terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

Seminário CUT sobre Reabilitação Profissional


Escrito por Contraf-CUT
Ter, 19 de Fevereiro de 2013 11:04A

Contraf-CUT realizará na quarta-feira, 20 de fevereiro, Seminário Nacional sobre Reabilitação Profissional. O evento acontece no auditório da entidade entre as 10h e 17h30. Os debates contarão com a participação de Maria Maeno, pesquisadora da Fundacentro, e de Mara Alice Conti Takahashi, socióloga e ergonomista. (QUAL A EXPERIÊNCIA DESTES PALETRANTES NA ÁREA DE REABILITAÇÃO PROFISSIONAL?)

Um dos objetivos do Seminário é debater a posição dos trabalhadores e do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) sobre o tema (COMO ASSIM? NÃO TEM NINGUÉM DO INSS CONVIDADO?). Por um lado, o movimento sindical afirma que não existe reabilitação profissional no país. O INSS, ao contrário, diz que existe. 

"O próprio site do Instituto divulga estatísticas, entre outras informações, mas nada diz sobre os reabilitados", diz Walcir Previtale, secretário de saúde da Contraf-CUT. (QUER DIZER QUE SE OS DADOS NÃO FORAM APRESENTADOS É PORQUE NÃO EXISTE? SECRETÁRIO DE SAÚDE???)

Segundo Walcir, o encontro também será para esclarecer o que acontece com os trabalhadores, em particular com os bancários que sofrem acidentes ou adoecem e não recuperam a sua saúde de forma plena.

O encontro ainda buscará subsidiar as ações para que até mesmo as pessoas que não tenham a recuperação plena de sua saúde possam retornar ao trabalho de maneira a não agravar o seu quadro clínico.

"Além disso, os debates também serão utilizados para subsidiar a negociação nacional - cláusula 43ª da CCT 2012/2013 e para contribuir com nossas reflexões e propostas nos diversos espaços de discussão governamentais e sindicais", conclui Walcir..

Leiam a programação:

2 comentários:

aldofranklin disse...

Por que vc acha qiue os Bancos estão botando pra lascar com maquinas de auto atendimento e Internet?
Esse povo so reclama! Convida gente que nunca fez uma única Pericia! Nao convida absolutamente ninguem do INSS! Ta tão freqüente esse comportamento que ja tão ate perdendo a moral devido pouca vergonha e cara de pau nesses "Pseudo eventos"!

Eduardo Henrique Almeida disse...

"O encontro ainda buscará subsidiar as ações para que até mesmo as pessoas que não tenham a recuperação plena de sua saúde possam retornar ao trabalho de maneira a não agravar o seu quadro clínico"

Descobriram a roda! Se houvesse capacidade plena para a atividade original não caberia RP. Durrrll...