segunda-feira, 6 de julho de 2015

MENTORA DO PP FANTASMA RESPONDE AO BLOG

A futura ex-representante da perícia médica na SR 2, Dra. Júnia Aparecida Guimarães, respondeu ao perito.med sobre a matéria onde foi denunciada por receber insalubridade sem fazer perícia ao mesmo tempo em que cobrava dos SST locais o corte da própria insalubridade pelo mesmo motivo.

Segundo suas palavras:


"Júnia Aparecida Guimarães deixou um novo comentário sobre a sua postagem "ORA ORA... REPRESENTANTE TÉCNICA DA SR-2 E AUTORA ...": 


Atualizem os dados antes de publicarem "noticias" enganosas!! Nossos colegas merecem ser informados sim, mas as informações devem estar de acordo com a realidade.

Curioso é que tem tanto, mas tanto tempo que não atendo ninguém, que no mês de maio, fui denunciado ao CREMERJ, por um nobre colega, se assim podemos chamar, pelo fato de ter atendido 23 segurados , em dois dias, no Rio de Janeiro. Quanta controvérsia nas informações!!"

O Blog se sente na obrigação de esclarecer a suposta controvérsia: Não há controvérsia e sim falácias por parte da gestora.

Dra. Júnia não está sendo processada no Cremerj e no CRM-MG por ter atendido 23 segurados. Que inverdade é essa? Dra. Júnia está sendo processada em dois CRM do Sudeste por ter:

a) Realizado ato médico fora de sua jurisdição sem aviso prévio ao Conselho local.
art. 18, da Lei nº 3.268/57
CEM - Preâmbulo - III - Para o exercício da Medicina impõe-se a inscrição no Conselho Regional do respectivo Estado, Território ou Distrito Federa
b) Ter realizado falso laudo médico, imputando incapacidade em pessoas que ela não avaliou. 
CEM Art. 80. Expedir documento médico sem ter praticado ato profissional que o justifique, que seja tendencioso ou que não corresponda à verdade.
CEM Art. 92. Assinar laudos periciais, auditoriais ou de verificação médico-legal quando não tenha realizado pessoalmente o exame.

Dra. Júnia não atendeu 23 segurados... Imagina se ela se submeteria a isso. Dra. Júnia "atendeu" 23 ATESTADOS, coletados por administrativos. E mesmo assim somente teve coragem de "conceder" para dois "atestados". Isso porque ela tentou enganar e coagir peritos em reuniões técnicas dizendo que era "fácil e não era anti-ético"... Imagina se fosse.

Esperamos que as controvérsias tenham sido resolvidas.

6 comentários:

Harley Davidson and Travel disse...

Que vergonha , hein colega! Como tem coragem de olhar no rosto de seus familiares

Júnia Aparecida Guimarães disse...

Já que nos propusemos a esclarecer, vamos esclarecer. De novo enganados. Eu atendi 23 pessoas. Elas se assentaram na minha frente, eu as escutei, examinei e dei meu parecer. Foi atendimento!
Outros detalhes sobre o PP, projeto muito interessante que apesar de não ser mentora, sou apoiadora. Se quiserem entender de fato, estou à disposição.
Fica meu abraço aos colegas e o convite para o exercício do respeito mútuo!

Regi disse...

que vergonha emitir parecer sem constatar pessoalmente o que escreve-declara!

Gustavo M Mendes de Tarso disse...

O mais engraçado é dizer que atendeu supostamente 23 pessoas em dois dias. Isso é uma afronta, um desrespeito, uma chacota com todos os Peritos Médicos Previdenciários da ponta que atendem 15 perícias ou mais TODOS OS DIAS ÚTEIS DE TODOS OS MESES DO ANO.

Hafiz Ben David disse...

Lamentável tal comportamento! Medicina=Ética x Técnica! Zerou a Ética? Medicina idem.

Hafiz Ben David disse...

Lamentável! Que D-us retire Suas Bênçãos de ti e de tua semente!