quinta-feira, 5 de junho de 2014

SAMU MARINGÁ EVITA TRAGÉDIA EM "PARTO HUMANIZADO" DOMICILIAR


Noticias relacionadas: http://www.estadao.com.br/noticias/geral,ativista-de-parto-em-casa-morre-ao-dar-a-luz-imp-,830352

Nota do Blogueiro Francisco Cardoso: A família não vai processar a doula e a parteira não? 15 minutos de PCR? Deus tenha pena dessa criança. Já nasceu vítima da irresponsabilidade da mãe, do pai e dessa equipe de "parto humanizado" que trocaram a segurança de um hospital pelo fetiche da moda.

Um comentário:

Guilherme Firmo da Cunha disse...

Não é a família que tem que processar, pois todos são cúmplices nesta história, mas o Ministério Público que é o dono da proteção da infância