segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

MALES DA ALMA - FANTÁSTICO - DRÁUZIO VARELLA - DEPRESSÃO

10 comentários:

joel drumond disse...

Pode acontecer de algum caso ser dado alta numa cessacao de aposentadoria por invalidez por problema psuiquiatrico??

Heltron Xavier disse...

Chama a atenção o tempo resposta do tratamento psicofármaco. Na perícia médica do INSS parece ser impossível que no espaço de tempo do vídeo alguém se recupere...
A Matéria mostra também um ponto chave nisso tudo: a vida moderna não é facil, a maioria das pessoas não tem a vida que quis e lutam e sofrem muito sem isso significar impedimento para o trabalho.

joel drumond disse...

Pode acontecer de algum caso ser dado alta numa cessacao de aposentadoria por invalidez para fins de trabalho por problema psuiquiatrico??

Heltron Xavier disse...

Sim há desde que recuperada a capacidade laboral pela perícia médica ou haja comprovação de trabalho durante o benefício.

Pode ocorrer porque a patologia mental aliás é a doença preferida dos simuladores e aproveitadores do sistema. Habitualmente as denuncias de fraudes tem as patologias mentais envolvidas.

joel drumond disse...

dr heltron xavier , eu acompanhei uma historia postada pelo senhor, acredito que em 2011, fiquei intrigado com a historia,mas pode aonctecer isso mesmo??

Francisco Cardoso disse...

Vem em encontro com as nossas discussões sobre o "direto à felicidade" e o Estado Babá.

Airton Jr. disse...

Que me perdoem os entendidos, mas na INSSanidade nunca vi ninguém melhorar de transtorno mental do humor em pouco tempo, ainda mais nos casos mostrados na reportagem (tenho quase 7 anos de autarquia); ou os diagnósticos estão todos errados, ou as terapêuticas estão ou a lei de Gérson é o que impera no negócio...

Fernando disse...

Muito interessante esse vídeo! aos 4:20 min em diante fica muito bem colocado! Diferenciar INSATISFAÇÃO com o emprego e INCAPACIDADE. Muitos tentam afastar do trabalho devido a isso... Entendo a dificuldade pois estão infelizes e não podem largar o emprego. Males do capitalismo selvagem. Mas querer afastar/aposentar por isso...

Cleide Sandrin disse...

Olá DR. Meu nome é Cleide e tenho 39 anos de idade.
Vi sua matéria no Fantástico e senti confiança em pedir ajuda.
Vivo uma situação muito similar a da paciente apresentada no domingo, a unica diferença é que ainda não perdi meu emprego, mais estou a ponto de perder.
Meu desanimo é tanto que não tem coragem nem de procurar ajuda médica. Como o senhor pode me ajudar.

joel drumond disse...

dr heltron xavier , eu acompanhei uma historia postada pelo senhor,em outubro de 2011, fiquei intrigado com a historia,mas pode aonctecer isso mesmo??