quinta-feira, 17 de março de 2016

LULA, O BREVE. O PIOR MOMENTO DO BRASIL.

Este blog até agora se calou diante do escândalo assombroso que vem sendo revelado pela Operação Lava Jato, que hoje completa dois anos.

Porém assistir a posse de Lula, após as gravações de ontem, num Palácio do Planalto transformado em palanque político com direito a gritos de assembléia, ódio, discurso partidário, em uma cerimônia formal da Presidência da República, que grita que "não haverá golpe", é demais. Ali não é lugar para comício!

Todas as formalidades foram para o ralo. Todo o respeito foi para o lixo. A chefe da República execrando a Justiça e usando sua prerrogativa para blindar da prisão um ex-presidente pego com batom na cueca.

O comportamento moleque de autoridades e chefes de Estado, cercado da pequena claque, com um batalhão militar cercando o Palácio do Planalto por estarem com medo do povo (o povo real, não o povo fictício que eles se auto-intitulam líderes), isso é um absurdo.

A Presidente usando do expediente para se explicar de gravação que diz tudo o que ouvimos, que vergonha, que República de Bananas... Gritos de "abaixo a Rede Globo", como assim?

Desafiando publicamente um Juiz de Primeira Instância? Desafiando todo o Sistema Judiciário Brasileiro? Como se posicionam o STF? o STJ? Chamados de acovardados pelo ex-chefe de governo...

Se a posse era hoje, porque divulgaram que seria na terça? 

Se havia dúvida da presença de Lula, porque apressar uma assinatura de termo de posse? Qual a pressa? 

Se era apenas para Lula assinar por precaução de não comparecer à posse, porque dizer "para usar se precisar"? Usar onde?

Para que publicar às pressas um DOU com nomeação antes da assinatura do Termo de Posse?

Se já havia assinado o termo de posse porque assinou de novo?

Práticas tão repugnantes que apenas uma escumalha poderia ser capaz de perpetrá-la, só faltam as foices e martelos dentro da claque.

A cara de Lula na posse diz tudo. Estamos no pior momento do Brasil. Ainda bem que será breve.

Um comentário:

Nelson KALINOVSKI FILHO disse...

Como assim, "não vai haver golpe?"

O golpe já foi dado, e os golpistas se chamam Dilmaracutaia e Luladrão!