a acusação do ministro. Ela apenas mostra que o Governo Federal está cego em relação ao que ocorre no INSS. Após 4 anos de trabalhos insanos (INSSano) que resultaram em milhares de agressões, algumas facadas e dois assassinatos de colegas, sem falar das centenas de operações da PF e centenas de milhares de cessações de benefícios fraudulentos, a fila de perícias do INSS ficou limpa em abril de 2009, conforme mostra o INSS em Números. 

Prejudicados pela eficiência dos peritos, os operadores do caos infiltrados no poder paralelo que comanda o INSS iniciaram em conjunto com sindicatos e MPF um boicote contra a carreira, como já denunciamos aqui. E conseguiram: De 2009 para cá mais de 2000 colegas sairam, ninguém assumiu, a fila explodiu de novo, deterioraram as condições de trabalho e saúde, arroxaram a perícia até espanar e agora entra em plano o retorno do credenciamento e de toda a rede de corrupção que marcou esse nefasto período do INSS. Os corruptos estão ganhando e a sociedade está perdendo, graças a ministros cegos como esse, cuja esposa é mais importante ainda.

Mas tem gente que diz que em política, só é cego quem quer. Logo, vai saber de onde os operadores do caos mantém suas costas quentes.

11 comentários:

Marcio Aurelio Soares disse...

quem é o ministro e quem é o colega famoso!!??

Francisco Cardoso disse...

Ai já é demais!!

Heltron Xavier disse...

Márcio, Tudo bem?
Bom você aparecer por aqui.

Há poucas opções. Você mata essa charada rapidinho.

Vandeilton disse...

O ministro em questão é o Paulo Bernardo. O post a seguir explica sua birra com os peritos:
http://www.perito.med.br/2010/07/o-governo-quer-ser-vitima.html

Vandeilton disse...

Já o perito ... deve ser o Argolo. Ele que liderou a greve em 2010, quando o Paulo Bernardo estava no Planejamento.

Rodrigo Santiago disse...

O Ministro está muito mal informado no mínimo e tem uma postura totalmente anti-republicana e desrespeitosa ao se referir aos peritos.

O que ele chama de reclamar é o exercício pleno da democracia calcado em sólida argumentação técnica, o que deve frustrá-lo porque não deve estar acostumado a isto, diletante que é do modelo venezuelano e espanhol de governar.

Pensando bem, o Aldo é quem tem mais razão: deixa este país se lascar, depois vamos ver quem é que vai botar o dedo na cara de quem.

angelina disse...

Tem outra coisa que ele tem razão...os terceirizados nao reclamam...reclamar para quem???

E o dinheiro publico que se lasque...
E a próxima geração que se ferre...
Enquanto eles vão para o Sírio Libanês, desviam dinheiro e nao tem que andar nessas estradas, nem bater SISFERRO e nem produzir...

Sao uns bons *d*...

Fernando disse...

Nomes!!!! senão fica parecendo boataria...

Francisco Cardoso disse...

Acha que é fácil assim? Os nomes tão lá, basta ler nas entrelinhas.

Paulo Taveira disse...

Paulo Bernardo, marido da Gleisi, pode gritar com um baiano desse jeito? olha que o bicho é brabo e deu gritos dentro da secretaria geral do MPS segundo conta a lenda!Daí Gabas,ooops,Ali Bábas...

Eduardo Henrique Almeida disse...

Maçaranduba para Presidente! Kkkk