domingo, 24 de maio de 2015

PT CRIA "FEDERAÇÃO DE MÉDICOS" PARA CHAMAR DE SUA...

Após virar alvo de execração da classe médica por suas inúmeras tentativas de desconstruir a medicina e estatizar o ato médico, difamando e ofendendo o médico de forma contínua e permanente, o PT passou a ser varrido de todas as representações médicas existentes e que entraram em eleições após 2014, vide exemplos como a FENAM e a própria ANMP.
Sem conseguir nenhum espaço entra a categoria e assustados com a repercussão da campanha negativa que seus ataques aos médicos deixaram na sociedade (os estados onde os médicos são mais fortes foram onde o PT sofreu suas piores derrotas, em especial São Paulo), os 5% de médicos petistas e pelegos que ainda ocupam cargos dentro de entidades médicas se reuniram essa semana no Simesp (Sindicato dos Médicos de São Paulo - um dos últimos redutos de médicos petistas e pelegos) para tentar fundar uma nova federação nacional de médicos, intitulada "FMB" (Federação de Médicos do Brasil).
Com toda a cara de pau que lhes é peculiar, chamaram esse movimento de "luta pela democracia" e estão, como sempre e por ordem do partido, tentando enfraquecer os médicos e rachar suas entidades para nos tirar a força.


Na foto estão na ordem: Florisval Meinão (fundador do PT e presidente da APM), José Erivalder e Eder Gatti (Simesp), Eurípedes Carvalho (Cremesp) e demais petistas.

A maioria dos sindicatos que assinam a carta de fundação da FMB são ligados ao PT e à CUT. O objetivo é claro e explícito: Devolver o comando das entidades médicas ao PT. Nenhum dos sindicatos que montaram a "Federação do PT" se posicionou contra o Mais Médicos.

Agora, mais que nunca, cabe aos médicos ficarem alertas, se filiarem aos seus sindicatos e tirarem de uma vez por todas essa pelegada entreguista que quer continuar sugando as entidades médicas para nos deixar de joelhos em relação ao governo.

5 comentários:

Hafiz Ben David disse...

Configurado posicionamento contrário à categoria, cabe processo ético profissional e, se for o caso, cassacao!

MAURICIO disse...

O problema desta entidade é que só vai ter cacique. Nenhum médico trabalhador vai querer ficar sob os grilhões do PT.
Morre na casca.

Heltron Xavier disse...

O lado cômico da história é que há quase 4 anos atrás quando nos reunimos para fundar o Sindicato dos Peritos em SP o SIMESP foi com todas as forças e presencialmente contra a ideia alegando que não permitiria ninguém ameaçar uma representação já estabelecida. Apesar dos apelos de que os peritos não se sentiam representados pelo sindicato médico e era uma carreira de estado com lei própria e tal. Hoje taí

Rubia A disse...

Sao pelegos, como foi o Cid boquinha que tentou ajudar o governo na nossa greve.
O médico que se filiar a isso ou é mamador ou babaca mesmo.

Paulo Taveira disse...

Muito bem lembrado Heltron. Mas isto só vem confirmar a decadência ética do PT e seus áulicos. Quem quer ter liberdade e fugir da pelegagem foge do PT. E lembrar que Joaquinzão era que era qualificado de pelego, qdo Lula era operário...