quarta-feira, 28 de novembro de 2012

RESISTÊNCIA ONDE NÃO CABE

A Gex referida pelo Francisco tem indicadores periciais muito ruins, sofre muito com a falta de peritos, mas, mesmo assim, teve um de seus gerentes reivindicando igualdade com peritos. Felizmente, e de forma inédita, as autoridades presentes rebateram, pois ressaltar diferenças é a maneira mais democrática de tratar as pessoas diferentes. Não se trata de menosprezar o trabalho e dedicação de ninguém, mas de reconhecer que há diferenças de formação, de valor de mercado, de necessidades específicas. O perito é a pedra angular, peça indispensável e que tem sido desvalorizada sistematicamente em relação a procuradores, auditores, defensores e tantas carreiras do próprio executivo.
Espanta que uma Gex que esteja pagando até 9 meses de benefício por não realizar perícias tenha gerente capaz de colocar valores pessoais acima da inadiável necessidade de sanear o principal gargalo nas suas próprias APS.

A imagem abaixo é fragmento (para não ser identificada) de tela do sistema SABI da própria Gex em que o segurado permaneceu recebendo auxílio-doenças por 9 meses após a cessação pela perícia médica por ter pedido prorrogação que só foi agendada para 9 meses depois!

Perícia reconheceu incapacidade de 05/10/2009 a 30/04/2011.
O segurado pediu prorrogação que só poderia acontecer mediante perícia.
Esta foi marcada para 18/01/2012. O perito confirmou a recuperação, indeferiu a prorrogação e o INSS pagou os 9 meses de espera.

Um comentário:

aldofranklin disse...

Depois não sabem porque os gastos da Previdência com beneficios cresceram 12,8% em comparação ao ano passado, o que representa mais de 25 bilhões de reais jogados na lata do lixo por conta da incompetência Gerencial!
Eu quero mais é que os gastos explodam pois quando o Governo sentir a bengala de Jacarandá ele tomará as providencias, pois no Brasil é assim, só quando sente no bolso...
Só uma pergunta? Daria pra pagar quantas décadas aos peritos, salários de Ministros?
Esse país é um lixo, uma piada! Aqui a mediocridade, a inveja, o recalque, correm soltos! Por isso que ta do jeito que tá!
Entre os países que mais cobram impostos de seus cidadãos e empresas, o Brasil é o pior retorno em serviços públicos e bem-estar aos contribuintes dos recursos que arrecada. Segundo estudo do Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário (IBPT), que a partir de dados da Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE) e da Organização das Nações Unidas (ONU) relativos a 2011, comparando a carga tributária dos 30 países que mais arrecadam impostos como proporção do Produto Interno Bruto (PIB), com o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH). Isso é igual a : Saúde Lixo, Segurança lixo, transporte lixo, Educação lixo, previdência lixo! Também com "esses Gestores"...af...