sábado, 17 de maio de 2014

CUBANADAS FATAIS - FUROSEMIDA INALATÓRIA PARA BRONCOESPASMO


12 comentários:

sergiotorrino disse...

Nem merece comentários.....

Hugo disse...

Gostaria de dar uma sugestão sobre os posts das "cubanadas". Vocês, que são da área, poderiam transcrever e "traduzir" as recitas passadas (até por causa da letra - que fica mais difícil de entender se for lida por alguém não familiarizado com termos médicos, abreviaturas etc.). Por outro lado, poderiam explicar o erro, mostrando para qual doença serve o medicamento prescrito e qual deveria ter sido indicado, bem como as dosagens. Assim fica mais fácil para a gente mostrar às pessoas comuns a total irresponsabilidade do governo do PT. Imagina se alguém virasse para um leigo e dissesse que um advogado entrou com uma apelação contra uma decisão interlocutória? A mensagem não iria ser transmitida.

Unknown disse...

Nossa, o cara é bom mesmo, eu não conhecia essa versatilidade da furosemida!!! :-P

Ighenry disse...

Eu não disse que Cuba tem a medicina mais avançada do mundo! É a mais nova e espetacular forma de tratar uma crise asmática. Ainda fico pensando no motivo de Lula e Dilma não terem tratado suas neoplasias por lá e preferirem os médicos brasileiros...

Vandeilton disse...

Em crianças, o uso de furosemida inalatória é indicada, principalmente na broncodisplasia.

1) http://goo.gl/RTsOjk

2) Melo, Raul Emrich; Solé, Dirceu; Naspitz, Charles K.
Eficácia da furosemida inalada na asma induzida por exercício em crianças / Efficacy of inhaled furosemide in childrens exercise-induced asthma
J. pneumol;22(4):171-6, jul.-ago. 1996. graf.

Francisco Cardoso disse...

Só que era broncoespasmo, não broncodisplasia. E os estudos são poucos e sem grandes ensaios randomizados.

O tratamento do broncoespasmo está bem consolidado e não prevê quiromancias como inalar furosemida, que é um inibidor da bomba de Na+/K+/2Cl- na alça de henle.

Não temos alça de henle nem essa bomba nos brônquios.

Vandeilton disse...

É, nenhum estudo explica o mecanismo de ação da furosemida inalatória. Só acham vantagens frente ao placebo na prevenção do broncoespasmo. Lógico que o mecanismo de ação não terá nada a ver com a alça de Henle, até porque os estudos não encontraram nenhum efeito diurético.
A homeopatia também não tem mecanismo de ação descoberto, e está indicado seu uso.
.
De uma forma ou de outra, estes estudos, apesar de poucos e não serem randomizados/controlados, podem ser o motivo de os cubanos usarem esta prática.
.
Veja bem ... se eles estão usando furosemida inalatória porque usam a mesma em seu país, sem saber que aqui não se usa, é um erro menor. Agora, usar no chutômetro ... aí o erro já é monstruoso.
.
De uma forma ou de outra, os estudos dão uma certa amenizada na história.

VivaLaVida disse...

Já fiquei sabendo de médico brasileiro formado em Cuba que tratou raiva como virose e quase matou o paciente.
Isso que ele avisou na consulta inicial que havia sido mordido por um morcego.
Bando de burro.

Sara Alvarenga disse...

Desculpe Vandeilton,mas nn tem estudo nenhum,nem em Cuba nem na China,que possa amenizar o uso de furosemida inalatoria pra tratar crise asmatica.
O erro e uma enorme burrice .Monstruoso mesmo.

Vandeilton disse...

www.revistas.usp.br/fpusp/article/download/78349/82365
.
"Prabhu et al.21 realizaram um estudo com o objetivo de comparar os efeitos de uma dose única de furosemida (1 mg/kg) administrada por via inalatória e intravenosa nos mecanismos pulmonares em crianças prematuras com doença pulmonar crônica. Eles concluíram que a furosemida inalada aumentou o volume corrente em 31% e a complacência dinâmica em 34% após duas horas, enquanto nenhuma dessas mudanças pôde ser observada após a administração de furosemida por via intravenosa; relataram ainda não ter encontrado alteração quanto à resistência de vias aéreas em ambos os grupos."
.
Prabhu VG, Keszler M, Dhanireddy R. Pulmonary function changes after nebulised and intravenous frusemide in ventilated premature infants. Arch Dis Child Fetal Neonatal Ed. 1997; 77(1):32-5.

Vandeilton disse...

Não estou defendendo o ato de usar furosemida inalatória, pois nos próprios estudos que posto, a conclusão é de não usar e aguardar uma estudo mais completo e de maior confiabilidade para atestar a segurança e a eficácia da prática.
.
Porém, vejo o assunto de uma forma menos crítica. Sei que cientistas já estão pesquisando o assunto. Não se trata de um horror ou um absurdo médico. se o fosse ninguém nem o pesquisaria. Se tem alguém pesquisando é porque acha viável uma aplicação clínica da coisa.
.
Tem médico que prescreve toneladas de vitaminas para prevenir envelhecimento. Isto sim é um absurdo. E os que prescrevem a medicina natural?
.
Sim, é errado usar medicações que ainda não têm sua segurança, eficácia e risco-benefício cientificamente testado e comprovado. Porém, dizer que é um monstro de 7 cabeças, aí também já é exagero.

Ighenry disse...

A mãe leva a criança com crise asmática ao posto, situação de emergência com risco de evoluir para insuficiência respiratória. Então o suposto médico prescreve furosemida via inalatória. Se esta absurda conduta fosse feita por médico de verdade, seria caso de denúncia no CRM. A sindicância certamente viraria um Processo Ético-Profissional (PEP) e dificilmente o médico denunciado seria absolvido nesse PEP. Mas como é intercambista, fica por isso mesmo.