domingo, 28 de julho de 2013

DOCUMENTOS IMPORTANTES

DECISÃO JUDICIAL SOBRE A NECESSIDIDADE DE IDENTIFICAÇÃO BIOMÉTRICA NO INSS

PARTE 1
PARTE 2

9 comentários:

Marcelo Rasche disse...

Tomara que isso seja o que falta para implementar a identidade civil no âmbito federal.

Atualmente, cada estado tem seu documento de identidade e sua base de dados, que não se comunica como deveria com as demais unidades da federação. São "sistemas isolados"

Até já se tentou unificar a identidade, mas por vários motivos não vingou.

Eduardo Henrique Almeida disse...

Alô Dra MariaMaeno!
Tem gente desconfiando e pondo em dúvida a honestidade dos requerentes!

angelina disse...

Nao entendo muito de juridiques, mas gostei de ambas as decisões...

angelina disse...

Nao entendo de juridiques, mas gostei das duas decisões.

Fernando Antônio disse...

Fundamental medida,,, desconfio diariamente de segurados sendo periciados no lugar de outros.

Muito frequente no Loas e no B31.

Identificador digital nos guichês e nas salas de perícias do INSS.

Eduardo Henrique Almeida disse...

Pois é, o INSS é um órgão gerido por terceiros. Só faz papelão. Se for para moralizar, evitar fraldes então, aí que a inércia é maior. Suspeitar, verificar com rigor, ou seja, cumprir a lei aqui parece ofensa ao principio do coitadismo.

Alexander Kutassy disse...

Desonestos na optica da previdencia sao os peritos medicos do proprio quadro, que vivem apresentando argumentacoes (nao obstante baseadas nas proprias estatisticas e ordens administrativas da autarquia) que visam solucionar as amarras e prejuizos causados - nao por documentos falsos - mas pelas inconsistencias ou malandragens teatralmente treinadas que somos obrigados a enfrentar nas pericias diarias.

Heltron Xavier disse...

Deve ser estendido também aos servidores de todas as repartições publicas da republica. Inclusive outros poderes. De qualquer maneira, é inadmissível que o INSS conteste esta decisão posto que é de longe o setor publico que mais sofre com a fraude tanto interna quanto externa.

Fernando Antônio disse...

Uma mesma pessoa pode ter vários LOAS com RGs diferentes em cada Estado.



Cada perícia presencial é um risco eminente de ameaça, intimidação e agressões pois o resultado pericial tem 50% de chance de contrariar o interesse financeiro de benefício do segurado/INSS.