sexta-feira, 12 de julho de 2013

LEI FRANKENSTEIN DO ATO MÉDICO ACABA COM REFORMA MULTIPROFISSIONAL DA DIRSAT

Ao deixar na Lei do Ato Médico (Lei Frankenstein) que a Perícia Médica é privativo de médico, estão na ilegalidade a partir de 60 dias decorridos de ontem (prazo para entrada em vigor) todas as reformas anti-médicas promovidas pelo Dr. Sérgio Carneiro na DIRSAT com vistas a colocar profissionais de outras áreas para dar pitaco na decisão médico-pericial.

O INSS pode abandonar o estudo que está fazendo onde consulta até populares pois está tudo ilegal.

Perícia Médica é com médico e é ato privativo de médico. Pelo menos esse sobrou. Os outros serão conseguidos com a derrubada dos vetos no Congresso.

A insistência nesse modelo ensejará as devidas ações contra quem insistir nesse modelo.

Apesar disso, não nos eximiremos de em breve publicar nossa opinião técnica sobre o documento da DIRSAT sobre o novo modelo.

6 comentários:

Fernando Antônio disse...

Os peritos médicos mais treinados e eficientes do Brasil são os Peritos médicos do INSS.


Muitos peritos médicos do SIASS (de outros órgãos federais) e peritos judiciais autônomos não tem a qualidade técnica e o treinamento teórico e prático da perícia médica do INSS, que com certeza é a mais treinada e eficiente do Brasil.

A Perícia médica do INSS deve urgentemente ter a valorização e reformulação da sua carreira para garantir a permanência dos peritos médicos antigos e novatos nos seus quadros efetivos.

Adrianus disse...

Eis o que penso sobre o Ato Médico, a perseguição promovida por outras profissões da saúde e as últimas trapalhadas do (des)governo:

Incompreensível e lamentável o fato de tantos profissionais de outras áreas demonstrarem sentimentos e atitudes mesquinhos no que diz respeito aos Médicos. Empreenderam uma luta insana para barrar, na base do grito e da histeria, a lei do Ato Médico! Tentam, a todo custo, forçar suas atuações em uma seara que não lhes compete, que não integra seu rol de atribuições e para a qual não estão intelectual e tecnicamente aptos. Não consigo entender essa sanha por querer fazer DIAGNÓSTICOS, TRATAMENTOS E PROCEDIMENTOS MÉDICOS! Se querem tanto atuar como Médicos, por que não se esforçam para tornar legítimas suas aspirações, trilhando o caminho percorrido por aqueles que passaram pelas faculdades de Medicina? Na hora de criticar e fazer cobranças, todos querem ter voz e vez, porém ninguém quer pagar o preço da jornada. Será que consideram simplória a arte do diagnóstico e fácil a escolha de um tratamento? Não têm noção do quanto de estudo, raciocínio, habilidades etc. estão por trás dessas coisas que consideram aparentemente tão simples... Se tantos desejam enveredar-se pelos meandros da Medicina, façam como eu: saí do curso de Farmácia após dois anos e meio, depois de ter sido aprovado no vestibular para Medicina na mesma Universidade Federal do curso anterior, sem jamais ter feito nenhum cursinho pré-vestibular. Ao contrário do que o PT e o (des)governo proclamam, não sou proveniente da "elite" e sei as dificuldades que enfrentei durante minha formação. Há oito anos concluí o curso Médico e hoje estou na luta, embora a conjuntura atual e circunstâncias pessoais não me dêem motivos para comemorar. Mas o recado que quero deixar para os que repudiam o Ato Médico é o seguinte: se desejam tanto atuar como Médicos, que o façam em sua plenitude, lancem mão de sua energia e a canalizem em esforços que os conduzirão pelas vias legais e limpas para o curso de Medicina. Plantem seus sonhos e colham os resultados, e deixem quem já passou por isso tudo fazer com justiça aquilo para o qual está devidamente preparado.

Regi disse...

Como já podemos perceber por várias demonstrações do Governo atual, é hora de fortalecermos as bases Médicas no Senado e na Câmara dos Deputados para que em 2014 tenhamos forte representação para revertermos tamanhos absurdos com a classe Médica como também nossos almejos quanto a carreira pericial, nem que para isso tenhamos que nos dedicar visceralmente à oposição ao atual Governo.
Hora de Juntarmos todas as Entidades Representativas dos Médicos e Sindicatos afins para arrebanhar base no Congresso para 2014.

Paulo Taveira disse...

Mais um sonho de verão estas mudanças do Carneiro. Só acredito vendo.

MAURICIO disse...

Mas então quer dizer que só médico pode fazer perícia médica?

Assim não pode, assim não dá ...
Que absurdão...
Nunca antes na história desse país....

Eduardo Henrique Almeida disse...

Pela atual lei do Ato médico,somente cirurgiões,anestesistas e peritos são médicos com atividades garantidas por lei.