terça-feira, 20 de maio de 2014

DENÚNCIA GRAVE! OLHEM A QUALIDADE DO MÉDICO QUE DILMA OFERECE PARA NOSSAS GESTANTES!

20/05/2014 07h56 - Atualizado em 20/05/2014 07h56
Grávidas denunciam médico cubano por abuso sexual em posto de saúde
Integrante do programa Mais Médicos, clínico geral atua em Luziânia, GO.
Polícia Civil investiga crime e acredita que ele possa ter feito outras vítimas.

Do G1 GO, com informações da TV Anhanguera


A Polícia Civil investiga a denúncia de três grávidas contra um médico cubano integrante do programa do governo federal Mais Médicos que atua desde o começo do ano em um posto de saúde de Luziânia, cidade goiana do Entorno do Distrito Federal. Elas afirmam que o clínico geral cometeu atos libidinosos durante consulta.

Segundo uma das grávidas, que está no sétimo mês de gestação, o abuso aconteceu durante uma consulta de pré-natal. “Fui para uma consulta de rotina, meu quadro é de infecção de urina. Ele pediu para que eu deitasse em uma maca não convencional, não usada para aquilo, e tocou nas minhas partes íntimas por um período maior que o normal de um toque. Ele teve a intenção de um ato libidinoso”, relatou.

A delegada responsável pelo caso, Dilamar de Castro, informou que as mulheres passaram por exame de corpo de delito no Instituo Médico Legal de Luziânia. O médico deve ser interrogado nesta terça-feira (20).

Segundo Dilamar, conforme o relato das vítimas, o abuso foi cometido de modo parecido nas três pacientes. “A forma como ele agia é a mesma. Eram gestantes e aí, na consulta de rotina, para verificar a situação gestacional, ele praticava o ato libidinoso com as vítimas”, afirmou a delegada.

A Secretaria de Saúde de Luziânia informou que já afastou o médico do trabalho. O órgão disse ainda que já repassou as denúncias para o Ministério da Saúde, responsável pelo programa Mais Médicos e por contratar o profissional.
Médico cubano foi afastado de posto de saúde em Luziânia (Foto: Reprodução/ TV Anhanguera)

5 comentários:

Vandeilton disse...

Gente, vamos ser imparciais. Se fosse um brasileiro, todos diriam que a acusação é sem fundamento, que se embasa só no achômetro da mulher, de que o toque demorou mais que o normal. Está na cara que isto não dá em nada. Como é que elas vão provar as acusações que estão fazendo? o cara pode ter dificuldade no toque, não saber fazer toque direito, ficar perdido, não achar nada. É sinal de que ele não manja de toque, e não que é um estuprador.

Marcelo Rasche disse...

Vai ver não estava achando o colo do útero ou não sabia como examinar.

Sara Alvarenga disse...

Sinceramente,eu nunca fui a favor desses imbecis cubanos,mas parece realmente o que o Marcelo falou.Ele nem sabia como examinar...poucos elementos,denuncias muito vagas.Deve ser so um mau medico mesmo( tecnicamente falando).
Uma denuncia dessas e coisa seria.Não da pra fazer levianamente.Eu acho que todo e qualquer medico deveria fazer um exame ginecologico somente em presenca de uma enfermeira,ou auxiliar,sempre em presenca de outra mulher profissional de saude,não sei pq alguem ainda examina essas pctes sozinho.

Ighenry disse...

Parabéns, presidanta Dilma! A senhora poderia se consultar com esse carinhoso doutor cubano.

Anderson disse...

http://m.diariocatarinense.com.br/noticias/todas/a3265173

CRM/SC deu 30 dias de suspensão para esse cidadão. Não vamos falar dos cubanos minha gente...