quinta-feira, 24 de junho de 2010

Médicos são a terceira categoria mais confiável no Brasil e no mundo.Os políticos os últimos.

Pesquisa feita no Brasil e em outros 17 países indica que a confiança depositada pelos eleitores nos políticos diminuiu de 2009 para 2010. O estudo, conduzido pelo grupo alemão GfK, avaliou a credibilidade de 20 categorias profissionais. A classe política só não caiu no ranking porque já ocupava o último lugar.
Os médicos apresentam-se em terceira posição, com crescimento no Brasil e no mundo.

Na classificação internacional de 2009, políticos eram considerados confiáveis por 18% dos entrevistados. Em 2010, apenas 14% tiveram essa opinião. No Brasil, a queda foi maior: de 16% para 11%, informa o repórter do UOL Fábio Brandt. Quer dizer: os políticos brasileiros estão 36 pontos atrás do 2° grupo menos confiável, os executivos de bancos, que têm a confiança de 47% das pessoas.

No link abixo, quadros com os índices de confiabilidade de cada profissão avaliada pelas pesquisas de 2009 e de 2010:

http://uolpolitica.blog.uol.com.br/


A pesquisa de 2010 foi realizada de 1 a 29 de março, com 18,8 mil pessoas, sendo mil brasileiras. Em 2009, foram 17,2 mil entrevistados (mil brasileiros).

Participaram das pesquisas de 2009 e de 2010 Brasil, EUA, Itália, França, Espanha, Índia, Suécia, Colômbia, Portugal, Bélgica, Reino Unido, Alemanha, Polônia, Romênia, Bulgária, República Tcheca e Hungria. Em 2009 também participaram Grécia, Rússia e Suíça. Em 2010, entraram Holanda e Turquia.

Um comentário:

Gisele Katia disse...

Para um vôo ousado com intensão ao êxito, é necessário um piloto perspicaz alinhado com uma tripulação preparada e confiável