sábado, 3 de outubro de 2015

MISSION ACCOMPLISHED

Após ajudar a tirar Carlos Gabas do centro do poder previdenciário, onde o mesmo orbitou nos últimos dez anos, e após ajudar a Justiça a dar o tratamento que o ex-comissário merece, este blog vai descansar por alguns dias.

Parabéns em especial aos incansáveis guerreiros que não estão mais aqui no corpo editorial. Foram 398 matérias sobre o Comissário Gabas entre 2010 a 2015. Cerca de 6% do total publicado pelo perito.med até hoje.

Valeu a pena.

10 comentários:

Paulo Castro disse...

Esse título deveria ser mudado pois é de mau agouro! Bush disse isso em 2003, logo após a invasão do Iraque e o que se viu foi um atoleiro que relembrou alguns momentos da guerra do Vietnã, pois se não houve derrota, também não se pode dizer que houve vitória. Com certeza o agora ex-ministro tem uma série de aliados e protetores, que ainda permanecem na instituição. Deveria ser feito o mesmo que foi feito com a Alemanha pós Segunda Guerra: desnazificação e tribunal de Nuremberg. Será que veremos isso? Dado o modo como são preenchidos os cargos de chefia, será que encontrarão alguém que não seja incompetente ou pelo menos não mal intencionado?

PauloVieira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
PauloVieira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
PauloVieira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
PauloVieira disse...

Parabéns pelo trabalho de Educação Previdenciária desenvolvido ao longo dos últimos anos e que seja este encapado pelo novo Ministério do Trabalho e Previdência Social.

Eric Carter Riesz disse...

Gostaria muito que fosse feito um Post dentro da Transparencia e Ètica deste Blog. sobre esta situação que considero absurda e sem nenhuma justificativa veja abaixo a postagem. Lamentável essa situação, o Perito deveria ser Demitido a bem do Serviço Público, ou Afastado por longo período, caso não esteja em algum Surto Psiquiátrico, acho que em caso de questão humanitária, e que salta aos olhos, o absurdo desta situação, não cabe corporativismo.
Como cidadão fico envergonhado com esta notícia, vou enviar para médicos amigos, para divulgar este absurdo!!!!!!!
Eric Riesz
INSS nega pedido de auxílio de mulher cega que perdeu os movimentos
Mulher foi diagnosticada na mesma época em que ficou grávida. Ela sobrevive com a ajuda do marido e de doações

O DIA
São Paulo - Uma mulher que ficou cega e perdeu os movimentos do corpo recebeu do Instituto Nacional de Seguro Social (INSS) um laudo que afirma que está "apta para o trabalho". Gabriela Carvalho Russo e sofre de uma doença neurológica desconhecida. Ela sobrevive com a ajuda do marido, que foi obrigado a deixar o emprego, e de doações, de acordo com o programa "Hoje em Dia", da Record.


Mulher que perdeu os movimentos e está cega foi considerada apta para trabalhar pelo INSS
Foto: Reprodução TV
A moradora de São Paulo foi diagnosticada há cerca de dois anos, na mesma época em que ficou grávida. A filha Flora nasceu prematura, com 6 meses, mas sobreviveu e é saudável.

Segundo seu marido, Eduardo, o perito do INSS que examinou Gabriela não tinha conhecimento a respeito de doenças neurológicas, mas fez todos os testes necessários. Na época, a mulher já estava em uma cadeira de rodas, não enxergava e mal podia mover um dos braços.

Segundo o instituto, não houve "constatação de incapacidade laborativa". Segundo especialistas, no próprio posto do INSS, a pessoa que recebeu uma negativa pode protocolar um recurso e explicar os motivos para não concordar com a avaliação. Esse é o caso da família de Gabriela, que agora aguarda nova decisão do INSS.

Eric Carter Riesz disse...

Gostaria que este Blog que contribui para a Cidadania e Ética Pública publicasse um comentário a respeito do caso abaixo que é MUITO GRAVE E SÈRIO, abaixo:http://entretenimento.r7.com/hoje-em-dia/videos/inss-nega-auxilio-doenca-a-mulher-cega-e-sem-movimentos-05102015

Achei o caso absurdo, e muito grave, SE O BENEFICIO FOI NEGADO PELO FATO DA BENEFICIÁRIA ESTAR APTA AO TRABALHO, como na reportagem foi mostrado!!!! Se a NEGATIVA OCORREU PELA PERDA DA QUALIDADE DE SEGURADA , OU OUTRA RAZÃO ADMINISTRATIVA COMO DOENÇA PREEXISTENTE AO INÍCIO DA CONTRIBUIÇÃO, O PERITO ESTÁ CORRETO.... Agora se foi NEGADO pela PRIMEIRA HIPÒTESE ESTAR APTO AO TRABALHO, quem não está APTO AO TRABALHO e o PERITO que além de não ter agido de forma Justa, infringiu um aspecto básico da Medicina a Humanidade, esta Senhora está com um Sério Problema de Sáude e seu Benefício e Negado, acho bom este Episódio ser bem esclarecido pelo Blog,até para não Crucificar Injustamente o Médico, mas também para caso tenho sido por uma mera Arbritrariedade do Médico a decisão de negar o benefício estando presentes os requisitos da concessão, ter uma moção de repúdio neste Blog que qualifico como SÈRIO, ÈTICO e IMPARCIAL.

Acho que deve ser Desmistificada a imagem de viloes dos Peritos do INSS,acredito que a maioria das Decisões e Balizada em Técnica e Procedimentos, assim reza o Código de Ética Médica, e a Boa Prática Médica, o Médico Perito age como uma especie de Juiz Administrativo e Médico, tem que estar presentes ambos os requisitos para a concessão do Benéficio ser Concedido, a INCAPACIDADE LABORATIVA , que no caso em questão e OBVIA, a não ser um Profissional em Surto Psiquiatrico ou de extrema crueldade é Má Fé para NEGAR o BENEFICIO, e os Requisitos ADMINISTRATIVOS, que são a Manutenção da Qualidade de Segurada, e não iniciar a contribuiçao após o quadro de doença ter se desencadeado sendo e obvio mantidas as devidas contribuições.
Torço Sinceramente que o Governo Finalmente entenda a Importância dos Peritos, e da Perícia Médica para uma Efetiva Justiça Previdenciária, valorizando os tanto Salarialmente , quanto em termos de Estrutura, como Filho, de Mèdico Perito Aposentado, penso eu que nada pior para a Classe tão agredida dos Peritos Médicos tanto pelos Segurados , quanto pela Imprensa de não mostrar REPÙDIO tanto a uma INJUSTA, ou JUSTA ACUSAÇÂO quanto a este Caso em Questão, deve se mostrar claramente que o INSS não está apoiando atitudes que no Direito chamam de Teratológicas, sem sentido, absurdas, que ensejariam em meu entender até a Demissão do Médico Perito caso ele não esteja com Problemas Psiquiatricos, que a ANMP não Defende Profissionais que não Sigam o Còdigo de Ètica Mèdica, MAS também mostrar que Caso os Requisitos Administrativos não estejam presentes para a Concessão da Perícia, que a Segurada a DESPEITO de todo o EVIDENTE quadro de INCAPACIDADE LABORATIVA, não FAZ JUS A CONCESSÂO DO BENEFÌCIO. E não merece todo esse Estardalhaço feito, devendo inclusive a ANMP ter o Direito de RESPOSTA para não passar uma Imagem Falsa a População de que o Mèdico Perito e o VILÂO , como inumeros orgãos de imprensa já fizeram... tanto na TV, quanto Rádio e Jornais.

Eric Riesz

Eric Carter Riesz disse...

Desejo Merecidissimas Férias ao Blog, Enviando os Parabéns pela Coragem e Destemor em Apontar os Abusos cometidos na Gestão Gabas, as Pessoas precisam de muita Educação Previdenciaria, para que Materias Sensacionalistas não coloquem a culpa do Descalabro Social do Brasil no Médico Perito, que já luta diuturnamente para exercer ao contrário de toda a máre, seu ofício com Dignidade e Imparcialidade, associado a Falta de Infra Estrutura.
A População tem que entender , e a TV não tem o menor interesse de Explicar que o INSS , Instituto Nacional de Seguro Social, não é pura e simplesmente uma Casa de Caridade como muitos Pensam, que como em toda Seguradora existem Pre Requisitos para receber as prestações, como no caso muito explorado na mídia de auxilío doença, que muitas vezes são negados pelo fato , do postulante ao Benéficio , não ter a qualidade de segurado, ou ter perdido por deixar de contribuir, ou contribuir após o início da incapacidade laborativa, são detalhes que na maioria das vezes as pessoas da Imprensa , não observam, o Ministerio Publico e Defensorias Publicas não Observam, ao Apontar a Mira sob o Médico Perito como se ele fosse Culpado do Postulante ao Benéficio não preencher os Requisitos Administrativos para a Concessão do Auxilio Doença, mas o Sensacionalismo Impera, seja na TV, Radio, Imprensa Escrita, Perpetuando uma imagem distorcida do Médico Perito, que na maioria das vezes quer exercer seu trabalho com Independência, de Forma Tècnica e Profissional, só quem trabalhou ou trabalha em um Agencia d da Previdencia Social, para saber as inuméras artimanhas que muitos tentam montar para receberem Benéficios Indevidamente, devendo o Médico Perito não ser Bonzinho ou Cruel, apenas ser JUSTO, Concedento o Benefício existindo os requisitos Administrativos e de Incapacidade Laborativa.
Torço Sinceramente que tenhamos um Futuro com a Carreira sendo de Fato Valorizada, pois caso contrário muito em Breve a carreira se esvaziará de tal forma , que causará imenso prejuizo a sociedade e aos cofres públicos.
Que nossos Governantes tenham consciencia disso e o Legislativo também, permitindo a Perícia exercer seu Trabalho de Forma Digna , com Infra Estrutura e Salários Compativéis com a Enorme Responsabilidade desta Carreira de Estado, que não vem tendo o Tratamento Adequado.

Hafiz Ben David disse...

Nao pediram PR? Recurso? Nao ha necessidade de titulo de neuro...pelas fotos e vídeo ja se percebe a incapacidade.
Pediram copia do Processo Administrativo?

Hafiz Ben David disse...

Deve-se analisar o caso concreto.Ilacoes acerca da sanidade e/ou capacidade do Perito nao sao pertinentes.
Att.